Os 50 discos de 2018 para a APCA

A quantidade de discos lançados no mercado brasileiro em 2018 foi imensa, e a Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) ouviu o máximo de lançamentos possível. Dentre estes, a equipe de Música Popular selecionou 177 discos, dos quais após extenso debate e votação, chegou-se a lista final de 50 discos de 2018, 25 de cada semestre. Dentre estes 50 álbuns estará “o disco do ano”, que será conhecido em votação a ser realizada pela APCA no dia 11 de dezembro no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.

Além da categoria Melhor Disco do Ano (vencida por Curumin em 2017 com “Boca”; Metá Metá em 2016 com “MM3”; e Elza Soares em 2015 com “A Mulher do Fim do Mundo”), os jurados Alexandre Matias, José Norberto Flesch, Lucas Brêda, Marcelo Costa e Roberta Martinelli ainda votam em outras seis categorias, entre elas Artista do Ano, Melhor Show, Artista Revelação e Projeto Especial do Ano. Conheça abaixo os 50 discos de 2018 pela APCA e os indicados em quatro categorias!

ARTISTA DO ANO
Elza Soares
Gilberto Gil
Iza
Marcelo D2
Pabllo Vittar

SHOW DO ANO
Caetano, Moreno, Zeca & Tom Veloso
Letrux
Maria Beraldo
Racionais MC’s
Tribalistas

ARTISTA REVELAÇÃO
Duda Beat
Edgar
Josyara
Maria Beraldo
Teto Preto

MELHOR CAPA DE DISCO
Anelis Assumpção – Taurina
Ava Rocha – Trança
Baco Exu do Blues – Bluesman
Carne Doce – Tônus
Karol Conka – Ambulante

25 discos do PRIMEIRO SEMESTRE
01. Almir Sater & Renato Teixeira – + AR (Universal Music)
02. André Abujamra – Omindá (Independente)
03. Anelis Assumpção – Taurina (Pomm_elo / Scubidu) – Scream & Yell Videos
04. Autoramas – Libido (Hearts Bleed Blue)
05. Ava Rocha – Trança (Circus)
06. Cólera – Acorde! Acorde! Acorde! (EAEO Records)  Entrevista
07. Cordel do Fogo Encantado – Viagem ao Coração do Sol (Fogo Encantado) Entrevista
08. Craca e Dani Nega – O Desmanche (Independente)
09. Dingo Bells – Todo Mundo Vai Mudar (Dingo Bells / Natura Musical) Entrevista
10. Djonga – O Menino Que Queria Ser Deus (CEIA Ent.)
11. Elza Soares – Deus É Mulher (DeckDisc)
12. Erasmo Carlos – Amor É Isso (Som Livre)
13. Gui Amabis – Miopia (Independente)
14. Iza – Dona de Mim (Warner)
15. Jonas Sá – Puber (Selo Risco)
16. Juliano Gauche – Afastamento (EAEO Records) Entrevista
17. Kassin – Relax (LAB 344)
18. Malu Maria – Diamantes na Pista (Independente)
19. Marcelo Cabral – Motor (YB Music)
20. Maria Beraldo – Cavala (Selo Risco)  Entrevista
21. Maurício Pereira – Outono No Sudeste (Independente)
22. Rashid – Crise (Foco na Missão)
23. Romulo Fróes – O Disco das Horas (YB Music)
24. Silva – Brasileiro (SLAP)
25. Wado – Precariado (Independente)

25 discos do SEGUNDO SEMESTRE
01. Ana Cañas – Todxs (Guela Records)
02. Baco Exu do Blues – Bluesman (EAEO)
03. Bixiga 70 – Quebra Cabeça (Deckdisc) Entrevista
04. BK – Gigantes (Pirâmide Perdida Records)
05. Cacá Machado – Sibilina (YB Music / Circus) Disco do Dia
06. Carne Doce – Tônus (Independente / Natura Musical)
07. Diomedes Chinaski – Comunista Rico (Independente)
08. Duda Beat – Sinto Muito (Independente) Entrevista
09. E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante – Fundação (Balaclava Records)
10. Edgar – Ultrassom (Deck)
11. Gilberto Gil – Ok Ok Ok (Biscoito Fino)
12. Josyara – Mansa Fúria (Independente)
13. Karol Conká – Ambulante (Sony Music)
14. Laura Lavieri – Desastre Solar (SLAP) Entrevista
15. Luiza Lian – Azul Moderno (Selo Risco) Entrevista
16. Lupe de Lupe – Vocação (Geração Perdida de Minas Gerais / Balaclava Records)
17. Mahmundi – Para Dias Ruins (Universal Music) (Entrevista)
18. Marcelo D2 – Amar É Para Os Fortes (Pupila Dilatada)
19. Mulamba – Mulamba (Máquina Discos) Faixa a Faixa
20. Pabllo Vittar – Não Para Não (Sony Music) Resenha
21. Phill Veras – Alma (Independente)
22. Quartabê – Lição#2 Dorival (Selo Risco)  Entrevista
23. Rodrigo Campos – 9 Sambas (YB Music)
24. Samuca e a Selva – Tudo Que Move é Sagrado (YB Music)
25. Teto Preto – Pedra Preta (Mamba Rec)

Leia também:
– Veja como foi a premiação da Associação Paulista dos Críticos de Arte em 2014 (aqui)
– Lista de premiados da APCA em 2012 (aqui), 2013 (aqui), 2014 (aqui), 2015 (aqui), 2016 (aqui) e 2017 (aqui)

6 thoughts on “Os 50 discos de 2018 para a APCA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.