Tributo ibero-americano aos Paralamas

por Marcelo Costa

O próximo projeto musical do Scream & Yell já tem data para chegar à web: no próximo dia 24 de novembro, lançamos (com muito orgulho) “Caleidoscópio – Um Tributo Ibero-Americano aos Paralamas do Sucesso”. Com produção compartilhada a quatro mãos entre o brasileiro Leonardo Vinhas e o colombiano Andrés Correa, “Caleidoscópio” trará 18 versões assinadas por artistas de 11 países. A arte é de Bruno Honda Leite, o criador da Turma da Monica Toy.

Leonardo Vinhas é colaborador do Scream & Yell, responsável pela coluna Conexão Latina e produtor do álbum “Somos Todos Latinos” (2015), com artistas brasileiros regravando canções latinas, disponibilizado gratuitamente pelo Scream & Yell em março. Andrés Correa é músico, escritor e produtor cultural. Já lançou quatro álbuns solo, além de um com a banda Los Auténticos Water Resist e outro com o cantautor Pala, todos disponíveis para download gratuito. Também faz parte da gestão da Fundación Barrio Colombia.

“Em maio, Andrés me ligou para falar do quanto tinha gostado do ‘Somos Todos Latinos’”, conta Leonardo. “E, mais sério que brincalhão, disse que já era hora de eles, colombianos, fazerem o mesmo em relação ao Brasil”. O estalo veio na hora: “E por que não fazemos melhor? Juntamos várias bandas de tantos países quanto possível para homenagear os Paralamas? Eles são a banda brasileira que mais integrou ritmos e públicos na América Latina”, analisa Leonardo.

Olhando em retrospecto, a conexão foi natural. Assim como Andrés, os próprios Paralamas ficaram bastante impressionados com o resultado do álbum “Somos Todos Latinos”, a ponto de Herbert Vianna, por iniciativa própria, mandar-nos um vídeo apoiando o projeto e dizendo que o disco “representa muito do que nós, Paralamas, sempre acreditamos e investimos. Muito tempo, muita busca, muita integração. É tudo muito simbólico do nosso esforço”.

“Os Paralamas ficaram muito felizes quando levei a ideia do tributo”, conta Leonardo Vinhas. “Disseram que não interfeririam em nada (e não interferiram mesmo) e que ajudariam na divulgação”. No vídeo abaixo, enviado pelo trio, Bi Ribeiro, Herbert Vianna e João Barone dizem que estão bastante curiosos “com os desdobramentos que isso possa ter”. Abaixo, assista ao vídeo e conheça todos os artistas que participam do álbum “Caleidoscópio”.

**********

FAÇA O DOWNLOAD GRATUITO DE “CALEIDOSCÓPIO” AQUI

**********

“Caleidoscópio” será lançado no dia 24 de novembro para download gratuito. Este é o sexto tributo oferecido por nós: os anteriores foram “Ainda Somos os Mesmos” (em homenagem ao Belchior), “Espelho Retrovisor” (Engenheiros do Hawaii, que já ultrapassou a marca de 21 mil downloads), “Mil Tom” (a Milton Nascimento, próximo dos 20 mil downloads), “Projeto Visto” (uma troca musical entre brasileiros e portugueses) e “Somos Todos Latinos” (com 16 artistas independentes brasileiros regravando temas do cancioneiro pop e rock dos países de idioma espanhol). O site também já disponibilizou álbuns de Antonio Novaes, Giancarlo Rufatto, Leonardo Marques, Marcelo Perdido, Natália Matos, Transmissor e Walverdes.

4 thoughts on “Tributo ibero-americano aos Paralamas

  1. Olá, Silvio! Na verdade, nem eu nem o Bruno Honda conhecíamos esse disco. Mas o artista que fez a capa dos Mystic Braves se baseou em um caleidoscópio visto por dentro para criar a arte. No nosso caso, a ótica “caleidoscópia” reflete elementos que representam os países dos artistas que participam do disco. Se olhar de perto, vai ver muitos elementos representando Argentina, Uruguai, Colômbia…

  2. Galera do Scream & Yell, parabéns por mais esse projeto! Desde que conheci o site ao baixar o tributo a Belchior, sempre acesso em busca de novidades da cena independente.
    Nesses tempos de música comercial de baixíssima qualidade, temos que valorizar quem nos traz o novo. Nem saiu ainda o tributo dos Paralamas (merecidíssimo) e já fico na expectativa imaginando qual seria o próximo artista homenageado.
    Abraço,
    Marcio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *