Random header image... Refresh for more!

Dez fotos: Catedral de Notre Dame

Veja mais imagens no link “cinco fotos” (aqui)

abril 16, 2019   Encha o copo

Curso: Como divulgar sua música

A imprensa cultural tradicional mal dá conta de cobrir lançamentos, relançamento e notícias, de fato, relevantes da música. Uma das saídas é o investimento em marketing digital. Um músico com uma boa rede, bem gerenciada, que conte suas novidades e apresente seu trabalho de forma direta, se torna o seu principal veículo. Neste curso, organizado pelo jornalista Marcos Lauro, que atua na área de comunicação desde 2001, e que conta com a participação de Titita Dornelas, responsável pela News Assessoria & Comunicação, que tem no seu portfólio clientes como Chico César, Bixiga 70, The Baggios, Festival Sons da Rua, Sampa Jazz Fest, Nômade Festival, Arena carnaval SP, Xuxa Levy e Lucas Santtana, e Marcelo Costa, curador, jornalista e editor do Scream & Yell, serão discutidos problemas e algumas soluções na hora de divulgar sua música tanto na mídia tradicional quanto no online. Inscrições aqui.

Aula 1 – Mídia tradicional/offline; como lidar? (09/05)

Vamos conversar com Patricia Dornelas, profissional de assessoria de imprensa com vasta experiência na mídia tradicional, para entender como está o momento atual. Os avanços, gargalos, problemas e soluções, qual a melhor forma para apresentar o seu trabalho para profissionais que ainda trabalham em redações etc

Aula 2 – As possibilidades (quase infinitas) da mídia online (16/05)

Vamos conversar com Marcelo Costa, profissional que mantém o site Scream & Yell desde 2000 e tem vasta experiência na mídia digital/online, para entender como está o momento atual. Quais são as possibilidades, como driblar algoritmos e alcançar o seu público, o trabalho com públicos de nicho, se páginas e influencers podem cobrar para divulgar o seu trabalho etc.

Aula 3 – Estudos de cases de marketing digital na divulgação musical (23/05)

Vamos focar nas possibilidades que o ambiente digital oferece com o próprio artista sendo um personagem e um contador da sua própria história. Para isso, vamos estudar cases da Orfeu Digital, agência de conteúdo do responsável por esse curso, Marcos Lauro, e ver as possibilidades e a liberdade que as redes sociais oferecem para divulgar o seu trabalho, seja de forma orgânica ou impulsionada.

Aula 4 – Mão na massa! Vamos pensar juntos em soluções na hora de fazer sua divulgação (30/05)

Para encerrar, vamos à prática. Artistas, jornalistas e interessados que fizeram o curso vão botar a mão na massa e, em exercícios na sala, vão bolar estratégias de comunicação para o seu negócio (seja sua música, sua página no Facebook, seu perfil no Instagram etc). Vamos propor exercícios que facilmente poderão ser feitos na “vida real”, ou seja, o aluno vai sair do curso com ideias e material para publicação.

.:: Sobre os docentes:
Marcos Lauro
Jornalista, atua na área de comunicação desde 2001. Já passou por redações como Viagem & Turismo, VIP e Rádio Eldorado. Atuou como editor da Billboard Brasil, colaborador da revista Rolling Stone Brasil e fundador/estrategista da Orfeu Digital, agência de marketing digital com foco em música.

Convidados:

_ Primeira noite
Patrícia Dornelas
Titita, nasceu em 1º de dezembro de 1970, em Recife, PE. Graduada em Engenharia pela UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco), pós graduada em Ciências da Engenharia Ambiental (USP). Abandonou a engenharia para fazer Relações Públicas. Formada pela Universidade Cásper Libero (SP), sua carreira como assessora de imprensa começou em julho de 2007. Responsável pela News Assessoria & Comunicação, que tem no seu portfólio clientes como Chico César, Bixiga 70, The Baggios, Festival Sons da Rua, Sampa Jazz Fest, Nômade Festival, Arena carnaval SP, Xuxa Levy e Lucas Santtana. Com foco na comunicação de atividades nas áreas de cultura e entretenimento, Patrícia assume de modo integrado toda a gestão de comunicação, englobando as diversas etapas desse processo: plano estratégico, coordenação de atividades, construção de conteúdos e assessoria de imprensa.

_ Segunda noite
Marcelo Costa
Editor do site de cultura pop Scream & Yell, um dos principais veículos independentes de cultura pop do país, no ar desde 2000. Já passou pelas redações do jornal Noticias Populares, e dos portais Zip.Net, UOL, Terra e iG, além de já ter colaborado com as revistas Billboard Brasil, Rolling Stone e GQ Brasil, e com a MTv Brasil, da qual foi colunista. Foi curador do projeto Prata da Casa, do Sesc Pompeia, do projeto Natura Musical, do Oi Pocket Show Rock in Rio, do The Art of Heineken e integra a APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) na categoria Música Popular desde 2012.

.:: Data: 09 a 30/05 – quintas-feiras, das 19h às 22h

.:: Investimento
Curso Completo:
R$ 300 _ até 20/04
R$ 340 _ após 20/04

Aula Avulsa:
R$ 90

.:: Inscrições: https://bit.ly/2WGsErI
.:: Faça sua inscrição pessoalmente sem taxas de conveniência: Rua Treze de Maio, 733 – Bela Vista – São Paulo – SP, das 14h às 22h >> aceitamos apenas débito e crédito à vista

> Pela Eventbrite é possível parcelar em até 24x (parcelas mínimas de R$5,00)


Lab Mundo Pensante
Rua Treze de Maio, 733 – Bela Vista – São Paulo – SP
Tel:. 5082-2657

abril 15, 2019   Encha o copo

Cinco castelos tchecos para visitar

Todos os anos, os castelos e palácios da República Checa fecham as portas durante o inverno, a maioria, para passar por um período de manutenção e cuidados. Tudo isso para reabrir no final de março e início de abril renovados e felizes em receber todos os visitantes. Aqui estão destacados cinco castelos e palácios tchecos que vale a pena visitar.

Palácio de Lednice
No palácio de Lednice você pode ver as magníficas salas cerimoniais, salas principescas privadas, um minarete árabe e até uma caverna com fantasmas, tudo dentro do território desta herança reconhecida pela UNESCO. O palácio de Lednice é a joia da área de Lednice-Valtice e um dos mais belos complexos góticos ingleses da Europa. Há diferentes rotas pelos interiores do castelo e você passará pelas salas de representação, visitará as suítes reais, quartos de pequenos príncipes e princesas e o Museu de Marionetes.

Palácio de Litomyšl
Desfrute do encanto da Renascença no Palácio Litomyšl. Uma bela decoração de grafiato, fachadas impressionantes, arcadas elegantes, um jardim romântico e um subterrâneo misterioso irão surpreendê-lo. Estas são apenas algumas das razões para visitar o Palácio Litomyšl. A residência representativa da linhagem Pernštejn pertence aos mais belos exemplos do estilo renascentista na República Tcheca. Quem aprecia a pureza da arquitetura hegemônica terá uma experiência maravilhosa. Todas essas qualidades garantiram inscrição na Lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO.

O Castelo de Český Krumlov
Você perderá a noção de tempo e espaço nesta pérola do patrimônio universal da UNESCO. Ao entrar, você sentirá que está voltando para a Idade Média. No perfil íngreme e rochoso onde, abaixo, serpenteia o rio Moldava, encontra-se o segundo maior complexo de castelo e palácio da República Tcheca: o Castelo e Palácio de Český Krumlov. Esta joia arquitetônica, juntamente com o centro da cidade, está inscrita na lista do Patrimônio Cultural e Natural da UNESCO desde 1922. Desfrute do seu Teatro Barroco e dos seus jardins históricos, bem como descubra os guardiões do palácio, os antigos ursos que vivem no fosso do castelo.

Castelo de Bouzov
Visite o castelo de Bouzov, joia romântica da Morávia Central, e volte aos tempos em que era a residência dos Cavaleiros da Ordem Teutônica!O castelo medieval Bouzov é um daqueles lugares da Morávia que você não deve perder. Muitos filmes foram rodados nos seus espaços, entre outros, uma série de histórias tchecas e também a Princesa Fantaghiro, uma obra italiana. Além disso, ao contrário de outras residências medievais, o castelo nunca caiu em ruínas. A partir do final do século XV, esteve nas mãos dos Cavaleiros da Ordem Teutônica

Castelo de Karlstein
Por último, mas não menos importante, convidamos você a visitar o castelo favorito do rei Carlos IV!. O Castelo de Karlstein ocupa um lugar excepcional entre os outros castelos tchecos. Foi construído pelo rei tcheco e imperador romano Carlos IV como uma dependência para depositar os tesouros reais e coleções das relíquias sagradas e as joias da coroa. Também é muito impressionante a ordenação dos edifícios do castelo, desde a aldeia ao pé do castelo até os palácios imperiais, onde ficam as torres, que vão surpreendê-lo pela sofisticação. Na Capela da Santa Cruz, você pode observar com calma as pinturas do Mestre Teodorico.Como um fato curioso, este é o castelo mais visitado do país e onde os tesouros reais foram mantidos.

Fotos: Escritório de Turismo da República Tcheca / Divulgação

Leia também:
– Diário de viagem: O bairro judeu e a vodka de maconha
– Diário de viagem: Perambulando nas ruazinhas de Praga
– Diário de viagem: em Praga, República Tcheca 2 x 1 Rússia

abril 2, 2019   Encha o copo

Textos mais lidos de Março 2019

TOP 10 MARÇO de 2019
01) Como foi o Psicodália 2019, por Rafael Donadio (aqui)
02) O cinquentenário de Flávio Basso, por Leo Vinhas (aqui)
03) Entrevista: Ladytron, por Renan Guerra (aqui)
04) Três discos fundamentais do Prodigy, por Bruno Leonel (aqui)
05) 10 anos de Radiohead ao vivo em SP, por Mac (aqui)
06) Discografia comentada: Paul McCartney, por Wilsera (aqui)
07) “The Dirt”,a história do Mötley Crüe, por Paulo Pontes (aqui)
08) Três séries: “A Louva-a-deus”, “Collateral” e “The Umbrella Academy”, por Adriano Costa (aqui)
09) Entrevista: Molho Negro, por Janaina Azevedo (aqui)
10) Discoteca Básica da revista Bizz, por Mac (aqui)

DOWNLOAD
01) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 15º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: Tributo a Milton Nascimento -> 36º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 41º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
02) Liam Gallagher x Noel Gallagher, por Herbert Moura (aqui)
03) A gênese do Die Antwoord, por Eduardo Lopes (aqui)

O EDITOR RECOMENDA
01) Entrevista: Joe Silhueta, por Leo Vinhas (aqui)
02) HQs: “Intrusos”, de Adrian Tomine, por Leonardo Tissot (aqui)
03) Três discos: SASAMI, Jessica Pratt, Sharon Van Etten, por Renan Guerra (aqui)

TOP 10 2019 – (Primeiro Trimestre)
01) Melhores de 2018: Top 7 Scream & Yell  (aqui)
02) Como foi o Psicodália 2019, por Rafael Donadio (aqui)
03) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
04) A ironia preguiçosa do Weezer, por Leo Vinhas (aqui)
05) Entrevista: Bernardo Vilhena, por Bruno Capelas (aqui)
06) O cinquentenário de Flávio Basso, por Leo Vinhas (aqui)
07) Cinema: “Infiltrado na Klan”, “Green Book” e “A Favorita” (aqui)
08) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank (aqui)
09) Discografia comentada: Paul McCartney, por Wilsera (aqui)
10) Kiko Dinucci fala de “Besta Fera”, por Carime Elmor (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

abril 1, 2019   Encha o copo

Textos mais lidos de Fevereiro de 2019

TOP 10 FEVEREIRO 2019
01) A ironia preguiçosa do Weezer, por Leo Vinhas (aqui)
02) Oscar: “A Esposa”, “Guerra Fria”, “Vice”, por Mac (aqui)
03) Top 7 Scream & Yell – Melhores do Ano (aqui)
04) Ao Vivo: “Ná 40”, Ná Ozzetti, por Renan Guerra (aqui)
05) Kiko Dinucci fala de “Besta Fera”, por Carime Elmor (aqui)
06) Oscar: “Infiltrado na Klan”, “Green Book” e “A Favorita” (aqui)
07) Entrevista: Gary Lee Conner, por Leonardo Tissot (aqui)
08) Oscar: Três filmes: “Bohemian Rhapsody”, “Um Lugar Silencioso” e “Nasce Uma Estrela”, por Mac (aqui)
09) Oscar: “No Portal da Eternidade”, “No Coração da Escuridão”, “Poderia Me Perdoar?”, por Mac (aqui)
10) Entrevista: Terno Rei, por Renan Guerra (aqui)

DOWNLOAD
01) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 19º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 49º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: “Conexão Latina” -> 77º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
02) Liam Gallagher x Noel Gallagher, por Herbert Moura (aqui)
03) Discografia comentada: Bob Dylan (aqui) 

O EDITOR RECOMENDA
01) Conexão Latina: Juan Olmedillo, por Leonardo Vinhas (aqui)
02) Shows: Courtney Barnett no Brasil, por Leonardo Tissot (aqui)
03) Entrevista: Fantastic Negrito, por Leonardo Vinhas (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

março 6, 2019   Encha o copo

Textos mais lidos de Janeiro 2019

TOP 10 JANEIRO 2019
01) Top 7 Scream & Yell – Melhores do Ano (aqui)
02) Entrevista: Bernardo Vilhena, por Bruno Capelas (aqui)
03) Netflix: “A Balada de Buster Scruggs”, “Springsteen on Broadway” e “Black Mirror: Bandersnatch”, por Mac (aqui)
04) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
05) Os 50 discos nacionais de 2018 para a APCA (aqui)
06) Entrevista: Teto Preto, por Renan Guerra (aqui)
07) Top 10: livros do século XIX, por M. R. Terci (aqui)
08) Cinema: “Infiltrado na Klan”, “Green Book” e “A Favorita” (aqui)
09) Cinema: “Gauguin – Viagem ao Taiti”, “Desobediência” e “Juliet, Nua e Crua”, por Mac (aqui)
10) Cinema: “Rasga Coração”, de Jorge Furtado, por Renan Guerra (aqui)

DOWNLOAD
01) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 31º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: “Omnia”, Borealis -> 45º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: “Conexão Latina” -> 50º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Original vs Versão: “The Passenger”, por Mac (aqui)
02) 11 points de cerveja artesanal em Buenos Aires, por Mac (aqui)
03) Discografia comentada: Bob Dylan (aqui)

VOTOS MAIS ABERTOS – MELHORES de 2018
01) Regis Tadeu (aqui)
02) Marcelo Costa (Scream & Yell) (aqui)
03) Lúcio Ribeiro (Popload) (aqui)
04) Leonardo Vinhas (Conexão Latina) (aqui)
05) Alexandre Matias (Trabalho Sujo) (aqui)
06) José Norberto Flesch (Destak) (aqui)
07) Carlos Eduardo Lima (História Por Música) (aqui)
08) Ricardo Seelig (Collector’s Room) (aqui)
09) Bruno Capelas (Estadão) (aqui)
10) Zema Ribeiro (O Imparcial) (aqui)

Todos os votantes

O EDITOR RECOMENDA
01) Entrevista: Pedro de Luna, por Bruno Lisboa (aqui)
02) Bebendo cerveja com Olavo Rocha (Lestics) (aqui)
03) Entrevista: Patricia Marx, por Renan Guerra (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

fevereiro 1, 2019   Encha o copo

Os 51 posts mais lidos no Scream & Yell em 2018

Em 12 meses, o total de visualizações do site foi de 1.350.632! As 51 páginas mais acessadas foram:

01) Melhores de 2017: Votação Scream & Yell (aqui)
02) Pastor Adélio: “Nick Cave é servo de Satanás” (aqui)
03) Radiohead ao vivo em SP, por Mac (aqui)
04) O rock nacional no mercado de raridades, por Mac (aqui)
05) Download: “Dois Lados”, tributo ao Skank  (aqui)
06) Balanço: Festival Psicodália 2018, por Rafael Donadio (aqui)
07) Os 50 discos nacionais de 2018 para a APCA (aqui)
08) 11 points de cerveja artesanal em Buenos Aires, por Mac (aqui)
09) Top 5: Discos produzidos por Carlos Eduardo Miranda (aqui)
10) Roger Waters no Brasil, por Daniel Tavares (aqui)

11) Original vs Versão: “The Passenger”, por Mac (aqui)
12) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
13) Três filmes: “Extraordinário”, “Assassinato no Expresso do Oriente” e “Os Meyerowitz”, por Mac (aqui)
14) “Bolsonaro é um retrocesso”, diz Setor Coletivo (aqui)
15)  Download: Tributo a Walter Franco (aqui)
16) Melhores Músicas do Radiohead, por Bruno Capelas (aqui)
17) Balanção Lollapalooza 2018, por Mac (aqui)
18)  Três discos: Lobão, Humberto Gessinger, Titãs, por Mac (aqui)
19) Discografia comentada: Bob Dylan (aqui)
20) Três docs: “Not Alone”, “Residente” e “One of Us”, por Renan (aqui)

21) Vote certo nas próximas eleições, por CEL (aqui)
22) Discografia comentada: Paralamas, por Leo Vinhas (aqui)
23) Discografia comentada: Ramones, por Leo Vinhas (aqui)
24) Download: Tributo a Belchior (aqui)
25) Ouça RAINDOWN, tributo ao Radiohead (aqui)
26) Entrevista: Paulo Sergio Vale, por Bruno Capelas (aqui)
27) Discografia comentada: Cássia Eller, por Bruno Capelas (aqui)
28) Discografia comentada: Paul McCartney, por Wilson Farina (aqui)
29) A gênese do Die Antwoord, por Eduardo H. Lopes (aqui)
30) Alemanha: Três cervejas da Kaiserdom, por Mac (aqui)

31) Entrevista: Kiko Zambianchi, por Marcos Paulino (aqui)
32) Seis cervejas Therezópolis, por Marcelo Costa (aqui)
33) A temporada 4 de Black Mirror, por Mac (aqui)
34) Download: tributo a Milton Nascimento (aqui)
35) Boteco: 11 IPAs nacionais, por Marcelo Costa (aqui)
36) Como o Arctic Monkeys salvou o rock, por Palandi (aqui)
37) Assista: Fellini ao vivo em Brasília, 1998 (aqui)
38) Entrevista: Humberto Gessinger, por Fernando Cesarotti (aqui)
39) Cinco monólogos clássicos do cinema, por Mac (aqui)
40) Entrevista: Nando Reis, por Marcos Paulino (aqui)

41) Filmes: A Jovem Rainha, A Criada, Elle, por Mac (aqui)
42)  Download: Ouça e baixe o disco de Manoel Magalhães (aqui)
43)  Três filmes: “A Grande Aposta”, “Roman J. Israel, Esq.” e “Trama Fantasma” (aqui)
44) Entrevista: AmyJo Doh & The Spangles, por Mac (aqui)
45) Três documentários: “Sepultura”, “Time Will Burn” e “Dorsal Atlântica”, por Mac (aqui)
46) O rock nacional anos 80 e a Censura Federal (aqui)
47) “In Raibows”, do Radiohead, por Alexandre Matias (aqui)
48) Três filmes: “Destino de Uma Nação”, “The Post”, “A Forma da Água” (aqui)
49) 1968/2018: 50 discos que completam 50 anos!, por Mac (aqui)
50) Discografia comentada: The Cure (aqui)
51)  Entrevista: Sara Driver fala sobre Basquiat, por Renan Simão (aqui)


Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

janeiro 14, 2019   Encha o copo

Uma Feira de Discos no Sesc Santo Amaro

Grande estrela da indústria da música dos anos 60 aos anos 90, o vinil vem ganhando cada vez mais espaço no mundo atual, uma crescente retomada que viu surgir dezenas de novos selos musicais no país tanto quanto valorizar os velhos bolachões do século passado, que, usados, passaram a retornar às vitrolas de um novo público cada vez mais interessado tanto em raridades quanto em novos lançamentos.

Visando atender a esse público tanto quanto mostrar (na prática) para àqueles que ainda não têm ideia de que os discos de vinil movimentam um grande mercado na atualidade, a Feira de Discos SESC Santo Amaro, produzida por Marcelo Costa (Scream & Yell), Rafael Cortes (Assustado Discos) e Beth da Matta reunirá no próximo dia 19 dezembro lojistas, selos e vendedores especializados apresentando lançamentos, raridades e pechinchas num dia que ainda contará com sets de renomados DJs militantes na cultura do vinil.

Os expositores serão, por ordem alfabética:

Loop Play Discos: Os responsáveis pela loja Aqui Jazz Discos também assumem o selo independente paulistano Loop Play, que já lançou discos de vinil de Mamelo Sound System, Café Preto e M.Takara & R. Brandão. Na feira, a Loop Play Discos estará com seus lançamentos e uma seleção de discos de Jazz, Soul, Rap e música brasileira.

Assustado Discos: selo musical de Recife criado em 2011 com mais de 25 lançamentos no catálogo (entre eles, discos de BNegão, Pin Ups, Lucas Santtana, Kiko Dinucci e Eddie);

EAEO Records: Selo musical criado em 2015 com o objetivo produzir e difundir trabalhos de todo o país. Tem em catálogo discos do Cidadão Instigado, Mano Brown e Siba;

Goma Gringa: dois franceses residentes de SP que criaram o selo em 2013 para relançar um disco de Fela Kuti; Hoje tem cerca de 20 lançamentos (entre eles, Metá Metá e Juçara Marçal);

Locomotiva Discos: Loja criada em 2011 no centro de São Paulo que se tornou uma das principais referencias de venda de vinis novos no Brasil. Também atua como selo.

Sub Discos: É uma loja no centro da cidade, especializada em Punk, Pós Punk, New Wave e Avant-Garde em geral. Um dos donos da loja cuida também do selo Nada Nada Discos.

Patua Discos: Criada pelos DJs Paulão e RamiroZ, esta nova loja oferece tanto raridades como os títulos indispensáveis para qualquer coleção. Especializados em música brasileira e grooves.

Sensorial Discos: Com nova localização, na Galeria Ouro Velho, na Rua Augusta, esta loja de discos tradicional está no mercado a mais de 10 anos com um catálogo vasto de lançamentos.

Sub-Solo Discos: Loja localizada na Praça Benedito Calixto que é tradicional presença em feiras de discos de vinil no estado de São Paulo

Vinil SP – Vicente: Loja de discos localizada na Galeria Nova Barão, centro, que trabalha com discos raros, mas também tem um acervo vasto de discos populares.

DJs:
Tata Ogan: 12h as 13h45 A DJ, percussionista e produtora musical iniciou suas pesquisas musicais em 1998, dando início à uma pesquisa de discotecagem que mistura a música afrobrasileira, nordestina, africana, latina, MPB contemporânea e o underground eletrônico europeu. Tata já contabiliza mais de 2 mil discotecagens em toda a sua carreira;

Mista Luba: 13h45 as 15h30 Atualmente trabalha como DJ para o grande rapper Rincon Sapiência, mas desde 2004 faz shows pelo mundo, mantendo a cultura do DJ viva. Também formou junto com Dj Fab 7 o Lunattackz djs que é um duo de djs produtores e turntablistas;

Gabriel Thomaz: 15h30 as 17h – Músico e compositor. Nos anos 90, formou a banda brasiliense Little Quail & The Mad Birds e tocou também no Acabou La Tequila. Hoje é guitarrista e vocalista do Autoramas – com quem já fez shows em 20 países pelo mundo e todos os Estados do Brasil – e também do projeto Lafayette & Os Tremendões. Como DJ, Gabriel é especializado em sets com compactos de vinil de 7 polegadas tocando clássicos e canções obscuras da Jovem Guarda, dos primórdios do rock e da New Wave.

janeiro 8, 2019   Encha o copo

Meu 2018 musical segundo a LastFM

O balanço completo pode ser visto em detalhes aqui e aqui rola comparar como foi o meu 2016 e os 25 discos que mais ouvi nos últimos três anos (ano a ano).

janeiro 5, 2019   Encha o copo

Um resumo do meu 2018 cervejeiro

janeiro 4, 2019   Encha o copo