Premiere: Papisa (Brasil) e HAEMA (Portugal) lançam juntas o clipe “Fortuna”

por Marcelo Costa

Um convite do pesquisador musical português André Gomes de unir artistas do Brasil e de Portugal para compor juntos levou Papisa (BR) e a dupla HAEMA (PT), formada por Susana Nunes e Diana Cangueiro, para a mesma estrada. O resultado é a canção e o videoclipe “Fortuna”, feitos a diferentes mãos entre os dois países e se desdobrando em obras complementares.

A letra de “Fortuna”, de Rita Oliva – idealizadora de Papisa – e Susana, traz um pouco da atmosfera que permeia “Fenda”, o último disco de Papisa, de impermanência e aceitação dos fins, sem posse ou apego. “Tem um pouco de caos e incômodo e a sensação de libertação do que nos aprisiona, indo mais pro centro das coisas, pro que é essencial”, revela Papisa. A fala que abre a faixa é de Cecilia Gallindo, amiga de Susana que acabou também por filmar e figurar no clipe. “Surgiu de um projeto que eu realizava sobre casa e intimidade. Entrevistei vários amigos no sofá da minha antiga casa, em Lisboa, e ela trouxe essa fala potente e libertadora”, conta Susana.

Já a construção sonora, feita remotamente entre trocas de ideias, áudios e projetos no programa Ableton Live, apresenta camadas que evoluem progressivamente numa envolvente experiência musical que lembra as composições da ousada pérola da música popular brasileira Beto Guedes, Danilo Caymmi, Novelli, Toninho Horta (1973). Um processo de composição feito quase todo à distância poderia ser complicado, mas para HAEMA “a música foi sendo construída e ganhando forma progressivamente de maneira natural: um pouco à semelhança de quem caminha numa floresta, a descobrir elementos novos ao longo do caminho.”

Após finalizarem remotamente a música, as artistas se reuniram presencialmente em Portugal, onde gravaram o videoclipe, filmado na extensa serra de Sintra, próximo à Lisboa. A paisagem de vegetação intensa evoca um imaginário místico e sutil. O processo de filmagem foi compartilhado e coletivo, “com todo mundo dando ideia e fazendo o que podia pra coisa rolar”, afirma Papisa, e contou com as participações de Juli Baldi e Cecilia Gallindo. Depois de um bom tempo com o material inédito guardado, em 2021 Gabriel Rolim assumiu a edição do clipe e deu o tom do lançamento audiovisual, impulsionando Papisa e HAEMA a soprar “Fortuna” pelos quatro ventos. Abaixo, você assiste ao clipe e confere um bate papo rápido com as artistas!

Como foi o encontro entre vocês – da parte digital, ao produzir o single, ao contato físico em Portugal, para gravar o clipe?
Papisa: A produção foi um processo natural, apesar de estarmos a um oceano de distância. Trocamos alguns emails, depois áudios por WhatsApp para traçar as primeiras ideias, e alternamos o projeto da música para produzir. Nos conhecemos pessoalmente um dia antes da gravação do clipe. Eu estava indo para a Espanha e resolvi passar alguns dias em Portugal para nos encontrarmos e gravarmos o vídeo. Fiquei hospedada na casa da Susana em uma visita a Portugal. Passamos a noite refinando o roteiro e os elementos que apareceriam, e no dia seguinte filmamos entre amigos, foi um processo descontraído e prazeroso.

Quais inspirações e referências foram trocadas entre vocês durante o processo de criação e produção de “Fortuna”?
HAEMA: A nossa música e a da Papisa já tinha várias pontes musicais e um tipo de abordagem semelhante. Falamos de mulheres e de música sobre processos, ciclos e travessias, como Jenny Hval e Fiona Apple, mas também de James Blake e boards of canada. Acabou por surgir um lugar de partilha bem diverso. Falamos sobre cultura celta, diferentes realidades e dimensões, trocamos melodias vindas de sonhos e textos sobre magia e imensidão.

Como você enxerga a cena portuguesa atual, Papisa?
Papisa: Sei que tem bastante coisa nova surgindo em Portugal, mas confesso que o que ainda me vem à mente quando penso no país é o fado português, que por sinal acho lindo. Sou fã do trabalho das Haema, acho um som muito refinado e moderno. Conheci a banda Paus há alguns anos, eles fizeram colaboração com artistas brasileiros (Maria Beraldo, Dinho do Boogarins e Edgar, se não me engano) e isso ajudou o nome deles a pintar por aqui. Acho que temos bastante potencial de conexão com a língua em comum, e os feat. ajudam a criar essa ponte.

E vocês, HAEMA, como enxergam a cena brasileira atual?
HAEMA: A língua cria a ponte mais obvia, que vem existindo já desde a MPB e/ou a Tropicália, mas de fato sentimos uma relação de muita proximidade e reverberancia com a cenal brasileira atual. Há uma efervescência latente na música que vem do outro lado do Atlântico, músicos incríveis a trilhar caminhos pouco explorados. Felizmente há muitos músicos que passam por Portugal e ficam até por grandes temporadas, então fica cada vez mais simples estar por dentro do que vai acontecendo. Boogarins, Tim Bernardes, Maria Beraldo, Aiyé, Carne Doce, Castello Branco e Letrux são alguns dos shows que me lembro ter assistido por cá. Lentamente vão nascendo mais parcerias entre bandas portuguesas e brasileiras, tal como a nossa com a Papisa de quem somos super fãs.

FICHA TÉCNICA FORTUNA
Gravado e produzido por HAĒMA e Papisa
Mixado por Roberto Kramer
Masterizado por Alexandre Fontanetti
Capa por Thais Jacoponi

FICHA TÉCNICA CLIPE
gravado por Papisa, Haema, Cecília Gallindo Cornélio
editado por Gabriel Rolim
finalização de cor Gab Felistoque
casting: Cecilia Gallindo Cornélio, Juli Baldi, Susana Nunes, Diana Cangueiro, Rita Oliva
agradecimento: Rafa Achutti, Yuri Firmeza, Alec Yudin

– Marcelo Costa (@screamyell) edita o Scream & Yell desde 2000 e assina a Calmantes com Champagne. 

One thought on “Premiere: Papisa (Brasil) e HAEMA (Portugal) lançam juntas o clipe “Fortuna”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.