TOP SEVEN 2011 SCREAM YELL

.

.

Foto: Liliane Callegari (http://lilianecallegari.com.br/)

A nona edição do Melhores do Ano do Scream Yell (em doze anos de site) bateu o recorde de convidados na história da premiação: são 112 pessoas apaixonadas por cultura listando o que de melhor elas ouviram, assistiram, leram e navegoram em 2011. São mais de 125 páginas contendo os sete melhores em doze categorias, mais uma lista extensa com o voto aberto de todos os participantes.

A opção por manter todos os votos acessíveis aos leitores do site é uma forma de ampliar o alcance da votação. O que você verá em cada uma das categorias será aquilo que chamou a atenção de uma parcela considerável da lista de votantes, mas cada voto esconde uma novidade, uma peculiaridade que merece uma olhadela com calma e muita atenção. Tem alguns tesouros perdidos, acredite.

Ainda assim, a lista final surge tão variada que até pode ser indicada para todos os gostos. Tem rap, pop, rock, MPB, samba, altcountry, vanerão… opa, vanerão? Bem, Michel Teló não podia ter ficado de fora, né? Porém, o grande nome artístico do ano foi, indiscutivelmente, Criolo. Ele é destaque em várias categorias dividindo a atenção com um time luxuoso de artistas. Já na gringa, algumas boas surpresas.

Para finalizar, a mesma ladainha anual. Juntando 112 votos de uns aqui e outros acolá apontamos os 7 Melhores de 2010 em diversas categorias. Por que 7? Curtimos essa coisa meio cabalística do número, mas também gostamos de posar de diferentes. No mais, assim como de praxe, optamos por manter votos de músicos que votaram na própria banda e de editores que votaram no próprio site/twitter, mas eles não foram computados. Os vencedores estão ai embaixo, divirta-se. E até o ano que vem!

Marcelo Costa
Editor Scream & Yell – Ano 12

Texto publicado na(o) domingo, janeiro 22nd, 2012 e arquivado na seção Melhores de 2011. Você pode acompanhar os comentários postados aqui através do FEED RSS 2.0.


15 Responses to “TOP SEVEN 2011 SCREAM YELL”

  1. aiaiai

    ah, não…melhor site é o scream & yell (tá, eu sou puxa-saco) kkkkkkkkkkkkk.

    Brincadeirinha a parte, vou ver com calma tudo depois. De cara, agradeço o seu esforço para fazer uma enquete tão aberta e democrática.

  2. Zé Henrique

    Tb acho massa essa votação do SY, principalmente os votos individuais.
    Pelos motivos que o Mac listou aí em cima – tesouros perdidos.
    Assim como Vanessa tb vou dá mais tarde uma olhadona com calma e depois comento.

  3. SulAmericano

    Democrático? SP+RJ e alguns vários gatos pingados tá loooonge de ser democracia.

    E não culpe a produção de cultura – não seja mais um Perry Farrell.

  4. Carlos

    O cara cobra democracia e assina com pseudônimo. O Brasil é uma vergonha. mas estou escrevendo para dar parabéns ao pessoal do site. Ainda não tive tempo de olhar tudo, mas já discordei do Michel Telu entre as melhores musicas. Listas são pra gente discordar também kkkk. Vou olhar com mais calma depois.

  5. Joana

    Achei que vocês fossem ignorar o Criolo, mas felizmente estava enganada

  6. Zé Henrique

    Bem, em 3 partes li um por um os votos individuais dos melhores discos nacionais e NINGUÉM(até o novo da Marisa Monte saiu, pasmem) votou no novo da Eddie(Veraneio) e nem no segundo do Bid(Bambas Dois)
    Voto eu!!!

    PS: O do Lenine(Chão) que só recebeu um voto tb merece ser lembrado.
    Ficou bem bonito.

  7. Charles

    O Trabalho Sujo é legal e tal… mas, todo ano?
    Tá meio no piloto automático essa categoria.

  8. Nelson Rochembach

    Sugiro que vocês troquem as categorias “melhor … internacional” por “melhor … em inglês”, pra ficar mais honesta a coisa. Se vi bem, todos os artistas e músicas citados nas categorias estrangeiras são do universo anglo-saxão. Não tem nada de bom sendo feito na França, Alemanha, Espanha, Portugal, Rússia, Japão, Argentina, Uruguai, Peru, Colômbia, México, Argélia, Turquia, Gana, Senegal, Nigéria, China, Indonésia, Tailândia, Índia, etc? A internet facilita o acesso e a circulação de produtos culturais de todos os cantos. Porém, a maioria dos nossos jornalistas e críticos musicais segue com a mente dominada pela produção dos EUA e da Inglaterra. Fica a sugestão: em 2012, buscar artistas internacionais que falem outras línguas. De qualquer forma, parabéns pela iniciativa (os rankings brasileiros são ótimos).

  9. Paulo

    Achei os melhores discos internacionais muito conservador, cade? The Weeknd, Drake, Jay-Z e Kanye West, nem a Adele que praticamente foi uma unanimidade apareceu na lista, preconceito ou soberba indie?

  10. Mac

    Paulo, há um desencontro em sua frase: você pede Weeknd e acusa a lista de soberba indie? Uma coisa ou outra, né. E as unanimidades estão ai para serem questionadas. Aqui temos 112 listas, e você pode olhar cada uma delas (muitas tem Weeknd, Drake, Jay-Z e Kanye). Essa votação não é a de uma redação em que duas ou três pessoas elencam os melhores. Dai é fácil não ser conservador: “Eu achei o disco tal foda”, e coloca ele como melhor do ano e pronto. O melhor do ano é o que apareceu mais em 112 listas. O melhor para cada um está em cada lista pessoal. E tem muita coisa boa nas listas pessoais que não aparece no final. Abraço

Trackbacks

  1. [Lista] Melhores de 2011, por Scream & Yell « INMWT
  2. Melhores de 2011 | M.O.V.I.N [UP]
  3. Entre os Melhores Discos de 2011 pelo Scream & Yell | Nevilton
  4. Os melhores de 2011 do Scream & Yell « Veia Urbana
  5. Os melhores de 2011 do Scream & Yell | Veia Urbana

Leave a Reply