#PremierFaro: “Te encontrei em SP”, de Atalhos e Delfina Campos

Atalhos é um duo brasileiro formado por Gabriel Soares e Conrado Passarelli. Delfina Campos é uma cantora portenha. De formações e inspirações diferentes, eles se encontram por uma série de casualidades em uma canção preciosa que trata justamente de… encontros casuais.

Apesar do título paulista, “Te Encontrei em SP”, que ganha lançamento exclusivo nos nove sites da Aliança Faro, é uma colaboração internacional, gestada a partir de uma série de acasos. Gabriel Soares, vocalista do Atalhos, havia composto a faixa já pensando em ter uma voz feminina, mas no final acabou gravando a letra inteira sozinho. Duas semanas depois de a canção ter sido masterizada, começou a pandemia e o lançamento do quarto disco da banda foi adiado.

“Nesse meio tempo, numa conversa com o Pablo Hierro, da [agência / selo] Scatter / Rock City, ele sugeriu fazermos colaborações com artistas latinos. Ele apresentou alguns nomes, mas quando ouvi ‘Casi Extraños’, da Delfi, eu já me apaixonei na hora pela música e não pensei duas vezes: disse ao Pablo que, se ela topasse, eu estaria disposto a reabrir ‘Te Encontrei em SP’ para incluir as vozes dela. Por sorte ela gostou muito da música e topou. Passamos meses trabalhando na estrutura das vozes, especialmente na questão da tradução da letra para o espanhol, para que o contexto fosse mantido, além da fonética e das rimas e, no final, acabou sendo muito mais do que uma colaboração, porque ela se dedicou muito comigo nesse trabalho minucioso de pré-produção, tradução e até no desafio de cantar em português o refrão”, conta Soares.

A canção, levemente inspirada por “Dos en la Ciudad”, de Fito Páez, fala de pessoas que se encontram sem que nada as ligasse antes disso. É uma discreta celebração ao acaso na era dos relacionamentos por aplicativos.

Delfina prepara seu primeiro álbum solo, enquanto os brasileiros já estão ativos na divulgação de seu quarto disco. Vale dizer que esse álbum, “A Tentação do Fracasso”, foi gestado em três metrópoles sul-americanas: São Paulo, Santiago e Buenos Aires. As composições aconteceram no Brasil, as gravações no Chile (sob a batuta de Ives Sepúlveda, do The Holydrug Couple), e a mixagem nos lendários estúdios Panda, na Argentina. A masterização foi feita no Sterling Sound (EUA), por Greg Calbi, que já trabalhou em discos de Bob Dylan, Norah Jones, Kurt Vile e The War On Drugs (esses dois últimos, aliás, inspirações assumidas da banda). Assista ao clipe.

LEIA OS PANORAMAS ANTERIORES DA FARO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.