20 discos que completam 20 anos em 2017

por Marcelo Costa

Dando sequencia a série Scream & Yell Discos, parceria com a produtora Casa Inflamável, que rememora (e comemora) datas de aniversário marcantes de lançamentos de discos e que começou com os discos com 50 anos (1967) e se seguiu com 40 discos com 40 anos (1977) e 30 discos com 30 anos (1987), agora é a vez de relembrar a poderosa safra de 1997, dificultando um pouco mais a seleção com um total de 20 discos que estão completando (muitos já completaram) 20 anos de lançamento em 2017.

Se eles escolher 50 discos de 1967 já não sou fácil e 30 discos de 1987 parecia impossível, 20 discos de 1997 é quase uma tortura: a lista começou com quase 40 discos, e fui cortando, cortando, cortando até chegar a… 30. E como excluir 10 de uma lista que já parecia completa? Seguimos em frente e a lista abaixo reflete apenas a opinião do editor do Scream & Yell, o que, por outro lado suscita a oportunidade dos comentários dos leitores e suas listas próprias, que irão lançar luz sobre muitos álbuns que ficaram de fora.

Por exemplo: será que “Album of the Year”, do Faith no More, não merecia uma vaga no Top 20? E “Zaireeka”, o disco quadruplo do Flaming Lips que só poderia ser ouvido integralmente se tocado em quatro CDs players simultâneos? “Dots And Loops” é um grande disco do Stereolab e “Dig Me Out” um dos melhores do Sleater-Kinney. Merecem? E que tal “Flaming Pie”, de Paul McCartney? E o segundo do Portishead? E “Isola”, um grande disco do Kent? E “The Mollusk”, do Ween, merecia entrar? E o EP “A Short Album About Love”, do The Divine Comedy? E o “Pop”, do U2? Se qualquer um deles entrasse no Top 20, qual sairia?

E na lista nacional, a estreia do Só Pra Contrariar merece entrar no Top 20? No lugar de “Livro”, do Caetano? E os “MTv ao Vivo” de Titãs e Gal Costa, valem mesmo sendo discos ao vivo? Alguém se lembra de “Nascimento”, do Milton? E de “Ao Cair da Tarde”, de Ney Matogrosso? E o último disco de estúdio da carreira do Tim Maia? E a grande estreia do Virgulóides? 1997 também é ano de “Todomundo”, segundo álbum de Vinny (isso mesmo: “Heloisa Mexe a Cadeira” está completando 20 anos!). Abaixo assista ao programa e confira o meu Top 20 pessoal, nacional e gringo. E deixe o seu Top 3 (ou, se estiver animado(a)), o seu Top 20.

01. Spiritualized – “Ladies and Gentlemen We’re Floating in Space” – 16/06
02. Radiohead – “OK Computer” – 16/06
03. Nick Cave & The Bad Seeds – “The Boatman’s Call” – 02/03
04. The Verve – “Urban Hymns” – 29/09
05. Buena Vista Social Club – “Buena Vista Social Club” – 16/09
06. Mogwai – “Young Team” – 27/10
07. Bob Dylan – “Time Out of Mind” – 30/09
08. Elliott Smith – “Either / Or” – 25/02
09. The Chemical Brothers – “Dig Your Own Hole” – 07/04
10. Prodigy – “The Fat of the Land” – 30/06
11. Blur – “Blur” – 10/02
12. Pavement – “Brighten The Corners” – 11/02
13. Oasis – “Be Here Now” – 21/08
14. Super Furry Animals – “Radiator” – 25/08
15. Yo La Tengo – “I Can Hear the Heart Beating as One” – 22/04
16. Foo Fighters – “The Colour and the Shape” – 20/05
17. Supergrass – “In It for the Money” – 21/04
18. Teenage Fanclub – “Songs From the Northern Britain” – 29/07
19. Gorky’s Zygotic Mynci – “Barafundle” – 07/04
20. Björk – “Homogenic” – 22/09

01. Racionais MC’s – “Sobrevivendo no Inferno”
02. Júpiter Maçã – “A Sétima Efervescência”
03. Devotos – “Agora Tá Valendo”
04. Charlie Brown Jr. – “Transpiração Contínua Prolongada”
05. Planet Hemp – “Os Cães Ladram mas a Caravana Não Pára”
06. Ratos de Porão – “Carniceria Tropical”
07. Ed Motta – “Manual Prático para Festas, Bailes e Afins”
08. Vitor Ramil – “Ramilonga – A Estética do Frio”
09. Lenine – “O Dia em Que Faremos Contato”
10. É o Tchan – “É o Tchan do Brasil”
11. Karnak – “Universo Umbigo”
12. Cassia Eller – “Veneno AntiMonotonia”
13. Engenheiros do Hawaii – “Minuano”
14. Banda Eva – “Banda Eva Ao Vivo”
15. Herbert Vianna – “Santorini Blues”
16. Lulu Santos – “Liga Lá”
17. Legião Urbana – “Uma Outra Estação”
18. Rita Lee – “Santa Rita de Sampa”
19. Caetano Veloso – “Livro”
20. Gabriel o Pensador – “Quebra-Cabeça”

– Marcelo Costa (@screamyell) edita o Scream & Yell e assina a Calmantes com Champagne

16 thoughts on “20 discos que completam 20 anos em 2017

  1. eu entrei nessa lista só de olho pra ver se a Björk estaria ali, fico aliviado que ela sobreviveu aos cortes, rs. eu realmente colocaria o disco do Sleater-Kinney no meu top 10, pois eu acho o “Dig Me Out” o melhor delas. enfim, uma coisa: acredito que o de 1997 do Portishead, é o segundo disco deles, o primeiro é o “Dummy”, de 1994, não?

    sobre os nacionais, concordo com quase tudo, especialmente esse banda Eva aí na lista hahaha e fiquei chocado que o “Ramilonga” já tá fazendo 20 anos!

  2. Meu TOP 5

    Internacional

    1 -Radiohead – “OK Computer”
    2- Prodigy – “The Fat of the Land”
    3- Buena Vista Social Club – “Buena Vista Social Club” – 16/09
    4 – The Verve – “Urban Hymns”
    5- The Chemical Brothers – “Dig Your Own Hole”

    Nacional

    1- Racionais MC’s – “Sobrevivendo no Inferno”
    2- Lenine – “O Dia em Que Faremos Contato”
    3- Charlie Brown Jr. – “Transpiração Contínua Prolongada”
    4- Karnak – “Universo Umbigo”
    5- Planet Hemp – “Os Cães Ladram mas a Caravana Não Pára”

    06. Ratos de Porão – “Carniceria Tropical”
    07. Ed Motta – “Manual Prático para Festas, Bailes e Afins”
    08. Vitor Ramil – “Ramilonga – A Estética do Frio”

    10. É o Tchan – “É o Tchan do Brasil”

  3. os que mais ouvi, e não em ordem:

    Oasis – Be Here Now
    The Verve – Urban Hymns
    Offspring – Ixnay On The Hombre
    Green Day – Nimrod
    Faith No More – Album Of The Year
    Raimundos – Lapadas do Povo
    Metallica – Reload

    faltou citar: Quebra-Cabeça do Gabriel, O Pensador
    2345meia78 e Cachimbo da Paz bombaram na MTV!!!

  4. Ótima lista. Os que não vi aí, que pessoalmente gosto bastante:
    1 – Lifetime – Jersey’s Best Dancers
    2 – Hot Water Music – Forever and Counting
    3 – Zeca Pagodinho – Hoje é Dia de Festa
    4 – Company Flow – Funcrusher Plus
    5 – Notorious B.I.G. – Life After Death
    6 – Pennywise – Full Circle
    7 – NOFX – So Long and Thanks For All The Shoes
    8 – The Promise Ring – Nothing Feels Good
    9 – Refused – Songs to Fan the Flames of Discontent
    10 – The Dismemberment Plan – Is Terrified

  5. Realmente foi um excelente ano para o pop internacional, a MTV entrava no que considerosua melhor fase, vc ligava na emissora e tinha trabalhos do Spike Jonze e Michel Gondry a cada par de minutos.

    Radiohead, Nick Cave, Blur, Chemical Brothers, Pavement, Primal Scream, Mogwai e principalmente Bjork, laçando discos fundamentais.

    Agora, a pop nacional já era de chorar de tão ruim, com lumiares como CBjr (pior banda de todos os tempos), Banda Eva e o Tchan, até o Mano Brown andou fazendo um mea culpa quanto ao Racionais dessa época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *