Selo Scream & Yell: “Omnia”, Borealis

OMNIA: “tudo”, em latim. O título do terceiro álbum do Borealis prediz a intenção declarada de resumir em 10 faixas tudo que cabe no universo musical do projeto. A empreitada de “música eletrônica instrumental ruidosa” passa aqui pelo noise dançante (“Swoon”, “Haçienda”), irrompe por entre avalanches de feedback & reverb (“Swallowed”, “[Breaking] the Waves”, “Turf Rock”), arrisca um pé no pop saltitante (“Almost There”), engata um motorik de leve numa autobahn imaginária (“Ride”, “Summer”) e flutua pelo lado mais sombrio do synthpop (“D.B.”). Composto, tocado, produzido e mixado pelo músico & jornalista Marco Antonio Barbosa, “Omnia”, como o resto da discografia do Borealis – disponível em borealis1.bandcamp.com – foi feito em casa, com fé em um laptop & pé na tábua. E sintetiza as ideias acumuladas nos três anos desde o último álbum, “Post Solis”, de 2016, período no qual o Borealis lançou dois singles e fez a trilha sonora para o espetáculo teatral “Atafona – O Fim”.

por Marco Antonio Barbosa

***

Primeiro lançamento do Selo Scream & Yell em 2019, e 17º no catálogo do site, “Omnia”, do Borealis, surge para ampliar o leque musical do selo, que, no quesito de lançamentos exclusivos, abriga o grunge stoner da Walverdes (“AoVivo@Asteroid”), o punk rock cristão português d’Os Lacraus (“O Velho Arsenal”), o pop rock mineiro da Transmissor (“De Lá Não Ando Só”), o charme paulista paraense de Natália Matos (“Natália Matos”), o cancioneiro folk de Giancarlo Rufatto (“EP Record Store Day”) e de Leonardo Marques (“Curvas, Lados, Linhas Tortas, Sujas e Discretas”), o samba paraense de Antônio Novaes (“Gito”) e o pop cerebral de Marcelo Perdido (“Inverno”), isso sem contar todos os álbuns tributo e homenagens. O jargão “tem música para todos os gostos” até caberia, mas prefiro “muita música para quem gosta de música”. Nesse contexto, Marco Antonio Barbosa, através da Borealis (nome inspirado em um timbre de synth), chuta os limites do selo para longe e oferece ambient electronic instrumental (com ecos de Cure, New Order, Joy Division) atravessada por noise, shoegaze, drone, motorik, minimalismo, repetição. E está há um clique do mouse. Você pode baixar via Mediafire abaixo ou ouvir online (com download disponível) no Bandcamp (que ainda traz os lançamentos anteriores da Borealis). Divirta-se.

por Marcelo Costa

DOWNLOAD GRATUITObaixe “OMNIA” em MP3 320 via Mediafire aqui

“Omnia” é o 17º lançamento do Selo Scream & Yell. Os anteriores foram o álbum “Conexão Latina“, o single “A Comida”, d’Os Cleggs; “Um Grito Que Se Espalha – Tributo a Walter Franco”, “As Lembranças São Escolhas”, que comemora 30 anos de música e jornalismo de Dary Jr (Lorena Foi Embora, Terminal Guadalupe, Rosablanca e Dario Julio & Os Franciscanos), “Dois Lados”, um tributo ao Skank, e, ainda, “Sem Palavras”, apenas com bandas instrumentais, em abril de 2017 (baixe aqui). Conheça também “Faixa Seis” e “Brasil Tambien És Latino” (artistas latinos gravando canções brasileiras), “Ainda Há Coração” (em tributo a Alceu Valença), “Caleidoscópio” (em homenagem aos Paralamas do Sucesso), “Temperança” (Um Manifesto Contra o Ódio), “Ainda Somos os Mesmos” (em homenagem ao Belchior), “Espelho Retrovisor” (Engenheiros do Hawaii), “Mil Tom” (a Milton Nascimento), “Projeto Visto” (uma troca musical entre brasileiros e portugueses) e “Somos Todos Latinos” (com 16 artistas independentes brasileiros regravando temas pop e rock dos países de idioma espanhol).  O site já havia lançado anteriormente álbuns de Antonio NovaesGiancarlo RufattoLeonardo MarquesMarcelo PerdidoNatália MatosTransmissorOs Lacraus e Walverdes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.