Borderlinerz, Fábrica de Jipes, Little Quail

Por Marcelo Costa

Três bons lançamentos independentes que trazem o terceiro disco dos paulistas do Borderlinerz, o segundo disco dos paranaenses d’A Inimitável Fábrica de Jipes e uma coletânea da histórica banda brasiliense Little Quail and the Mad Birds.

“A Verdade Sobre a Mentira”, Borderlinerz (Objeto Sonoro)
Uma definição do debute, “Elvis” (2003), indicava o som do Borderlinerz para quem tivesse: A) Lido e decorado o “Mate-me Por Favor” B) Mais de cinco tatuagens C) Algum disco do Johnny Thunders e/ou New York Dolls. A brincadeira restringia o público, mas dava uma boa idéia das intenções do agora trio Borderlinerz, que chega a este bom terceiro disco mantendo as guitarras afiadas em canções como “Medo”, “1 Segundo” e “Nada”. Das 14 canções, apenas uma ultrapassa os três minutos. Ao vivo deve render muito.
Preço em média: R$ 19
Nota: 7
Site Oficial: http://www.borderlinerz.com.br (Download Gratuito)

“Canções Despedaçadas Para Juntar Os Cacos”, A Inimitável Fábrica de Jipes (Pisces)
De nome estranho e interessante surge de Maringá uma bela surpresa para o cenário nacional. Em seu segundo álbum, A Inimitável Fábrica de Jipes exibe um rock ensolarado e assoviável que remete a Weezer e Teenage e já conquistou gente como o Terminal Guadalupe, que gravou “Síndrome de Estocolmo”, um dos prováveis hits desconhecidos deste álbum, em seu registro ao vivo “Como Despontar para o Anonimato”. São 11 canções de sabor pop inquestionável que merecem a sua atenção. Ouça com carinho e junte os cacos.
Preço em média: 15 (no site oficial incluindo correio)
Nota: 7
Site oficial: http://www.inimitavel.com

“Little Quail and the Mad Birds”, Little Quail and the Mad Birds (Laja Rekord’s)
Versão moleque dos Autoramas, o Little Quail estava no lugar certo (o selo Banguela), na hora certa (o começo dos anos 90), mas por algum capricho do mercado, não teve o devido reconhecimento (o Raimundos ganhou o público, o Mundo Livre fisgou a crítica). Esta coletânea bacanuda coloca alguns pingos nos is. Faltam coisas essenciais como “Samba do Arnesto”  e “A Alegria”, mas as versões ao vivo de “Essa Menina” e “Família Que Briga Unida”, a rara “Elvis Não” e o vasto material multimídia compensam.
Preço em média: R$ 15
Nota: 8,5
Site da Laja Record’s: http://www.laja.com.br

2 thoughts on “Borderlinerz, Fábrica de Jipes, Little Quail

  1. é, mac. lá vamos nós baixar os dois primeiros em casa. i mean, baixar o borderlinerz e comprar o fábrica de jipes.
    assustei com o 8,5 do little quail.
    eu já o tenho há algum tempo, não achei essa coca cola toda não.

    eu daria no máximo uma nota 6,02 x 10 (a menos 23).

  2. Realmente, o Little Quail apesar de histórico não vale um 8,5 não. Realmente uma bela surpresa essa Inimitável Fábrica de Jipes…se eles fossem do Rio ou São Paulo certamente seriam mais conhecidos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.