Boteco: Quatro cervejas do projeto The Beers

thebeers.jpg

por Marcelo Costa

O momento micro cervejeiro do Brasil é tão atraente que novas ideias chegam as gôndolas todo mês tentando aproveitar o boom do mercado. E vale tudo: desde vender receitas que já estão no mercado para bandas de rock estamparem seu logo até trocar o rótulo da cerveja e vende-la como novidade para a Copa do Mundo. Nesse embalo, o ótimo site de curitibano do Empório Clube do Malte se juntou a cervejaria GaudenBier numa linha que visa unir estilos e ideias musicais com cervejas. O projeto The Beers, que ainda conta com uma série de playlists e mestres cervejeiros convidados, soa bem interessante, mas busca acrescentar algo num produto que deveria bastar por si só: a cerveja; Ainda assim fui atrás de quatro dos seis rótulos do projeto (faltou apenas a Celtic Demon – já havia experimentado a boa Chicago Blues antes). Impressões abaixo.

neworleans1.jpg

Abrindo o quarteto do projeto The Beers com o lançamento New Orleans Jam Session IPA, uma American India Pale Ale com dry-hopping de lúpulo Falconers Flight. A receita é assinada pelo mestre cervejeiro Rafael David, da artesanal Moonshine Brewery. De coloração âmbar translucida e creme branco de média formação e duração, a New Orleans Jam Session IPA apresenta um aroma que valoriza o cítrico (bastante maracujá) deixando o malte em segundo plano, ainda que perceptível em notas adocicadas que remetem levemente a caramelo. Na boca, um repeteco do que é adiantado pelo aroma: amargor cítrico relativo com leve rastro de maracujá de boa durabilidade, uma suave camada caramelada de malte e segue o jogo. O final reforça a sensação de amargor cítrico que vai morrendo devagarinho até tornar-se retrogosto, com maracujá e leve pimenta do reino. Boa.

partidoalto.jpg

Terceira receita lançada pelo projeto The Beers, em outubro de 2013, a Partido Alto Brazilian Samba Lager é uma Premium American Lager (quase American Pale Ale) caprichada com receita assinada por André Junqueira, responsável pelas excelentes Double Vienna e Morada Kölsch. De coloração âmbar com leve turbidez a frio e creme branco de média alta formação e duração, a Partido Alto apresenta um perfil aromático bastante tímido, com notas herbais delicadas sobre uma base maltada que remete a caramelo e cereais. Ainda é possível perceber algo de cítrico, que não desprende facilmente. Na boca, sensação herbal no primeiro toque e amargor interessante na sequencia, com reforço herbal e cítrico que aproxima o conjunto de uma Session IPA caramelada. O final traz cereais, pinho e um amargor cítrico que segue até o retrogosto, que vai morrendo suave, cítrico e herbal. Uma cerveja interessante.

underground.jpg

Primeiro lançamento do projeto (junto a Chicago Blues Robust Smoked Porter), com o primeiro lote tendo chegado ao mercado em janeiro de 2013, a Underground Rock Pale Ale é uma IPA de coloração âmbar translucida e creme levemente alaranjado de média formação e duração. No nariz, um interessante equilíbrio entre as notas derivadas da lupulagem (herbal, floral e, principalmente, cítrico, com toques de maracujá) e do blend de maltes (caramelo em primeiro plano com uma suave sugestão de resina). Na boca, destaque para o amargor cítrico moderado (e não prolongado) e o caramelo de malte, que criam um conjunto refrescante, ainda que excessivamente correto para algo rock ‘n roll, parecendo mais uma Pale Ale do que uma India Pale Ale. O final é caramelado, cítrico e amargo. No retrogosto, o amargor com toque cítrico se sobrepõe ao caramelo e ainda promove leve adstringência. Boa.

sierra.jpg

Fechando o quarteto, outro dos novos lançamentos do projeto, a Sierra Maestra Salsa Hop Weiss tem receita assinada pelo mestre cervejeiro Rafael David (responsável também pela New Orleans Jam Session IPA) e, teoricamente, teria que trazer um pouco de mais “hop” para o estilo Weiss. Teria. De coloração âmbar translucida (ela é filtrada) e creme branco de média formação e duração, a Sierra Maestra Salsa Hop Weiss apresenta um aroma que valoriza as notas clássicas do estilo alemão, com banana em primeiro plano e leve condimentação na base. Há um elemento aromático estranho, que, sutilmente, parece remeter tanto a amendoim torrado quanto a nozes. Na boca, a mesma sensação do aroma: notas clássicas esperadas de uma Weiss com esse elemento surpresa (amendoim), que tira a cerveja do lugar comum, embora de forma estranha. Ainda assim, a refrescancia bate ponto em uma cerveja que termina de forma frutada e retorna, tímida, oferecendo refrescancia.

thebeers2.jpg

Balanço
A New Orleans Jam Session IPA é uma honesta representante do estilo American IPA, com boa graduação de amargor (45 de IBU) e conjunto equilibrado que soa uma boa porta de entrada para iniciantes no estilo. Só um porém: existem Estados norte-americanos muito mais famosos no estilo IPA do que New Orleans, que inicialmente batizaria uma Saison (com o lúpulo Falconer’s Flight). Alguma coisa mudou entre 13/11 (quando a New Orleans Saison foi anunciada) e 22/11 (quando mudaram para Session IPA). Só o lúpulo Falconer’s Flight permaneceu… Estranho. O mesmo pode ser dito da Partido Alto, uma Premium American Lager que se alterna em parecer uma American Pale Ale e um Session IPA. Ainda assim, o conjunto é bem agradável, provocante e refrescante. A Underground Rock Pale Ale é uma IPA tipo o Foo Fighters: posa de underground descolada, mas é mainstream até o último fiapo da calça calculadamente rasgada. É boazinha e tal, mas existem bandas (verdadeiramente undergrounds) e cervejas melhores. Fechando o quarteto, a Sierra Maestra Salsa Hop Weiss deveria ser uma Weiss com lúpulo mais presente, mas trouxe algo de amendoim e nozes em meio às notas de banana. Refrescante e tal, mas segue a impressão geral do projeto: muita publicidade para pouca cerveja.

partidoalto2.jpg

New Orleans Jam Session IPA
Produto: Session IPA
Nacionalidade: Brasil
Graduação alcoólica: 4,8%
Nota: 3,02/5
Preço no Brasil: R$ 7,45 – 355 ml no Black Friday

Partido Alto Brazilian Samba Lager
Produto: Premium American Lager
Nacionalidade: Brasil
Graduação alcoólica: 5,3%
Nota: 3,14/5
Preço no Brasil: R$ 7,45 – 355 ml no Black Friday

Underground Rock Pale Ale
Produto: India Pale Ale
Nacionalidade: Brasil
Graduação alcoólica: 5,8%
Nota: 3,14/5
Preço no Brasil: R$ 7,45 – 355 ml no Black Friday

Sierra Maestra Salsa Hop Weiss
Produto: Weiss
Nacionalidade: Brasil
Graduação alcoólica: 5,3%
Nota: 2,90/5
Preço no Brasil: R$ 7,45 – 355 ml no Black Friday

underground2.jpg

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.