Selo Scream & Yell: “Emerge el Zombie”, El Zombie (ARG)

por Leonardo Vinhas 

O El Zombie é uma banda argentina que, desde 2003, entrega uma combinação de ska, rock, rockabilly e swing assumidamente inspirada por ares “noventosos”. Estradeira por vocação, já fez turnês nos EUA, México e Brasil, além de seu país natal. Na última passagem brasileira, em 2018 – a primeira com a formação atual – desenvolveram uma relação afetiva com o país, que passou a fazer parte de seu imaginário.

Essa relação inspirou o lançamento brasileiro de “Emerge el Zombie” pelo Selo Scream & Yell, primeiro registro ao vivo da banda. O show aconteceu em 30 de janeiro de 2020 na sede do centro cultural El Emergente localizada no bairro de Abasto, em Buenos Aires, Interessado em captar a banda em sua forma mais crua e sincera, o guitarrista e vocalista Guillermo Vega achou melhor só contar para a banda que haveria gravação quando todos já estavam a postos para o show.

Vega e o baixista Mauricio “Mao” Raggio são os únicos integrantes da formação original que permanecem na banda. Porém, a atual – completada por Agus Palpebra (voz), Pablo Kemmler (bateria), Daniel Vega (irmão de Guille, teclados) e Mauricio Habib (sax) – está junta desde 2015 e é a que se mantém mais estável na história da banda. “Com essa formação, encontramos um espaço no qual cada integrante pode trazer algo seu para o som, e isso forma a nossa identidade atual”, contou Raggio em uma entrevista em 2018.

A ideia do disco da gravação virar disco acabou acontecendo após uma troca de mensagens entre Vega e este que vos escreve. Vega propôs lançar um single e eu questionei: “e por que não o show todo?”. Decidimos que não haveria nenhuma regravação ou “maquiagem” de estúdio, apenas a masterização, tarefa para a qual convidamos Jota Wagner, agitador cultural jundiaense, DJ, produtor e integrante da banda Burt Reynolds.

À exceção de “1930” e “Thanks Lord”, presentes no último álbum de estúdio lançado pelo El Zombie, “Amanece”, o repertório é todo inédito. Inclui outras quatro faixas autorais e uma versão de “Love and Hate”, da banda francesa Mano Negra (e não deixa de ser curioso que a letra, carregada de desejo heterossexual na interpretação original de Manu Chao, seja aqui cantada sem maiores conotações por Agus Palpebra). Foi incluída, como faixa bônus, uma versão acústica (em estúdio) de “Tengo Ganas”, um dos singles recentes da banda.

“Emerge el Zombie” é uma pequena celebração da música ao vivo, e também uma homenagem da banda ao público brasileiro. Sabe-se lá quando poderemos voltar a ver shows, menos ainda quando teremos turnês de bandas estrangeiras – isso se o fato de termos um presidente demencial e genocida não nos custar ainda um bloqueio de outros países. Porém, se o futuro é incerto, no presente há um “regalo” para quem quer dançar e viver, mesmo com os limites do isolamento social. Para esses, “Emerge el Zombie”. Baixe o disco!

BAIXE “EMERGE EL ZOMBIE” GRATUITAMENTE CLICANDO AQUI (MEDIAFIRE)

“Emerge El Zombie”:

Gravado ao vivo em 20 de janeiro de 2020 em El Emergente – Abasto (Buenos Aires, Argentina).

Guillermo Vega: guitarra e voz
Agus Palpebra: voz
Mao Raggio: baixo
Pablo Kemmler: bateria
Mauricio Habib: sax
Daniel Vega: teclados

Mixagem: Guillermo Vega
Masterização: Jota Wagner no estúdio Sala das Máquinas (Jundiaí – SP)
Arte de capa por Bruno Honda Leite
Edição e finalização do vídeo: André Pagnossim
Fotos do show: Pablo Chamarra (FotoPabli)
Coordenação geral do projeto: Leonardo Vinhas

Selo: Scream & Yell

Agradecimentos: Jota Wagner, André Pagnossim, Beto Vizzotto, Cíntia Vizzotto, Gabriel Thomaz, Érika Martins, Bruno Honda Leite e Pablo Hierro.

– Leonardo Vinhas (@leovinhas) assina a seção Conexão Latina (aqui) no Scream & Yell.

CATÁLOGO COMPLETO DO SELO SCREAM & YELL

SY00 – “Canção para OAEOZ“, OAEOZ (2007) com De Inverno Records
SY01 – “O Tempo Vai Me Perdoar”, Terminal Guadalupe (2009)
SY02 – “AoVivo@Asteroid”, Walverdes (2011)
SY03 – “Ao vivo”, André Takeda (2011)
SY04 – “Projeto Visto: Brasil + Portugal” (2013)
SY05 – “EP Record Store Day”, Giancarlo Rufatto (2013)
SY06 – “Ensaio Sobre a Lealdade”, Rosablanca (2013)
SY07 – “Ainda Somos os Mesmos”, um tributo à Belchior (2014)
SY08 – “De Lá Não Ando Só”, Transmissor (2014)
SY09 – “Espelho Retrovisor”, um tributo aos Engenheiros do Hawaii (2014)
SY10 – “Projeto Visto 2: Brasil + Portugal” (2014)
SY11 – “Somos Todos Latinos” (2015)
SY12 – “Mil Tom”, um tributo a Milton Nascimento (2015)
SY13 – “Caleidoscópio”, um tributo aos Paralamas do Sucesso (2015)
SY14 – “Temperança” (2016)
SY15 – “Ainda Há Coração”, um tributo à Alceu Valença
SY16 – “Brasil También Es Latino” (2016)
SY17 – “Faixa Seis” (2017)
SY18 – “Sem Palavras I” (2017)
SY19 – “Dois Lados”, um tributo ao Skank (2017)
SY20 – “As Lembranças São Escolhas”, canções de Dary Jr. (2017)
SY21 – “O Velho Arsenal dos Lacraus”, Os Lacraus (2018)
SY22 – “Um Grito que se Espalha”, um tributo à Walter Franco (2018)
SY23 – “A Comida”, Os Cleggs (2018)
SY24 – “Conexão Latina” (2018)
SY25 – “Omnia”, Borealis (2019)
SY26 – “Sem Palavras II” (2019)
SY27 – “¡Estamos! – Canções da Quarentena” (2020)
SY28 – “Emerge el Zombie – En Vivo”, El Zombie (2020)

Discos liberados para download gratuito no Scream & Yell:
01 – “Natália Matos”, Natália Matos (2014)
02 –  “Gito”, Antônio Novaes (2015)
03 – “Curvas, Lados, Linhas Tortas, Sujas e Discretas”, de Leonardo Marques (2015)
04 – “Inverno”, Marcelo Perdido (2015)
05 – “Primavera Punk”, Gustavo Kaly e os Hóspedes do Chelsea feat. Frank Jorge (2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.