Boteco: dos EUA, Heretic Brewing Company

heretic1.jpg

por Marcelo Costa

A Heretic Brewing Company é uma jovem cervejaria surgida em 2011 em Fairfield, no meio do caminho entre São Francisco e Sacramento, na Califórnia, que tem a revolução cervejaria norte-americana como lema. Não a toa, na capa de seu site oficial recomenda: “Be a heretic: don’t drink ordinary beer”. A recomendação segue: “Cerveja comum é chata, não a beba”. Na linha da casa há sete cervejas no cardápio mais nove sazonais, e três delas chegaram ao Brasil: Heretic Evil Cousin (a mais festejada tinha que ser uma Double IPA), Heretic Evil Twin (American Amber Ale) e Heretic Shallow Grave Porter (American Porter). Falo sobre as duas últimas abaixo.

heretic2.jpg

A Heretic Evil Twin Red Ale é um interessante exemplar de American Amber Ale, que segue a risca a tradição da escola californiana de não deixar o bebedor em uma zona de conforto. De coloração âmbar escura translucida e creme bege de ótima formação e permanência, a Heretic Evil Twin apresenta um aroma que valoriza a porrada de notas herbais (pinho) derivadas da lupulagem com acompanhamento de leve toque cítrico, sem muita variação. Na boca, o malte se faz mais presente oferecendo doçura caramelada enquanto o lúpulo briga por atenção através de notas carregadas de herbal (pinho) e cítrico (maracujá bem leve). São só 45 de IBU, mas parece mais: o amargor é incisivo (mas não agressivo) e prolongado, mas não esconde a doçura do malte, que consegue tornar a experiência bastante agradável. O final é maltado e amargo enquanto o retrogosto vai deixando morrer, suavemente, amargor e caramelo.

heretic3.jpg

Já a Heretic Shallow Grave Porter é uma American Porter digníssima, de coloração marrom bem escura e creme marrom de ótima formação e longa permanência (mesmo com os 7% de álcool). No nariz, muita doçura (ainda que uma picância intensa – condimentação e álcool – marque presença) com chocolate, baunilha, caramelo, alcaçuz, frutas escuras e sugestão de aveia. Há, ainda, leve sugestão de café. No paladar, o perfil aromático é replicado item a item com mais intensidade, o que valoriza o conjunto. O amargor é bastante presente, ainda que a receita alcance apenas 33 de IBU. A doçura achocolatada surge envolvida pelo álcool, o que facilita o drinkability, pois evita o enjoo, ainda que aumente o calor. Em meio à doçura e ao álcool é possível perceber traços cítricos, que não se aprofundam, mas estão presentes. O final é achocolatado e alcoólico. No retrogosto, doçura e calor.]

heretic4.jpg

Balanço
Da terra das cervejas extremas, a Heretic Evil Twin Red Ale é uma representante interessante por ter malte e lúpulo dando as caras em doses generosas, que pedem atenção. No geral, o conjunto, ainda que exagerado, é bastante simples, mas interessante. A proposta se repete na Heretic Shallow Grave, uma American Porter achocolatada e alcoólica. Simplesinha, mas boa.

Heretic Evil Twin Red Ale
– Produto: American Amber Ale
– Nacionalidade: EUA
– Graduação alcoólica: 6,8%
– Nota: 3,33/5
– Preço pago no Brasil:  R$ 29,90 – 600 ml

Heretic Shallow Grave Porter
– Produto: American Porter
– Nacionalidade: EUA
– Graduação alcoólica: 7%
– Nota: 3,33/5
– Preço pago no Brasil:  R$ 29,90 – 600 ml

heretic5.jpg

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.