Boteco: Do Paraná, Wensky, Insana e Way

wensky.jpg

por Marcelo Costa

De Araucária, cidade vizinha de Curitiba, a Wensky Beer surgiu em 2009 com uma proposta europeia, valorizando maltes em rótulos interessantes como Wensky Red Weyzen e Wensky Baltic Porter. Recém-chegada ao mercado, a Wensky Curupira American IPA destaca uma pegada lupulada até então inédita na cervejaria curitibana (Novos ares? Percepção de mercado?), intensificada pelo dry hopping de lúpulo Zeus. De coloração âmbar e espuma de majestosa forma e longa permanência, a Wensky Curupira American IPA destaca um aroma delicado, cítrico e floral, com percepção frutada que remete a maçã verde, seriguela e laranja lima. Há algo de caramelo e mel (provavelmente advindos do malte) também. O paladar traz amargor (são 56 de IBU) e frutado cítrico no primeiro ataque, com leve acidez acompanhando. O caramelo desaparece e o frutado cítrico com leve toque terroso toma conta com sensação de casca de laranja, abacaxi, seriguela e maracujá. O final é seco e cítrico, e o retrogosto remete a laranja azedinha, permanente. Uma boa aposta dos paranaenses.

insana.jpg

De Palmas, no interior do Paraná, surge a Insana, cervejaria criada em 2005 por três amigos em uma área rural a quatro quilômetros do centro da cidade. Com três rótulos no cardápio (Gold, Weizen e Chocolate Porter), a cervejaria foi um dos destaques do Concurso Brasileiro de Cervejas, realizado em paralelo ao 5º Festival Brasileiro da Cerveja este ano em Blumenau, com duas medalhas, uma de prata para a Insana Weizen e uma de ouro para esta Insana Chocolate Porter. Na taça, um liquido preto apresenta um creme bege de ótima formação e permanência. Apesar do nome, não há chocolate na receita (o que, de certa forma, decepciona), mas a união de maltes caramelo e dark torrados sugestionam aromas achocolatados, com leve percepção de café e, principalmente, cappuccino e aveia. No paladar, o corpo é leve e a textura, suave. A sensação de cappuccino toma à frente com leves toques de chocolate e café. O final é suave, de médio para longo, enquanto o retrogosto traz mais café com chocolate. O nome perfeito seria Insana Cappuccino Porter.

way.jpg

De Pinhais, a grande pequena cervejaria Way apresenta seu segundo lançamento de 2013 – o primeiro foi a Way Avelã Porter. Com um rótulo que exibe um submarino amarelo em um oceano de lúpulo, a Way Die Fizzy Yellow é uma bela American IPA Session Beer, apesar de que seus 6,9% de álcool podem derrubar desavisados. De coloração amarelo dourada e creme branco majestoso e permanente, a Way Die Fizzy Yellow distribuiu uma dose acentuada de notas cítricas e frutadas derivadas de lúpulos norte-americanos (Chinook, Centennial, Simcoe e Columbus) remetendo a maçã verde, abacaxi, limão, mamão e maracujá. O rótulo já avisa para esquecer malte caramelizado, porque não tem mesmo. O negócio aqui é valorizar o aroma fantástico e o amargor intenso no paladar (65 de IBU), que não agride e exibe corpo leve e uma textura suavemente frisante e adstringente. A sensação é de refrescância. O final, seco e cítrico, traz a carga de lúpulos deixando marcas pelo caminho. O retrogosto traz tanto um pouco de amargor quanto uma leve sensação cítrica. Belíssima American IPA.

Balanço

A sensação com essas três cervejas é que o Paraná vive um excelente momento cervejeiro (isso sem contar Bodebrown, Dum, Pagan e outras). No caso da Wenksy, após um início europeu mais tradicional (até nos rótulos), a Wensky Curupira American IPA (garrafa 500 ml, preço em média de R$ 22) parece demonstrar uma nova fase da cervejaria de Araucária, com rótulos mais chamativos e um olhar aguçado de mercado resultando em uma boa cerveja. A Insana, que saiu de Blumenau com algumas medalhas, também é um destaque do Estado, e essa Chocolate Porter (garrafa de 500 ml, preço em média de R$ 14) é uma boa pedida, embora existam similares britânicos com preços mais convidativos no mercado. Já a Way Die Fizzy Yellow (garrafa de 310 ml, preço em média de R$ 12) é mais uma bela surpresa desta cervejaria que vem surpreendendo a cada novo lançamento. Bastante lupulada e refrescante, a Way Die Fizzy Yellow tem capacidade para se tornar um dos destaques de uma cervejaria que já fez muita coisa boa (entre elas, a Way Double APA e Amburana Lager).

Wensky Curupira American IPA
– Produto: American India Pale Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6,9%
– Nota: 3,12/5

Insana Chocolate Porter
– Produto: Porter
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,9%
– Nota: 3,14/5

Way Die Fizzy Yellow
– Produto: American India Pale Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6,9%
– Nota: 3,78/5

way2.jpg

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.