Melhores de 2018: Douglas Dickel

Douglas Dickel
input_output / Blog (Porto Alegre, RS)

MELHOR DISCO NACIONAL
01. Tuyo – Pra curar
02. Luiza Lian – Azul moderno
03. Edgar – Ultrassom
04. Dingo Bells – Todo mundo vai mudar
05. Teto Preto – Pedra preta

MELHOR DISCO INTERNACIONAL
01. Frankie Cosmos – Vessel
02. Wax Chattels – Wax Chattels
03. Wye Oak – The louder I call, the faster it runs
04. Forth Wanderers – Forth Wanderers
05. Hinds – I don’t run

MELHOR SHOW INTERNACIONAL
01. Lee Ranaldo (Teatro da Unisinos)
02. Built To Spill (Automóvel Clube)
03. Thee Oh Sees (Agulha)
04. Doug Martsch (Do Ar)
05. L7 (Opinião)

MELHOR FILME INTERNACIONAL
01. Jeannette – A infância de Joana D’Arc (Bruno Dumont)
02. A árvore dos frutos selvagens (Nuri Bilge Ceylan)
03. A casa que Jack construiu (Lars Von Trier)
04. Corpo e alma (Ildikó Enyedi)
05. Maria Madalena (Garth Davis)

O MELHOR DA TV
01. Sharp Objects
02. The Handmaid’s Tale
03. The Deuce
04. The Man in the High Castle
05. Maniac

MELHOR MÚSICA INTERNACIONAL
01. Wye Oak – Lifer
02. Haley Heynderickx – Oom sha la la
03. Superorganism – Reflections on the screen
04. Low – Tempest
05. Iceage & Sky Ferreira – Pain killer

MELHOR MÚSICA NACIONAL
01. Tuyo – Vidaloca
02. Cabeça Locotrona – Déjàvu sinistro
03. Carne Doce – Tônus
04. Mulamba – Mulamba
05. Luiza Lian – Mil mulheres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.