MELHOR MÚSICA NACIONAL 2011

238 músicas foram citadas

1º lugar: 32 votos
Não Existe Amor em SP, Criolo (Oloco)

2º lugar: 14 votos
Calça de Ginástica, Kassin
(Coqueiro Verde)

3º lugar: 12 votos
Subirusdoistiozin, Criolo (Oloco)

4º lugar: 12 votos
Com a Ponta dos Dedos, Wado – Participação de Camelo e Mallu (Independente)

5º lugar: 8 votos
Xirley, Gaby Amarantos (Independente)

5º lugar: 8 votos
Silêncio, Los Porongas (Independente)

7º lugar: 7 votos
Ai Se Eu Te Pego, Michel Teló (Som Livre)

Vencedores Anteriores
2001: Todo Carnaval Tem Seu Fim, Los Hermanos (Abril Music)
2004: Festa no Apê, Latino (EMI)
2005: O Vento, Los Hermanos (Sony & BMG)
2006: Semáforo, Vanguart (Independente)
2007: Grupo de Extermínio de Aberrações, Violins (Monstro Discos)
2008: Pareço Moderno, Cérebro Eletrônico (Phonobase)
2009: My Favorite Way, Black Drawing Chalks (Monstro Discos)
2010: Às Vezes, Tulipa Ruiz (YB), Cama, Cérebro Eletrônico (Phonobase)

13 thoughts on “MELHOR MÚSICA NACIONAL 2011

  1. Desculpem aí, mas quem colocou Gaby Amarantos e Michel Teló nessa lista pode entender de tudo, menos de música. E senti falta do Fábio Góes por aí.

  2. Po manolos, essa música do Kassim horrorosa em segundo! Gaby Amarantos e Michel Teló? Vocês só podem estar de brincadeira, estão caindo no conceito geral, estão querendo virar uma Billboard da vida. Abram os olhos senão vcs serão mais um e não o site que tanto admiro!

  3. Há uma certa diferença entre a Billboard e esses caras, Júlio.
    A Billboard elege porcarias por nicho de mercado e eles pela tchurma – Kassin, Gaby.
    Agora, casos como o do Teló têm mesmo que ser lembrados. São fenômenos.
    Ultrapassa a questão de música boa ou ruim.´
    É outra coisa.

  4. Não concordo com você, Zé Henrique. A questão aqui é a melhor música em termos de qualidade musical. Qualidade musical. Acreditar que o melhor é aquilo que mais toca é retroceder, não acha?
    Senso crítico é o que o crítico deve ter. Do contrário, não faria sentido esse tipo de coisa.

  5. Gabriel, não é uma lista a ferro e fogo, cara.
    É uma “brincadeira levada a sério”, como diria Chico Science, entre amigos que gostam +ou_ das mesmas coisas.
    Como disse acima a música do Teló ultrapassa a questão boa ou ruim.

    PS: Com humor tudo faz sentido.

  6. Essa é um pouco a vibe da lista, e o Zè Henrique sacou bem. São 112 listas e não mexemos em nada, não alteramos nenhuma posição para privilegiar esse ou aquele. Fábio Góes, por exemplo, que tocou em um Festa Scream & Yell e Urbanaque, foi bem citado, teve músicas também citadas, mas não entrou na faixa de corte.

  7. eu duvido que a maioria dos votantes ouça Black Eyed Peas no dia a dia, e alguns anos, a música gringa do ano foi deles – porque não tinha como ser de outro artista qualquer.

  8. Não votei no Teló, nem na Gaby, mas eles representam algo que funciona e muito, e não pode ser ignorado. Como eu digo, “melhor” é sempre subjetivo.

  9. Gaby Amarantos faz um brega bem feito…letra e musica…é inegavel, qual o problema?
    Já Michel Teló faz merda pra vender.[olha a carta resposta dele pra bruno medina] come, compra e lembra de merda quem quer
    ……
    puts e MAriana Aydar, cícero, Buhr, LUla queiroga cadê?
    listinha fraca, tanto quanto as dos albuns

  10. Só gostei do Los Porongas. Não sou coolzão o bastante para apreciar de forma adequada o trabalho de Criolo ou o do Michel Teló, duas faces de uma moeda falsa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *