Boteco: Cinco cervejas da Seasons

por Marcelo Costa

Abrindo finalmente um passeio exclusivo pelo cardápio da excelente cervejaria Seasons, de Porto Alegre, com a Basilicow, uma witbier que recebe adição intensa de manjericão. Receita que nasceu na panela homebrewer (eles contam aqui) e foi sendo melhorada durante três anos até ser engarrafada, a Seasons Basilicow foi lançada em 2015 e, de cara, faturou o posto de Cerveja do Ano no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau. De coloração amarelo palha levemente turva com creme branco de formação espessa e de longa retenção, a Basilicow exibe um aroma com domínio explicito de manjericão sobre uma base suave de malte de trigo. Há, ainda, leve condimentação. Na boca, a textura é delicadamente frisante. O primeiro toque confirma o domínio do manjericão, mas logo surge uma bem-vinda e rápida doçura seguida de um leve salgadinho. O amargor é baixo (16 IBUs) e o conjunto retira o melhor do manjericão tornado a cerveja tão curiosa quanto excelente e refrescante. O final é doce e herbal. Já o retrogosto reforça manjericão, herbal, condimentação e doçura.

Lançada oficialmente em 2014 durante o Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau, ano em que ficou com a medalha de prata na categoria American-Style Pale Ale, a Seasons Pacific é uma Extra Pale Ale que, segundo o site oficial, é “tão aromática quanto uma IPA, mas ligeiramente mais amarga do que uma APA tradicional”. De coloração ambar alaranjada com creme branco de boa formação e média alta permanência, a Seasons Pacific exibe um aroma notadamente cítrico (abacaxi e maracujá) sobre uma base suave de caramelo. Na boca, textura levemente metálica e picante. O primeiro toque oferece rápida doçura atropelada por uma pancada cítrica (maracujá) seguida de herbal. O amargor é potente, 41 IBUs caprichados e limpos que abrem caminho para um conjunto saboroso, amargo, mas com doçura na base bem colocada. O final é seco e amargo. No retrogosto, mais herbal que cítrico e amargor presente. Excelente.

A terceira da série é a Seasons Wallace, medalha de ouro no 1º Concurso Brasileiro de Cerveja 2013, em Blumenau, na categoria American Amber Red Ale. No site oficial da casa eles contam a história sobre a escolha do nome dessa cerveja que era pra ser uma edição única, mas saiu tão bem que a Seasons decidiu incorpora-la no cardápio. Trata-se de uma cerveja de coloração ambar acastanhada com creme bege claro de boa formação e média alta permanência. No nariz, caramelo, cítrico e um interessante terroso. Há, ainda, leve toffee. Na boca, a textura começa arisca e vai se acalmando e ficando cremosa. O primeiro toque oferece doçura de mel e caramelo seguida de terroso, cítrico e bom amargor (35 IBUs novamente bem distribuídos). Dai pra frente surge uma bela Amber Ale, com doçura e terroso perseguindo o bebedor até o final, terroso e cítrico. Interessante. No retrogosto, caramelo, terroso e cítrico. Delicinha.

A quarta da sequencia é a Funhouse e foi a primeira cerveja produzida pela Seasons, tendo nascido ainda antes da cervejaria, na panela do homebrewer da casa. Trata-se de uma Belgian Blond que recebe adição de sementes de coentro e açúcar, e também faturou uma medalha de ouro no 1º Concurso Brasileiro de Cerveja 2013, em Blumenau, na categoria Pale American Belgo Style Ale. Assim como as demais, a Funhouse também tem uma história bacana que recomenda o site oficial. De coloração dourada com creme branco espesso de boa formação e media alta retenção, a Seasons Funhouse apresenta um aroma com levedura querendo saltar pra fora da taça além de sugestão de pão e biscoito e leve condimentação. Na boca, textura cremosa e levemente picante. O primeiro toque oferece doçura seguida de condimentação derivada tanto (ou mais) da levedura quanto do coentro. O amargor é baixo (20 IBUs) e dai em diante surge um conjunto bastante frutado, condimentado e com levedura em destaque. O final é seco e doce. No retrogosto, frutas cristalizadas, fermento e condimentos.

Fechando a série, Holy Cow 2, uma cerveja da Seasons colaborativa com a Green Flash, de San Diego, EUA, que utiliza a mesma base da renomada Green Cow, e a cada edição recebe “uma
receita com novos lúpulos, novos processos de lupulagem, dry hopping, etc”, conforme eles explicam no site oficial. Nesta versão 2 foram utilizados os lúpulos Columbus, Galaxy e Chinook na fervura mais duplo dry hopping com Galaxy, Chinook, Amarillo, Cascade, Centennial e Citra. O resultado é uma cerveja de coloração dourada e creme branco de ótima formação e média alta retenção. No aroma, notas frutadas cítricas encantadoras (maracujá, abacaxi e manga) mais leve herbal (pinho) e doçura de caramelo na base. A textura é sedosa e picante. No primeiro toque, doçura de caramelo seguida de frutado cítrico e amargor potente (85 IBUs), mas limpo e longo, se arrastando e rabiscando de herbal e leve resinoso garganta abaixo. O final é seco e levemente picante. No retrogosto, cítrico e herbal caprichados.

Balanço
A excelente Seasons já havia marcado presença por aqui com a lendária Green Cow e com a Oktoberfest 2013 em colaboração com a Heilige, e agora chega primeiro com a Basilicow, uma witbier incrível com manjericão. Sobre a Seasons Pacific, uma curiosidade: eu já havia experimentado ela na torneira algumas vezes, e amado. A versão em garrafa me soou um tiquinho inferior, mas, ainda assim, deliciosa. A Wallace foi novidade, primeira vez que a bebi, e ela soou bem interessante, acrescentando novidades ao estilo – uma das melhores, senão a melhor, American Amber Ale nacional. A Funhouse, primeirona da casa, é boa, mas perde em brilho em comparação com as mais novas, como a Holy Cow #2, absolutamente excelente!

Seasons Basilicow
– Produto: Witbier
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,79/5

Seasons Pacific
– Produto: American Pale Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5.6%
– Nota: 3,75/5

Seasons Wallace
– Produto: American Amber Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5.8%
– Nota: 3,70/5

Seasons Funhouse
– Produto: Belgian Blond
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6.6%
– Nota: 3,41/5

Seasons Holy Cow 2
– Produto: American IPA
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 7.5%
– Nota: 3,92/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *