Aliança FARO: Panorama ARGENTINA (Destaques de Abril de 2022)

ABRIL 2022

Argentina | Bolivia | Brasil | Chile | ColômbiaCubaEspanha | México | Peru | Uruguai

Clique no país acima para conhecer seus destaques de abril!

ARGENTINA
por Juampa Barbero / do site Indie Hoy

Abril foi o mês em que finalmente ouvimos alguns lançamentos que estávamos esperando há muito. Ao mesmo tempo, houve música que nos pegou de surpresa, colaborações deslumbrantes, retornos imprevistos e álbuns que nunca param de tocar em loop. Tudo isso e muito mais em nossa revisão mensal que detalhamos abaixo:

BABASÓNICOS – “TRINCHERA”: A espera acabou: Babasónicos publicou o tão esperado sucessor de “Discutible” (2018). Lançado pela Popartdiscos, “Trinchera” é composto por 11 canções que refletem a ambivalência temperamental do grupo, intercalando críticas afiadas, meditações profundas e sentimentos polarizados por 37 minutos. A produção artística ficou a cargo da banda e de Gustavo Iglesias, responsável pela gravação e mixagem.


SARA HEBE – “SUCIA ESTRELLA”: Depois dos singles “México” e “Almacén de Datos”, Sara Hebe compartilhou o repertório completo do seu quinto álbum. “Sucia Estrella” é composto por 14 canções que ela produziu em conjunto com o seu parceiro habitual Ramiro Jota, e inclui colaborações com Ana Tijoux, Rattlesnakke, Sassyggirl e The Colorated. De “Puras Wachas” a “Refix”, a rapper nascida em Trelew demonstra uma versão muito fresca de seu estilo, sem perder seu temperamento singular.


PECES RAROS & TRUENO – “CICUTA”: A dupla Peces Raros, de La Plata, surpreendeu seu público ao estrear um crossover com Trueno. Fascinado pela sugestão de Tatool, seu produtor, o porta-voz de La Boca ressignificou “Cicuta”, abertura de “Dogma” (2021), afiando sua verborragia sobre as hastes originais. O resultado: uma versão 2.0 que desdobra a contundência e o sonambulismo imanente da pista graças à coesão explosiva entre esses dois universos diferentes.


DEFENSA – “7 CANCIONES ANTES DE QUE NOS CORTEN LA LUZ”: Defensa, a dupla pop futurista de Buenos Aires formada por Furio e Garoto 3000, lançou seu segundo álbum de estúdio pelo selo Yuukii Music. “7 canciones antes de que nos corten la luz” tem a participação especial de vocalistas como Clara Cava, Faraonika e a espanhola María Sioke. Uma odisseia noturna que nos leva até o amanhecer com interlúdios que realçam o lado mais cinematográfico e vanguardista do projeto.


WIRANDA JOHANSEN & DOPPEL GANGS – “AQUILES”: Em “Aquiles”, Doppel Gangs é o convidado especial de Wiranda Johansen, que além de compor essa balada sentimental, dirigiu o vídeo junto com Rafael Nir. Depois de “Derramada:):” e “Charco”, o cantora e compositora de “Envoltorio” (2020) mantém um pé na magia dos sonhos e o outro na cinética da dança. Uma história tão desbotada quanto brilhante que encena a vulnerabilidade do romance através de uma jornada surreal ao desconhecido.


BIZARRAP SESSION #23: Muito se tem falado sobre a tão aguardada Bizarrap Session #23, a ponto de ser difícil acreditar que já esteja conosco. No entanto, o produtor estrela não facilitou as coisas para seus fãs. Após anunciar a presença de Paulo Londra depois de dois anos afastado da música devido a um conflito contratual com Ovy on the Drums, ele tornou obrigatório que seus fãs atingissem 23 milhões de comentários na postagem de sua conta no Instagram. O que parecia uma ousadia, em menos de 24 horas se tornou realidade. Com esta nova colaboração, ambos chegaram ao topo do ranking mundial do Spotify, mas mesmo assim as especulações continuam.


UJI – “OROPO”: Uji lançou “Oropo”, o primeiro single de seu novo álbum e filme “Timebeing”, que será lançado em outubro pela ZZK Records. Nesta ocasião, o produtor nascido em Buenos Aires exibe uma sensação ritualística que é captada no vídeo carregado de simbologia dirigido por Jazmín Calcarami. Quatro anos se passaram desde seu álbum de estreia “Alborada”, e Uji demostra que sua exploração das tradições indígenas e ancestrais ainda está intacta.


TOMO LO QUE ENCUENTRO: 19 VERSIONES DE VIRUS: O espírito da Vírus, banda comandada por Federico Moura durante os anos 80, ainda é válido na cena pop e rock argentina de hoje. Sua influência sobre as gerações futuras é indiscutível, algo que foi demonstrado pela homenagem publicada pela Radio Universidad de La Plata em 2004. Reeditada este ano, a coletânea intitulada “Tomo lo que encuentro: 19 versiones de Virus” traz vários clássicos reinterpretados por artistas de La Plata Plata como NerdKids, Adicta, Norma, Estelares, Sergio Pángaro, Francisco e Juan Pablo Bochatón, entre outros.


BAFICI 2022: A 23ª edição do Festival Internacional de Cinema Independente de Buenos Aires foi realizada em vários cinemas da capital, e se estendeu online para que ninguém ficasse de fora dessa incrível experiência audiovisual. Como estamos acostumados, a programação do evento ofereceu um grande número de filmes distribuídos em diferentes seções e competições. De cineastas consagrados como Hong Sangsoo, Claire Denis e Darío Argento, a estreias nacionais e estrangeiras, o BAFICI encantou os cinéfilos durante duas semanas inesquecíveis. Toda a cobertura neste link.


FERIA INTERNACIONAL DEL LIBRO DE BUENOS AIRES: Outro dos retornos que nos fez sorrir de orelha a orelha foi o da Feira Internacional do Livro de Buenos Aires. Após dois anos de pandemia, o evento que reúne nomes da literatura nacional e internacional voltou a ser realizado durante três semanas. Os tradicionais estandes de várias editoras e temáticas encheram o La Rural para celebrar o retorno à presença com Mario Vargas Llosa e John Katzenbach como figuras internacionais de destaque este ano.

LEIA OS PANORAMAS ANTERIORES DA FARO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.