Pastor Adélio avisa: Nick Cave é servo de Satanás

Às vésperas de baixar em São Paulo para um show no Popload Gig no Espaço das Américas (14/10), em São Paulo, o músico australiano Nick Cave é confrontado pelo Padre Adélio, que recebeu um e-mail de uma fiel temente a Deus que é fã do cantor e não poupou palavras para atacar o músico. A autora do e-mail perguntou: “Será que é pecado eu ir no show do Nick Cave?”. E o pastor soltou os cachorros: “Olha, irmãzinha, vou falar a verdade: pecado não é, É PERDIÇÃO, minha irmã! É caminho pro inferno”. E começa, a partir dai, destilar seus ataques não só a Nick Cave, mas ao rock em geral. Será isso mesmo? Assista ao vídeo abaixo:

O interessante é que Nick Cave sempre incluiu trechos bíblicos em suas obras, tendo Deus como inspiração em diversas canções, ainda que muitas vezes de maneira satírica, como em “God Is In The House”, do álbum “No More Shall We Apart”, de 2001 (leia um faixa a faixa sobre esse belo disco), uma singela melodia ao piano que suporta a história de uma cidadezinha que se torna temente a Deus e se vê livre de todos os perigos da “cidades grandes”. Contudo, Cave trabalha a letra de modo a não se saber se ele está sendo irônico ou entusiasta quanto à postura dos moradores, que acabam se refugiando em suas casas e seu conservadorismo, pois “Deus está na área”. Nick Hornby descreveu certa vez: “Essa música ainda contém mais selvageria do que seu típico humor“.

O Pastor Adélio é um personagem cômico do ator Márcio Américo, e com certeza é inspirado em dezenas de histórias de levantes de fieis de alguma religião contra algum artista em particular. Quando John Lennon disse que os Beatles eram maiores do que Jesus Cristo, fieis passaram a protestar com veemência contra a banda. Outra artista que traz uma relação próxima com Deus e seus súditos é Madonna, que sempre apimenta suas apresentações com provocações religiosas. Nos shows, Nick Cave, por sua vez, é quase um pastor sobre um púlpito narrando suas histórias de amor, dor, redenção, punição. Não a toa, a resenha de um jornal português sobre seu show no Primavera Porto 2017 traz a chamada: “Nick Cave, o messias que parou a chuva”.

Nick Cave se apresenta no Brasil no próximo dia 14/10, no Popload Gig, no Espaço das Américas. No embalo do show você pode ler uma discografia comentada do artista no Scream & Yell tanto quanto concorrer a um exemplar do livro “The Sick Bag Song”, que ganha edição nacional através da Editora Terreno Estranho, e narra a jornada de Nick Cave com os Bad Seeds durante uma turnê de 22 dias pelo Canadá e pelos Estados Unidos, em 2014. Tenha fé irmãzinha, tenha fé irmãozinho: será um dos grandes shows do ano!

3 thoughts on “Pastor Adélio avisa: Nick Cave é servo de Satanás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.