Boteco: da Escócia, três cervejas Innis & Gunn

innis1.jpg

por Marcelo Costa

Fundada em 2003 em Edimburgo, na Escócia, a Innis & Gunn nasceu por um feliz acaso: em 2002, uma tradicional destilaria escocesa de uísque contratou Dougal Sharp, pois queria uma cerveja apenas para temperar barricas de carvalho que seriam posteriormente enchidas de uísque. A ideia era agregar o adocicado ao destilado. Ou seja, Dougal preparou uma receita de cerveja, que era feita, descansava nos barris por um tempo determinado e depois era dispensada. Assim foi por meses até que algumas almas curiosas na cervejaria decidiram provar a cerveja que estavam, literalmente, jogando fora, e aprovaram o resultado. Cervejeiros não costumam utilizar barris novos, de primeiro uso, para maturar cerveja porque a madeira influencia no aroma e no sabor (é costume usar barris de segundo uso de vinho, uísque ou rum para que a cerveja agregue os sabores da outra bebida), mas no caso da Innis & Gunn o resultado foi aprovado. Conheça três cervejas deles.

innis2.jpg

A Innis & Gunn Toasted Oak IPA leva na receita os maltes que a nominam (Innis & Gunn Ale Malt e trigo e três inserções de duas variedades de lúpulos (Goldings e Styrian Goldings). Depois, a cerveja descansa por 41 dias em barricas de carvalho de primeiro uso. De coloração dourada com leve toque alaranjado e creme branco de boa formação e permanência, a Innis & Gunn Toasted Oak IPA apresenta um aroma com percepção cativante da madeira em primeiro plano. Na sequencia surgem notas adocicadas (mel e baunilha), floral e herbal suaves mais leve cítrico (limão). Na boca, a textura fica e suave e picante enquanto o primeiro toque traz doçura melada e amadeirada logo cortada por amargor cítrico não agressivo (lembre-se: é uma IPA britânica). O paladar, muito agradável, puxa para a doçura (mel e baunilha) com a madeira na retaguarda. Há ainda leve sugestão frutada (calda de pêssego) e resinosa. O final é melado e amadeirado. No retrogosto, mais mel e madeira bem suaves, na medida, sem enjoar. Bem boa.

innis3.jpg

A Innis & Gunn Rum Finish une quatro tipos de malte (os da casa mais Crystal, Roasted Barley e Chocolate) com o lúpulo Super Styrian e passa 57 dias em barricas de carvalho, tempo em que recebe infusão de rum jamaicano e rum demerara. O resultado é uma cerveja de coloração âmbar avermelhada com creme bege claro de boa formação e média permanência. No nariz, o aroma é menos brilhante do que na versão anterior, destacando o carvalho, que chama toda a atenção para si deixando pouco espaço para doçura caramelada, baunilha e leve percepção de rum. Na boca, textura suave. O primeiro toque repete a doçura caramelada e amadeirada, mas acrescenta leve sugestão de rum (e álcool), o que aumenta suavemente o amargor – não à toa, alguns a consideram uma ESB. O rum se destaca mais no paladar lutando com o carvalho pela atenção do bebedor enquanto a doçura caramelada e toffee fica na retaguarda. No final, o rum vence, mas o amadeirado retorna caramelado no retrogosto. Bem trabalhada.

innis4.jpg

Fechando com a primeira cerveja da casa, aquela que, acidentalmente, fez da casa uma nova cervejaria: Original. Estilo Wood Aged Lager, a Innis & Gunn Original junta o malte ale da casa com malte Crystal, trigo e lúpulo Super Styrian. Passa 77 dias em barricas de carvalho. A cor é âmbar avermelhada com creme levemente alaranjado de boa formação e media permanência. No nariz, madeira em primeiro plano, mas aparentemente mais suave que nas duas anteriores, ainda que esta seja a que passe mais tempo maturando, seguida de perto por notas doces que remetem a mel, baunilha e caramelo. Há percepção de cereais (trigo, pão), rápida, na menos aromática das três cervejas. Na boca, textura suave. O primeiro toque exibe doçura melada com a madeira se apresentando, mas de forma delicada, sem sugerir destaque. O amargor é suave abrindo o caminho para um conjunto bastante maltado (remetendo a mel e caramelo) e levemente amadeirado. No final, doçura. No retrogosto, leve madeira e caramelo. Gostei.

innis5.jpg

Balanço
A Innis & Gunn Toasted Oak IPA foi uma boa surpresa, ainda que o caráter IPA (mesmo sendo britânico) fique escondido debaixo da madeira, bastante presente no conjunto. Porém, a doçura bitter casou muito bem com a barrica rendendo uma cerveja que surpreende. Já a Innis & Gunn Rum Finish me pareceu muito bem trabalhada, com os sabores (principalmente) duelando por atenção, mas, ainda assim, o conjunto se resume apenas a madeira, doçura e rum. É bem boa, mas, para mim, a IPA pareceu mais atraente. Primeira cerveja da casa, a Original é, também, a mais simples, com o malte brigando com a madeira por destaque, e muitas vezes ganhando. Ainda assim, uma cerveja bem agradável, maltada no nível certo, com bastante doçura, mas sem enjoar.

innis7.jpg

Innis & Gunn Toasted Oak IPA
– Produto: English IPA
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 5,5%
– Nota: 3,35/5
– Preço no Brasil: R$ 13 – 330 ml

Innis & Gunn Rum Finish
– Produto: English Special Bitter
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 6,8%
– Nota: 3,33/5
– Preço no Brasil: R$ 13 – 330 ml

Innis & Gunn Original
– Produto: Wook Aged Lager
– Nacionalidade: Escócia
– Graduação alcoólica: 6,6%
– Nota: 3,30/5
– Preço no Brasil: R$ 13 – 330 ml

innis6.jpg

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.