SCREAM & YELL: OS MELHORES LIVROS DE 2020

Mais de 140 livros foram citados em toda a votação

1º lugar – 09 votos
 “África Brasil: um dia Jorge Ben voou para toda a gente ver”, de Kamille Viola
(Edições Sesc)

Votaram: Alessandro Andreola, Bruno Capelas, Chris Fuscaldo, Danilo Cabral, Leonardo Vinhas, Marco Antonio Barbosa, Mauricio Gaia, Ricardo Schott, Willana Clara


2º lugar – 09 votos
 “A Vida Não é Útil”, de Ailton Krenak
(Companhia das Letras)

Votaram: Bruno Lisboa, Claudio Bull, Marco Antonio Barbosa, Mauricio Angelo, Mauricio Gaia, Pedro Seiler, Rafael Cortes, Ricardo Schott, Vinicius Cunha


3º lugar – 08 votos
 “O Avesso da Pele”, de Jeferson Tenório
(Companhia das Letras)

Votaram: Carlos Eduardo Lima, Clarissa Wolff, Cristiano Castilho, Janaina Azevedo Lopes, Paulo Pontes, Rodrigo Carneiro, Victor de Almeida, Vinicius Cunha


4º lugar – 06 votos
 “Torto Arado”, de Itamar Vieira Jr.
(Editora Todavia)

Votaram: Juliano Zappia, Luciano Matos, Mauricio Angelo, Mauricio Gaia, Pedro Seiler, Renata Arruda


5º lugar – 06 votos
 “A Autobiografia”, de Woody Allen
(Globo Livros)

Votaram: Bruno Capelas, Leandro Saueia, Leonardo Tissot, Marcelo Orozco, Marco Antonio Barbosa, Osmar Portilho


6º lugar – 05 votos
 “Solução de Dois Estados”, de Michel Laub
(Companhia das Letras)

Votaram: Claudio Bull Cristiano Castilho, Juliano Zappia, Victor de Almeida, Vinicius Cunha


7º lugar – 05 votos
 “A máquina do ódio: Notas de uma repórter sobre fake news e violência digital”, de Patricia Campos Melo (Companhia das Letras)

Votaram: Alessandro Andreola, Bruno Lisboa, Marco Antonio Barbosa, Paulo Pontes, Ricardo Schott


VENCEDORES ANTERIORES

2004: “O Código Da Vinci”, de Dan Brown
2005: “Disparos do Front da Cultura Pop”, de Tony Parsons
2006: “Roberto Carlos em Detalhes”, de Paulo César Araújo
2007: “Vale Tudo – O Som e a Fúria de Tim Maia”, de Nelson Motta
2008: “Bill Graham Apresenta”, de Bill Graham e Robert Greenfield
2009: “A Vida e o Veneno de Wilson Simonal”, de Ricardo Alexandre
2010: “Vida”, de Keith Richars
2011: “Um Dia”, de David Nicholls
2012: A Visita Cruel do Tempo”, de Jennifer Egan
2013: Cheguei Bem a Tempo de Ver o Palco Desabar”, de Ricardo Alexandre
2014: O Réu e o Rei”, de Paulo César Araújo
2015: “A Garota da Banda”, de Kim Gordon
2016: “Rita Lee – Uma Autobiografia”, de Rita Lee
2017: “O Vendido”, de Paul Beatty
2018: “O Sol na Cabeça”, de Geovani Martins /
2018: “Como as Democracias Morrem”, de Steven Levitsky & Daniel Ziblatt
2019: “A Visita de João Gilberto aos Novos Baianos”, de Sérgio Rodrigues


3 thoughts on “SCREAM & YELL: OS MELHORES LIVROS DE 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.