Senador Medinha, Nevilton e Gianoukas Papoulas

por Marcelo Costa

“Zombieoper”, Senador Medinha e Seridée Mondevac (Independente)
O agitado Diego Medina (ex-Video Hits e atual Os Massa) não para. Seu novo projeto – assinado em parceria com a violonista Desirée Marantes – é uma impagável ópera rock sanguinária que narra uma batalha entre humanos e zumbis pelo controle do planeta. Dentre as 24 faixas hilárias se destacam a sertaneja psycho “Na Cidade Eu Só Tenho Amigos”, a pop esquisita “O Importante é Ser Natural”, o rock de refrão grudento “Ser Zumbi é Muito Bom”, o breve guia “Infectado” e a marchinha saudosa “Wilson”.

Nota: 8
Download Gratuito
Site: http://www.zombieoper.com/

“SIM”, Nevilton (Independente)
De Umuarama (PR) surge um dos trios mais bacanas do rock nacional atual. A voz de Ton tem um timbre parecido com o de Nando Reis, mas o bom repertório sobrevive à comparação. Em “SIM”, o trio bate Los Hermanos, Cake, Pavement, MPB cantarolável e rock assoviável no liquidificador e apresenta canções inspiradas como “Paz e Amores”, do ótimo refrão: “Viver em paz, com quem quer que seja / ouvindo música e bebendo cerveja / Essa é a vida que eu pedi para Deus / só isso e nada mais!”. Baixe e vicie.

Nota: 8
Download Gratuito
Site: http://www.nevilton.com.br

“Panorâmica”, os Gianoukas Papoulas (Independente)
Depois que o Lestics (projeto dos Gianoukas Olavo e Umberto) lançou dois grandes álbuns em 2007, natural ir atrás das origens do duo na versão banda. “Panorâmica” foi lançado em 2005, e permanece disponível para download no site oficial do grupo. É um conjunto de 14 canções poderosas que merecem sua atenção. Tente fazer o teste: ouça as deliciosas “Igual” e “Ela Se Foi” apenas uma vez e tente esquecê-las na sequência. Se você não conseguir, não se culpe: estamos diante do bom pop. Clap clap clap.

Nota: 8
Download Gratuito
Site: https://soundcloud.com/olavoroc

4 thoughts on “Senador Medinha, Nevilton e Gianoukas Papoulas

  1. ela se foi é linda. nao so a melodia, mas também a letra toda sutil e que fala sobre o fim de um relacionamento de uma forma diferente da usual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.