Boteco: Três cervejas da Harviestoun

por Marcelo Costa

Minha quinta Harviestoun, de Clackmannanshire, na Escócia, a Broken Dial é uma American Amber Ale escocesa cuja receita traz maltes Lager e Chocolate mais trigo, aveia e quatro lúpulos Made in USA: Celeia, Citra, Simcoe e Liberty. De coloração âmbar acastanhada com creme levemente bege de boa formação e média alta permanência, a Harviestoun Broken Dial apresenta um aroma de malte tostado com leve sugestão de café sobre uma base de caramelo e frutas cítricas. Há, ainda, leve toque terroso. Na boca, a textura é suave e cremosa. O primeiro toque traz doçura seguida de café e terroso. O amargor é médio, mas bastante eficiente, abrindo as portas para um conjunto que equilibra as derivações do malte tostado (caramelo e café) com leve cítrico e herbal. O final é maltado com leve toque de café. No retrogosto, mais café e caramelo. Uma boa surpresa.

A sexta Harviestoun da série é The Ridge, uma American Pale Ale escocesa cuja receita choca o malte Lager com trigo e uma junção de lúpulos europeus e norte-americanos: Fuggles, East Kent Goldings, Apollo e Amarillo. De coloração amarela com leve toque caramelado e creme branco de boa formação e média permanência, a Harviestoun The Ridge apresenta um aroma com suaves notas maltadas (biscoito e pão), frutado cítrico (limão), herbal (grama), sugestão de acidez e azedume. Na boca, textura levemente frisante. No primeiro toque, cítrico (limão) seguido de doçura rápida e amargor interessante, que persegue o bebedor pelo caminho que se abre, e traz ainda bastante herbal (grama), leve floral e cítrico (limão e casca de laranja). Há ainda um leve azedinho puxado pra limão, que marca o final. No retrogosto, cítrico suave, leve adstringência e refrescancia. Uma delicia.

Minha sétima Harviestoun é a Òrach Slie, que nada mais é do que a Harviestoun Schiehallion após seis meses de envelhecimento em velhos barris da destilaria Glenfarclas, antes usados para maturar bom uísque escocês. De coloração âmbar caramelada turva com creme branco de baixa formação e rápida dispersão, a Harviestoun Òrach Slie exibe um aroma com notas delicadamente doces (mel e caramelo) mais sugestão de madeira, uísque e frutado (pêssego). Na boca, a textura é sedosa, quase licorosa, com leve picância de álcool. O primeiro toque traz doçura maltada embebida em uísque, que auxilia o amargor, baixo, mas quente e picante. Dai pra frente, um conjunto com percepção de uísque (e álcool), madeira, frutado e doçura (mel). O final é longo e levemente amadeirado. No retrogosto, caprichado, uísque, madeira, doçura e leve frutado (pêssego). Interessante.

Balanço
Eis uma boa surpresa: Harviestoun Broken Dial, uma American Brown Ale com um inusitado toque terroso e de café, que, junto aos lúpulos cítricos, resulta numa cerveja bastante agradável. Ainda sendo surpreendido, a Harviestoun The Ridge capricha no caráter cítrico e amargo de seu conjunto, saboroso e altamente refrescante. Boa pedida. Tendo como base a Harviestoun Schiehallion, essa Òrach Slie, versão maturada por seis meses em velhos barris de uísque decepciona um tiquinho, pois descaracteriza as qualidades da Schiehallion e acrescenta pouco ao conjunto. Ainda assim, é uma cerveja interessante.

Harviestoun Broken Dial
– Produto: American Brown Ale
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 4,5%
– Nota: 3,28/5

Harviestoun The Ridge
– Produto: American Pale Ale
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,41/5

Harviestoun Òrach Slie
– Produto: Premium American Lager
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 6%
– Nota: 3,16/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)
– Sobre todas as cervejas da Harveistoun (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.