Boteco: da Itália, Birra Tenute Collesi

por Marcelo Costa

De Apecchio, comuna de pouco mais de 2 mil habitanrtes na região dos Marche, na Província de Pesaro e Urbino (entre Perugia e Florença), surge a Fabbrica della Birra Tenute Collesi, fundada em 2008, com um quarteto de cervejas adquiridas no Eataly, em Nova York. Para abrir, Chiara, uma Blond Ale fermentada na própria garrafa que exibe, na taça, uma coloração amarelo turva com creme branco de boa formação e permanência. No nariz, frutado cítrico suave (casca de laranja e limão mais abacaxi) que surge abraçado à aridez da levedura. Na base, doçura maltada discreta sugerindo pão e biscoito. Na boca, textura cremosa e levemente picante (acidez). O primeiro toque traz doçura caramelada encoberta por cítrico suave mais acidez comportada. O amargor é baixíssimo e, dai pra frente, surge um conjunto refrescante e suave que remete a Chimay La Dorée Gold. O final é seco e frutado. No retrogosto, mais frutas (cristalizadas), doçura discreta e suave levedura. Gostosa.

Segunda da série, a Collesi Ambrata é uma Biere de Garde (com jeitão de Belgian Dubbel) que apresenta uma coloração âmbar caramelada com turbidez média e creme bege claro de boa formação e boa retenção. No nariz, um pote de mel e caramelo com notas que remetem, ainda, a açúcar mascavo. Há também notas frutadas (amêndoa e ameixa) e leve percepção de álcool (7.5%). Na boca, textura sedosa com picância alcoólica. O primeiro toque replica o que aroma adianta com doçura caramelada seguida por uma picância alcoólica (mais intensa do que o bebedor poderia esperar). O amargor é baixo (e alcoólico) e, dai pra frente, surge uma cerveja cujo perfil se divide entre doçura caramelada e potência alcoólica. O final é doce e alcoólico. No retrogosto, uma reprise com doçura amendoada e picância alcoólica.

Seguindo com a terceira da Fabbrica della Birra Tenute Collesi, a Rossa, uma Belgian Strong Dark Ale de coloração âmbar acastanhada com creme bege de baixa formação e rápida dispersão. No nariz, a Collesi Rossa apresenta um aroma apático com notas que remetem discretamente a doçura de caramelo, melaço de açúcar e, com muita boa vontade, frutas escuras (ameixa, uva passa e damasco). Na boca, textura sedosa e levemente picante (dos 8% de álcool). O primeiro toque oferece doçura de mel e caramelo com leve toffee e, na sequencia, frutado e amargor alcoólico equilibrado, que não chega a assustar o bebedor, e abre caminho para um conjunto que se fixa entre a doçura caramelada e o frutado discreto, com a potência alcoólica na retaguarda, bem escondida. O final é doce. No retrogosto, mel e caramelo bastante discretos mais toffee suave. Decepcionou.

Fechando a série da cervejaria italiana Tenute Collesi com a Triplo Malto da casa, uma Belgian Strong Ale de 9% de graduação alcoólica. De coloração âmbar caramelada clara e turva com creme (bege tão claro que parece branco) de boa formação e media retenção, a Collesi Triplo Malto apresenta um aroma com doçura caramelada à frente seguida por sugestão de banana e discreta condimentação. Na boca, textura sedosa com leve picância alcoólica. O primeiro toque segue o aroma oferecendo bastante doçura caramelada seguido de frutado (banana) e bastante álcool. O amargor é baixo, ainda que o álcool tente turbina-lo, e, dai em diante, um conjunto simples que se resume em doçura caramelada e potência alcoólica. O final é melado e alcoólico. No retrogosto, mais doçura e mais álcool. A melhor das quatro, e, ainda assim, mediana.

Balanço
Abrindo o passeio por quatro cervejas italianas da Fabbrica della Birra Tenute Collesi com a Chiara, uma Blond Ale que lembra muito a Chimay La Dorée Gold. Bastante frutado, acidez discreta e muita refrescancia. A Collesi Ambrata é uma Biere de Garde que gostaria de ser uma Belgian Dubbel e fica no meio do caminho entre as duas. Apenas ok. Decepção maior é a Collesi Rossa, uma Belgian Dark Strong Ale absolutamente apática. Fechando o quarteto com a melhor do grupo, a simplista Triplo Malto, uma Blegian Strong Ale doce e alcoólica, boa, mas se quiser uma boa cerveja belga, procure as do próprio país.

Collesi Chiara
– Produto: Belgian Blond Ale
– Nacionalidade: Itália
– Graduação alcoólica: 6%
– Nota: 3,16/5

Collesi Ambrata
– Produto: Biere de Garde
– Nacionalidade: Itália
– Graduação alcoólica: 7.5%
– Nota: 3,06/5

Collesi Rossa
– Produto: Belgian Dark Strong Ale
– Nacionalidade: Itália
– Graduação alcoólica: 8%
– Nota: 2,90/5

Collesi Triplo Malto
– Produto: Belgian Strong Ale
– Nacionalidade: Itália
– Graduação alcoólica: 9%
– Nota: 3,17/5

collesitenute

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.