Três CDs: Jens Lekman, Suzanne Vega, Damon and Naomi

por Marcelo Costa

“Night Falls Over Kortedala”, Jens Lekman (Secret Canadian)
Ele é sueco, tem jeito de galã e ostenta um ar de canalha embebido em tristeza que casa a perfeição com suas canções que narram romances de uma forma tão cool que chegam a emocionar. “Night” é seu segundo álbum (descontando uma coletânea de singles) e traz histórias do bairro que Jens vive em Gotemburgo. A simplicidade e a ironia dão o tom e destacam pérolas pop como “The Opposite of Hallelujah”, “A Postcar To Nina” e “Kanske Ar Jag Kar I Dig” (com sampler de Jorge Ben). Para ouvir e rir do amor.

Nota: 9
Preço em média: R$ 50 (Importado)
Site Oficial: http://www.jenslekman.com/

“Beauty and Crime”, Suzanne Vega (EMI)
Inocente na estréia homônima (1985), estrela pop em “Solitude Standing” (do mega-hit “Luka” de 1987), depressiva em “Days of Open Hand” (1990), adulta em “Songs In Red And Gray” (2001, que meditava um casamento desfeito), Vega tirou seis anos de férias do mundo pop para se dedicar à filha. Este bonito “Beauty and Crime” marca seu retorno e as letras relembram pessoas e histórias de Nova York. Passado e presente, público e privado se misturam numa coleção de canções que pedem atenção e admiração.

Nota: 8,5
Preço em média: R$ 32 (Nacional)
Site Oficial: http://www.suzannevega.com/

“Within These Walls”, Damon and Naomi (20/20/20)
Se alguém um dia lhe perguntar qual a definição da palavra melancolia, dispense o dicionário, pegue este maravilhoso “Within These Walls” e coloque pra tocar. Damon Krukowski e Naomi Yang (auxiliados pela guitarra charmosa de Michio Kurihara e, pela primeira vez, por cordas, sax e trumpete) criam elegias sonoras que acolhem a alma, embalam sonhos e são capazes de fazer até o Capitão Nascimento pedir um lenço. Cuidado: “Red Flower”, “Cruel Queen” e a faixa título podem derreter o seu coração.

Nota: 9
Preço em média: R$ 40 (Importado)
Site Oficial: http://www.damonandnaomi.com

13 thoughts on “Três CDs: Jens Lekman, Suzanne Vega, Damon and Naomi

  1. Night Falls Over Kortedala era meu primeiro lugar absoluto do ano até eu ouvir Rainaway Town do também sueco Kristofer Åström – líder do Fireside. Recomendo 🙂

  2. ah, mais uma coisinha: achas que o d & n encara bem uma briga pelo melhor de 2007?!

    dica: experimenta o mesmo acompanhado por um bom vinho branco, geladinho… lightheadness é pouco!

  3. amigo mac, põe o d & n na minha conta… desde quando te comentei sobre o disco, ele só melhora!! tua resenha tá especial!!
    abraços do sul! rodrigo.

  4. Oi Mac? tudo bem? passou bem o Natal?
    Bom eu voltei aqui pra visitar seu blog e encontrei novidades tentadoras, uallll
    Vou ouvir esses tres cds ok? depois volto pra te dizer se amei ou não.

    mas…qto aos outros que fiquei de dar minha opinião…
    são sim…maravilhosos, Ryan Adams, Iron and Wines e The Sea and de Cake. Eu estive de férias então demorei um pouquinho, rs mas…tava morrendo de saudade!

    bejos pra vc e sua família e que vcs tenham um 2008 super, hiper bom, e…em nossa companhia, heim???

    té mais…

  5. Oi Mac, vc tirou umas fériazinhas é? achei que havia nos abandonando! heheheh
    mas…como sempre voltei pra dar minha opinião de rélis e simples mortal comum,rs, aliás já te informei que amo músicas, mas não a título de julgadora. Bem…vamos ao que interessa: destes tres indicados, além do de Fernanda Takai que já comentei no tópico abaixo, conseguí ouvir só o de Suzanne Vega, cara.!?!..que coisa linda…Rítmos gostosos, romanticos, como a voz dela é branda, não me amarro no nome das faixas mas…tem uma em especial “Ludlow Street” puxa…chick d+, eu deveria mencionar até que pode se comparar ao estilo de algumas do Gotan project – Hotel Costes Buddha Bar – Ambiente Lounge, enfim amiguinho…formidáveis!!!
    obrigada por indicar músicas assim tão gostosas! beijos e…até mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *