O Ben para todo mal: Fernanda Takai

por Homero Pivotto Jr.

A ideia é equilibrar a participação de mães e pais n’ “O Ben para todo mal“. Por ora, os homens continuam em maior número entre os entrevistados. Mas vamos gestando novos episódios com mulheres para mudar o cenário. O mais novo deles é com uma figura feminina de extrema relevânvia para a cultura pop desde os anos 1990, a Fernanda Takai.

A Fernanda que conhecemos da vida pública ataca de cantora, instrumentista, compositora e escritora. Mas tem outra função que exerce com tanta, ou mais, paixão: ser mãe da Nina.

Abordamos a simpática mineira para conversar sobre o tempo, como conciliar maternidade e carreira — seja com o Pato Fu, como artista solo ou criando para o Música de Brinquedo —, a força das mulheres, a influência da filha em textos literários e as escolhas artísticas da hoje adolescente.

A estreia dessa fase do projeto foi com Iggor Cavalera (Mixhell, Petbrick e ex-Sepultura) e a sequência contou com o rapper Afro-X. Ainda teremos uma edição com o jornalista André Barcinski (que, entre tantos trabalhos, escreveu a biografia de João Gordo, vocalista do Ratos de Porão e um de nossos convidados na primeira temporada). A integra da edição em áudio pode ser ouvida no Spotify.

A montagem e edição do projeto segue sob a tutela do diretor Sérgio Caldas, da Subverse Media House.

– Homero Pivotto Jr. é jornalista, vocalista da Diokane e responsável pelo videocast O Ben Para Todo Mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.