Thru You, um álbum-mashup virtual

por Carlos Freitas

A década de 2010 começou em fevereiro de 2009. Foi quando o músico e produtor israelense Kutiman lançou “Thru You” (http://thru-you.com/), um experimento colaborativo único: sete obras (ou mashups, como queiram) audiovisuais criadas a partir da recombinação de mais de 100 vídeos postados no YouTube por músicos amadores.

Durante dois meses, tempo que “Thru You” levou para ser concluído, Kutiman, nascido Ophir Kutie, deu olhos e ouvidos a tudo o que explodiu na sua frente durante sua expedição pelos novos sons no YouTube. Cada instrumento, nota, canto, ruído, imagem, nada relacionado entre si.

Como músico, produtor (remixólogo, no caso), ou como um jazzista a improvisar numa jam criando novas frases a partir de outras criadas pelos outros músicos da pajelança musical, Kutiman remixou e integrou as partes em sete composições autorais.

Com êxito de fazer corar os detratores da cultura do remix, Kutiman fez valer sua assinatura musical baseada nas escolas do funk, dub, soul e afrobeat. O que acrescenta valor diferencial ao seu experimento.

Ouve-se nas músicas do “Thru You” o mesmo enfoque dado por Kutiman às músicas do seu ótimo disco homônimo lançado em 2008. Uma música orientada pelos grooves, das camadas rítmicas às harmônicas de todos os instrumentos e tratamentos eletrônicos-digitais.

Nada produzido em 2009 foi tão criativo. Nada foi tão integrado às conquistas e (r)evoluções que ocorreram nessa década. Está tudo aí: conteúdo colaborativo, compartilhamento de informação, creative commons, o mais transparente, luminoso e inspirador exemplo do que acontece quando o artista, artesão, produtor detém as ferramentas de produção. Uma revolução idealizada por Marx, DJ Shadow, JDilla, entre tantos outros pensadores e artistas ideólogos da liberdade.

“Thru You” é um álbum-mashup virtual, maiúscula obra artítico-cultural contemporânea, baseado no caos das experiências mundanas. Peça legítima de cultura livre, cercada de todas as questões imagináveis da era digital e de seus paradoxos. Autoral, orgânica, original. Música social: elogio e apologia à diversidade.

“Thru You” foi o álbum do ano, assinado por mais de 100 autores e regido por Kutiman, um maestro da contemporaneidade.

E é com o álbum-mashup virtual de Kutiman que dou aqui as boas-vindas à 2010 desejando a todos essa inspiração criadora para pintarmos, bordarmos, remixarmos e tomarmos as rédeas dos nossos destinos na nova década que bate à porta.

Kutiman – “Thru You”: Mother of All Funk Chords

Kutiman – “Thru You”: I’m New

Kutiman – “Thru You”: Someday

*******

Carlos Freitas comanda o Impop, contracultura para ver, ouvir e cantar

One thought on “Thru You, um álbum-mashup virtual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.