Três CDs: Babasónicos, Cascadura, Dick Valentine

por Leonardo Vinhas

“Destroy the Children”, Dick Valentine (Independente)
Não contente em ser o líder do Electric Six, integrar o numeroso combo de hard-rock Bang Camaro e ser uma das metades do duo Evil Cowards, Dick Valentine ainda encarou fazer um álbum solo, lançado apenas em mp3 via Amazon/iTunes, usando pouco mais que voz, violão e percussão dos pés (um violino e uns vocais sobrepostos aparecem aqui e ali). O resultado poderia ser chamado de folk rock, caso este tivesse nascido após os anos 1980. A verdade é que Valentine é um ótimo compositor, como comprovam a faixa título, “I Am Repulsed By My Daughter’s Lover” e “You Were Driving into Certain Death”. A experiência fica mais divertida se o seu inglês permitir compreender o absurdo das letras.

Preço: R$ 18 (download digital)
Nota: 7,5

Leia também:
– Entrevista: Electrix Six, por Leonardo Vinhas (aqui)

“Aleluia”, Cascadura (Independente)
Mesmo com 20 anos de carreira, o Cascadura é desconhecido de grande parte do público que acompanha o cenário independente (para não falar do mainstream). Pena: o hard rock da banda é coeso, com senso pop e costuma funcionar bem. “Costuma” porque os seis anos sem lançar discos foram compensados com este “Aleluia”, um disco duplo – e você conhece a história: se na era do vinil discos duplos já eram meio excessivos, o que dizer dos CDs e seus 80 minutos de capacidade? Cada disco tem uma identidade própria: o primeiro, mais pop e convencional, o segundo mais pesadão e intrincado, com um notável trabalho percussivo. Mas uma ediçãozinha para um disco simples teria feito muito bem ao resultado final. Vale dizer que a faixa-título é uma das melhores do ano, e de longe a melhor que a banda já compôs.

Download gratuito: http://bandacascadura.com/aleluia/
Nota: 6,5

“Jessico – Edición Aniversario”, Babasónicos (Pop Art)
“Jessico”, de 2001, lançou os Babasónicos ao estrelato internacional, e é uma maravilha pop cheia de perversão e energia dançante. Numa tardia edição de aniversário (11 anos depois do lançamento original), o disco volta às lojas como CD duplo, acompanhado de “Carolo”, uma compilação das sobras de “Jéssico”. O disco inédito não tem nada que atente contra a dignidade da banda, tampouco possui algum destaque entre suas 11 faixas. Tudo tem cara de rascunho bem-acabado, muito aquém do potencial do Babasónicos. Mas como declarou o tecladista Diego Tuñon ao jornal mexicano San Diego Red, “algumas faixas não são tão boas, mas é bom ver essas tentativas e que se perceba o quanto pressionamos as coisas quando nos pusemos a mixar e melhorá-las”, declarou. Então tá…

Nota “Jessico”: 9
Nota “Carolo”: 4

Leia também:
– “A Proposito”, do Babasónicos, equilibra dança e introspecção, por Leonardo Vinhas (aqui)

5 thoughts on “Três CDs: Babasónicos, Cascadura, Dick Valentine

  1. Estou há meses ensaiando escrever sobre o “Aleluia”, mas não achei que o álbum sofra do “mal do disco duplo”. É claro, em tempos de discos de 40 minutos, é um trabalho legal escutá-lo, mas tem muita coisa boa lá dentro. “Os Reis Católicos” é uma das baladas mais bonitas dos últimos tempos.

    (No palco, entretanto, o disco ainda não se resolveu bem. No show que vi dos caras aqui em SP, no SESC Belenzinho, boas faixas como “Soteropolitana” e “O Rei do Olhar” ficaram meio emboladas).

  2. Então, ao vivo, o Cascadura ainda não me convenceu. Vi um show bom e dois nem tanto.
    Mas senti uns clichezões no disco, sim. A participação do cara do Vivendo do Ócio também é de doer. Mas no cômputo geral, é muito bom.

  3. O S&Y vai mesmo ignorar o disco do ano? (leia-se: The Walkmen – Heaven)…na minha humilde opinião, a melhor banda surgida nos anos 00’s…fica a dica!

  4. Minha sensação após ouvir o “Aleluia” inteiro é “UFA!”. apesar de reconhecer que a produção foi bem feita, não me prendeu. Achei até meio forçado.

  5. É, Elder, eu achei cansativo também. Tem ótimas músicas, mas podia ter rolado um disco simples, numa boa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.