Quatro vídeos de Wander Wildner em SP

por Marcelo Costa

No primeiro show com o repertório do novo disco, “Caminando e Cantando”, em São Paulo, no Sesc Consolação, Wander Wildner abriu o baú e tocou várias raridades e praticamente todos os hits. A festa (punk brega) começou com duas novas, “Boas Vidas” e “Dani”, e engatou “Lonely Boy” (cover dos Sex Pistols presente na estréia solo de Wander, “Baladas Sangrentas”), “A Lua Que Mata” (versão punk para “The Killing Moon”, do Echo and The Bunnymen), “Sandina” (clássico dos Replicantes, que ainda foi lembrado com o hino “Hippie Punk Rajneesh”), “Amor e Morte” (de Julio Reny, presente no disco novo) mais “Rodando El Mundo”, “Mantra das Possibilidades”, “La Cancion Inesperada”, “Um Bom Motivo”, “Mares de Cerveja”, “Adeus às Ilusões” e “Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro”, além dos quatro hits acima tocados na sequencia para fechar um dos melhores shows do bardo gaúcho por estes lados. Os CDs esgotaram na banquinha, mas Wander volta a fazer um show no Sesc, desta vez o Pompeia, lançando o disco novo em fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.