Neil Young, Bob Dylan e Elvis Costello

Por Marcelo Costa

“Fork in the Road”, Neil Young (Warner)
O 32º álbum da carreira de Neil Young é dedicado a sua paixão por carros e é composto por dez canções – oito aceleradas e duas em marcha lenta – que mantém o nível de qualidade do roqueiro sem muitas surpresas. As guitarras pesadas da ótima “Just Singing a Song” (com refrão característico Neil Young) e a suave balada acústica “Light a Candle” se destacam. O DVD que acompanha traz Neil remando em um lago na apresentação, alguns clipes e um vídeo da cover de “A Day In The Life”, dos Beatles, ao vivo.
Nota: 7
Preço em média: R$ 30 (CD nacional) R$ 65 (CD/DVD nacional)

Leia também: O coração de ouro de Neil Young, por Marcelo Costa (aqui)

“Together Through Life”, Bob Dylan (Sony)
Convidaram o homem para compor uma música para uma trilha sonora, e ele fez um disco inteiro sem muitos retoques, o que dá o tom do momento que vive (“I Feel a Change Comin’ On”, nome da nona faixa, lhe diz alguma coisa?). Pela primeira vez em mais de 20 anos ele volta a compor com um parceiro (Robert Hunter, do Grateful Dead) em um disco despretensioso e romântico, inferior a “Modern Times”, mas com ao menos duas pequeninas obras primas: o single “Beyond Here Lies Nothin’” e ”My Wife’s Home Town”.
Nota: 7,5
Preço em média: R$ 30 (CD nacional) R$ 70 (CD DUPLO/DVD importado)

Leia também: “Tell Tale Signs – Bootleg Series 8”, Bob Dylan, por Marcelo Costa (aqui)

“Secret, Profane and Sugarcane”, Elvis Costello (Universal)
Segunda parceria de Elvis Costello com o produtor T Bone Burnett (a primeira, o excelente “King of America”, é de 1986), “Secret” abraça o country e o bluegrass e está perfeitamente inserido numa discografia que já visitou a música americana em discos como “Almost Blue” (1981) e “Kojak Variety” (1995). A densa “My All Time Doll” (com banjo, acordeom e bandolim), a deliciosa “Sulphur to Sugarcane” e a balada rancheira “Changing Partners” são apenas alguns (tem mais) dos destaques de um dos discos do ano.
Nota: 9
Preço em média: R$ 30

Leia também: “This Years Model Deluxe”, Elvis Costello, por Marcelo Costa (aqui)

5 thoughts on “Neil Young, Bob Dylan e Elvis Costello

  1. Apesar de achar o “Chrome Dreams II” superior, “Fork in the road” é um baita disco. a versão de “A day in the life” é de fazer perder o fôlego… Foram 45 reais bem pagos (a maioria das lojas vendem a 65 ou mesmo 80 reais) na Saraiva. 🙂
    Só não entendo o porquê de a Warner brasileira lançar os discos dele no esquema “edição especial sim-edição especial não” por álbum. Tipo o Live at Massey Hall vir simples e o Sugar Mountain com DVD. Lança as duas, ué. Acho tosca tal alternância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.