#PremierFaro: “La Flor de La Manzana”, de Nacho Vegas

Teremos que esperar até o início de 2022 para ouvir o novo álbum do espanhol Nacho Vegas que será lançado pelo selo Oso Polita. Mas já podemos desfrutar de “La Flor de La Manzana”, uma peça com a qual o asturiano se atreve a experimentar os ares latinos e rítmicos que o aproximam da bomba porto-riquenha, do debow e do reggaeton dominicano.

A canção é liricamente inspirada na demissão e conseqüente greve de fome de um grupo de trabalhadores do porto de Xixón, ocorrida durante o pior momento da pandemia e que não foi acompanhada pela mídia, muito menos pelas instituições.

Na parte musical, “La Flor de La Manzana” é uma peça para a qual Vegas decidiu dividir suas ideias em comum com vários músicos e completá-la com as percussões e vozes convidadas de Mancha ‘E Plátano, um grupo de porto-riquenhas que vive em Barcelona e ​​que, nas palavras do próprio Vegas, foram “fundamentais para a música”.

Hans Laguna, um dos produtores o single, lembra que a música se inspira no álbum “Teatro”, de Willie Nelson, “cuja mistura de ritmos latinos com a tradição anglo-saxônica nos atraiu e serviu de inspiração para agregar percussões afro-caribenhas ”.

Assim, “La Flor de La Manzana” serve para iniciar uma nova etapa na carreira de Nacho Vegas, abandonando qualquer tipo de conforto e experimentando na procura de caminhos ainda inexplorados na sua já longa carreira.

A música teve a colaboração de músicos como Alba Careta (trompete), Cristian Pallejà (guitarra espanhola), Ferran Resines (teclados), Haitzea Martiartu (saxofone), Hans Laguna (baixo), Joseba Irazoki (guitarra), Manu Molina (bateria), María Cofan (trombone) e com Mancha ‘E Platano nas percussões e coros. A foto que abre o texto é de Laia Sabaté.

“La Flor de La Manzana” foi gravada nos estúdios La Casamurada, produzida por Nacho Vegas, Cristian Pallejà, Ferran Resines e Hans Laguna, e masterizada por Víctor García.

A animação do vídeo e os seus gráficos, bem como a capa do novo álbum, são da autoria do conceituado ilustrador e autor quadrinhos Miguel Brieva. Nacho Vegas comenta a sua contribuição: “O trabalho de Miguel tanto nas animações em vídeo como na capa do single fala por si; Ele é um artista que admiro profundamente; conversamos muito sobre o que me inspirou ao escrever essa música e sobre o contexto e as motivações do álbum em geral e acho que acertou o alvo, dando aquela marca pessoal tão característica quando combina desenho e colagem, talvez uma parte menos conhecida de seu trabalho ”. Assista!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.