Download: Temperança (2016)

.

.

TEMPERANÇA: UM MANIFESTO CONTRA O ÓDIO

Temperança é a nova necessidade​ ​do Brasil. O​ ​confronto de ideias​ ​chegou a tal ponto que o simples ato de pensar ou ser diferente está cada vez mais perigoso. Resultado: ​racismo, misoginia e homofobia, por exemplo, foram, em grande medida, banalizados e tornaram-se crimes do cotidiano.​ O​ ​recrudescimento​ ​do espírito fascista​, fruto dessa negação do outro, ​decorre ou se aproveita​ d​o açodamento dos ânimos​. De tanto pensar nisso, há algum tempo, em meados de 2015, pensei em fazer um álbum temático sobre a urgência de mais tolerância. Quando estava com 1/3 das composições prontas, ponderei que certamente haveria outros com percepção semelhante. Foi aí que abandonei o projeto individual e consultei meus amigos sobre uma tarefa coletiva: lançar uma coletânea com canções contra o ódio e em defesa da coexistência pacífica. Todos toparam. As visões de mundo são parecidas, mas não homogêneas. Isso fica evidente nas observações que os 13 cantautores reunidos aqui fazem sobre pessoas, governos, empresas e meios de comunicação. O recado, porém, é um só: calma, gente, que o outro existe, sim. Portanto, também precisa ser ouvido e respeitado, assim como estas canções. Afinal, como bem canta Camila Barbalho, não somos nós o outro de alguém? Receba o nosso manifesto de coração desarmado e cabeça aberta. Muitos podem até não querer, mas precisam ouvir isso. Como nunca.

Dary Jr.
cantor e compositor da banda Dario Julio & Os Franciscanos
produtor executivo e curador da coletânea “Temperança – Um manifesto contra o ódio”

*****

Quando as manifestações de junho de 2013 eclodiram, eu estava em um hostel em Estocolmo e não acreditava que pudéssemos voltar a lutar por direitos como nos anos 60 (quando se ia às ruas até contra a guitarra elétrica), pois havíamos sido silenciados por uma ditadura violenta. Passei madrugadas em Estocolmo acompanhando as manifestações e ajudando no que conseguia: retuitando informações, indicando postos de ajuda para pessoas agredidas pela PM, ampliando a informação de que, sim, o povo estava lutando. Alguns dias depois parti para Delft, cidadezinha holandesa que é a terra natal do pintor Johannes Vermeer. Certo dia num café, uma senhora holandesa puxou conversa. Assim que soube que eu era de São Paulo, comentou: “As coisas estão sérias lá, hein”. O papo animado (vinis x CDs, Johnny Cash, espuma da cerveja) durou meia-hora, e ela se despediu pedindo: “Tome cuidado quando voltar. Estou acompanhando pela TV. É muito bom ver o povo reagindo”. Ela estava correta. É muito bom ver o povo reagindo, mas não se deve confundir reação com agressão. Talvez esse momento seja fruto de nossa imaturidade política – no sentido mais amplo da palavra grega – pois a ditadura tirou de nós por 21 anos (1964/1985) o poder de opinar nos rumos da terra que nascemos e amamos, e ainda estamos reaprendendo a exercer nossos direitos de cidadãos, muitas vezes de forma exagerada e nada respeitosa para com o outro, que pensa e deseja um país diferente. Não devemos nunca deixar de discutir, criticar, argumentar, manifestar. Mas precisamos respeitar diferenças, precisamos de equilíbrio nas ideias, precisamos de… Temperança.

Marcelo Costa
Jornalista e editor do site Scream & Yell

*****

DOWNLOAD GRATUITO DE “TEMPERANÇA” EM MP3: RAR / ZIP

*****

*****

TEMPERANÇA – QUEM É QUEM

1. “O Outro” – Camila Barbalho (B3 e Suzana Flag, PA)
2. “Minha Rua” – Fábio Della (Monocine, MG)
3. “E Agora, João?” – Habacuque Lima (Ludov, SP)
4. “Rinocerontes” – Diogo Soares (Los Porongas, AC)
5. “Em Cada Esquina” – Nico And Me (projeto do guitarrista e vocalista Sandro Malk, AP)
6. “No Meio da Multidão (Credo!)” – CroonerDee (Oneide Diedrich, ex-Pelebrói Não Sei?, PR)
7. “Tchau, Jornal” – André L. R. Mendes
8. “Misérias” – Bruno Sguissardi (Anacrônica, PR)
9. “Mais do Mesmo” – Beto Cupertino (ex-Violins, prepara o disco solo “Tudo Arbitrário” com campanha para financiar a gravação via Kickante)
10. “Doce Fel” – Laranja Label (projeto de Edu Mazurca, da banda Cromonato, DF)
11. “Caixa-Forte” – Marcelo Perdido (carioca radicado em SP e a caminho de Portugal)
12. “Estrelas Vermelhas” – Rafael Souza (A Inimitável Fábrica de Jipes, PR)
13. “Enquanto Você Ri” – Dario Julio & Os Franciscanos (Dary Jr., ex-Terminal Guadalupe, DF)

A arte (capa e contracapa) é assinada por Benett
Contato: Dary Jr (produtor executivo): temperanca2016@gmail.com
Edição e masterização: Fabio Della
Lançamento: Scream & Yell

“Temperança” é o sétimo álbum inédito oferecido pelo Scream & Yell: os anteriores foram “Ainda Somos os Mesmos” (em homenagem ao Belchior), “Espelho Retrovisor” (Engenheiros do Hawaii, que já ultrapassou a marca de 21 mil downloads), “Mil Tom” (a Milton Nascimento, próximo dos 20 mil downloads), “Projeto Visto” (uma troca musical entre brasileiros e portugueses), “Somos Todos Latinos” (com 16 artistas independentes brasileiros regravando temas do cancioneiro pop e rock dos países de idioma espanhol) e “Caleidoscópio“, um tributo ibero-americano aos Paralamas do Sucesso. O site também já disponibilizou álbuns de Antonio Novaes, Giancarlo Rufatto, Leonardo Marques, Marcelo Perdido, Natália Matos, Transmissor e Walverdes.

Texto publicado na(o) segunda-feira, janeiro 4th, 2016 e arquivado na seção Destaques, Música, Download. Você pode acompanhar os comentários postados aqui através do FEED RSS 2.0.


3 Responses to “Download: Temperança (2016)”

  1. Nicky

    Olá, pessoal! Gostaria de parabeniza-los pelo projeto! É disso mesmo que precisamos, temperança. Gostaria de saber se pensam em disponibilizar as letras das músicas, posteriormente.

  2. Mac

    Oi NIcky, cobrança importante sua. Estamos inserindo no Soundcloud as letras que já nos foram enviadas, tá.

Trackbacks

  1. » Músicos lançam canções contra o ódio

Leave a Reply