Mac Sabbath: a banda americana que inventou o “drive-thru metal”

por João Pedro Ramos

Bandas esquisitas surgem mais rápido do que você pode imaginar, e a cada minuto alguém tem uma ideia para montar um grupo e sair fazendo barulho. Desta vez é o Mac Sabbath, uma mistura de Black Sabbath com McDonald’s. Algo como se o Ozzy trocasse o famoso lanchinho de cabeça de morcego por um quarterão com queijo.

A ideia foi de Mike Odd, empresário do grupo, também responsável pela esquisitíssima Rosemary’s Billygoat. Os membros da banda não revelam seus nomes, então a origem é meio obscura e fantasiosa. Ele diz ter visto em 2013 um palhaço assustador em Chatsworth, California. Seu nome era Ronald Osborne e ele tinha o conceito do tal “drive thru metal” junto com seus companheiros Slayer Mac Cheese (uma versão Motörhead-ish do Mayor Mac Cheese), Grimalice (que aqui no Brasil é o equivalente ao Shaky) e Cat Burglar (uma mistura do Papa Burguer com o Peter Criss). O tal palhaço sentou em sua mesa e falou da banda e Mike (que provavelmente é o próprio Ronald) disse que sim, ele seria o empresário do bando de mutantes da Monsanto parodiadores de Sabbath. O resto é história e carboidratos musicais.

A banda transforma clássicos do Sabbath como “Iron Man” em “Frying Pan”, “Sweet Leaf” vira “Sweet Beef” e “Paranoid” em “Pair-o-buns”. “Rat Salad”… bem, continua sendo “Rat Salad”, afinal. “Weird Al” Yankovic ficaria orgulhoso.

Pode parecer uma coisa muito doida, mas se formos pensar bem, o Ronald McDonald é realmente mil vezes mais assustador do que o Ozzy Osbourne. Certo?

Abaixo você confere três vídeos oficiais do Mac Sabbath, incluindo um com a presença de Ozzy!

– João Pedro Ramos é jornalista, redator, social media, colecionador de vinis, CDs e música em geral. E é um dos responsáveis pelo podcast Troca Fitas! Ouça aqui.

One thought on “Mac Sabbath: a banda americana que inventou o “drive-thru metal”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.