Garimpo Sonoro: Billy Preston é o quinto Beatle?

por Sarah Quines

Ainda é cedo para mensurar o real impacto de “Get Back” nos fãs de Beatles. De minha parte, enquanto escrevo este texto, já estou revendo o documentário pela segunda vez. Sem spoilers para quem ainda não assistiu, só posso dizer que tem muitas partes em que é impossível não se emocionar, como as cenas com os primeiros acordes de uma música sendo criada “ali na nossa frente”. Os primeiros dias dos ensaios mostram uma banda que já vinha de uma relação desgastada, muitas vezes conturbada, culminando com a saída de George (que depois retorna), além de uma conversa captada apenas em áudio entre Paul e John, que revela o nível de descompasso entre eles. Apesar dos conflitos, há breves momentos em que dá pra ver que eles se soltam e entram em sintonia de novo. A visita da enteada de Paul, uma criança que devia ter uns quatro anos, interagindo com os Beatles no estúdio, é um dos pontos altos do filme, porque mostra um lado mundano deles e nos faz lembrar de que embora já fossem um fenômeno pop, os músicos ainda não tinham nem 30 anos.

E nas quase nove horas de documentário, divididas em três episódios por Peter Jackson, também chama a atenção a presença de uma figura que aparece a partir da metade do segundo episódio e que teve um papel importante naquele momento da história dos Beatles: o músico Billy Preston.

Seria ele o quinto Beatle? Para muitos, o posto pertence ao produtor musical George Martin, e há quem defenda o empresário da banda, Brian Epstein, no posto de quinto Beatle. Neste vídeo, o Garimpo Sonoro fala sobre o tecladista norte-americano Billy Preston, que participou das sessões de “Get Back”. Quem foi Billy Preston? Assista abaixo:

ASSISTA AOS EPISÓDIOS ANTERIORES DO GARIMPO SONORO

Sobre o Garimpo Sonoro :com roteiro, apresentação e edição de Sarah Quines, o Garimpo Sonoro é um canal para quem gosta de garimpar músicas por aí e descobrir as histórias por trás dos sons. Um lugar onde a música não tem limitações de estilos, nem de épocas ou fronteiras geográficas. Vale toda música, artista, álbum, instrumento, gênero e movimento do Brasil e do mundo, atual ou do passado, que tenha uma boa história para contar. Toda terça-feira às 20h no youtube e na quarta-feira também no Scream & Yell.

– Sarah Quines (@sarahquines) é jornalista e criadora do canal Garimpo Sonoro 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.