Boteco: Cinco latões da Cervejaria Dádiva

por Marcelo Costa

Abrindo um quinteto da Dádiva, de Várzea Grande, interior de São Paulo, com a Sudden Life, uma New England IPA lançada em janeiro de 2018, mas com este lote envasado em julho. Na receita, malte Pilsen, trigo Espelta, lúpulo El Dorado mais Citra e Mosaic em versão Cryo Hops. De coloração amarela turva, juicy como um suco, e creme branco espesso de ótima formação e média alta retenção, a Dádiva Sudden Life exibe um belo aroma com notas cítricas (manga dominando, mas também laranja) e leve percepção da levedura, acrescentando picância discreta ao conjunto. Na boca, suco de frutas amarelas no primeiro toque, privilegiando manga, mas também com laranja marcando presença. Na sequencia, mais cítrico, de uma maneira suave, e um amargor bem comportado, como manda o estilo NE. A textura é cremosa e picante (com levedura facilmente percpetivel). Dai pra frente, uma New England deliciosa, que honra o estilo. No final, leve cítrico. No retrogosto, mais manga, picância e levedura.

A segunda da Dádiva é outra New England IPA, mas uma Single Hop, a Passion Flow, cuja receita utiliza altas doses do tradicional lúpulo norte-americano Amarillo (aparentemente em versão Cryo Hop). Envasada em agosto de 2018, a Dádiva Passion Flow exibe uma coloração amarela turva, juicy como um suco, e com creme branco espesso de ótima formação e média alta retenção. No nariz, uma pancada incrível de doçura cítrica com sugestões deliciosas de maracujá e laranja. Na boca, replicação perfeita do que o aroma adianta com doçura cítrica apaixonante no primeiro toque, leve picância de levedura na sequencia e amargor limpo e saboroso. A textura oferece picância de levedura e leve efervescência. Dai pra frente, uma incrível New England com maracujá e laranja brilhando e trazendo consigo ainda leve doçura. No final, amargor suave e picância. No retrogosto, harsh discreto de cryo hop, levedura, maracujá e laranja.

A terceira Dádiva da sequencia é uma colaborativa com os curitibanos da Way Beer, a It’s a Ship, uma Strong Berliner Weisse cujo diferencial é a adição de chips de Putumuju, madeira brasileira ainda pouco explorada no segmento cervejeiro. De coloração âmbar clara (devido à utilização de malte caramelo) e creme bege clarinho de boa formação e rápida dispersão, a Dádiva Way It’s a Ship exibe um aroma com notas que sugerem caramelo e fruta de guaraná. Na boca, o primeiro toque sugere doçura bem suave (meio caramelo, mas guaraná) e segue com a secura e acidez tradicional do estilo sour berlinense, não muito arisca (como uma Berliner Weisse local), mas perceptível. A textura é levemente frisante e ácida e, dai pra frente, surge uma Berliner mais macia do que as tradicionais, com a madeira aproximando a percepção de guaraná e o azedume suave provocando o paladar. No final, azedume suave e uma leve adstringência, que invade o retrogosto trazendo consigo madeira e guaraná.

A quarta da série é uma Russian Imperial Stout que chegou a ser apresentada pela Dádiva como Dark Forest no Mondial de La Biere São Paulo 2018, mas aparece aqui com seu nome final, Black Mist. Na receita, adição de café, baunilha, nibs de cacau e chips de carvalho. Na taça, a cerveja exibe coloração marrom bem escura, quase preta, com creme bege de ótima formação e média alta retenção. No aroma, a remissão a café é a primeira nota que salta, mas, com calma e atenção, é possível perceber a baunilha puxando o conjunto muito mais prum café com leite do que para um cappuccino (tradicional). Há, ainda, madeira e leve percepção dos 10.9% de álcool. Na boca, café verde se destaca no primeiro, mas é possível sentir um tiquinho de baunilha, que aumenta levemente na sequencia, que ainda traz madeira sutil, cacau e álcool maravilhosamente domado. A textura é sedosa com picância intensa (aqui o álcool aparece). Dai pra frente, o café verde segue dominando, mas com atenção é possível perceber outras nuances deliciosas em uma RIS sutil e caprichada. No final, café verde. No retrogosto, mais café verde, calor alcoólico e um pouco de cacau.

Fechando o quinteto com a Dádiva Black Mist em sua versão Maple, que mantém a mesma receita da cerveja anterior (ou seja, café, baunilha, nibs de cacau e chips de carvalho), mas com adição de espirais de corte de madeira, neste caso proveniente da árvore de Mapple (saiba mais sobre a tecnologia dos espirais aqui e aqui). Na taça, a Black Mist Mapple exibe a mesma coloração marrom bem escura, quase preta, da Black Mist tradicional, mantendo creme bege de ótima formação e média alta retenção. Já no nariz começam as mudanças: não há predomínio de café, que, inclusive, não aparece tanto cedendo seu espaço para caramelo, mel, mapple syrup e, principalmente, chocolate. O álcool aparece de forma extremamente sutil. Na boca, a surpresa continua: doçura achocolatada deliciosa no primeiro toque seguida de leve presença álcool e um toque de café verde, discreto, e mais presente conforme a cerveja aquece na taça. A textura é sedosa com picância inferior a Black Mist tradicional. Dai pra frente, uma cerveja belíssima, redondinha, que consegue (com as espirais de mapple) ir muito além da versão tradicional. No final, mais chocolate do que café. No retrogosto, chocolate, café, mapple e álcool. Uou!

Balanço
Começando essa nova série da Dádiva com duas New England IPAs caprichadas, e praticamente no mesmo nível, mas diferentes na taça: a Sudden Life puxa mais para manga enquanto a Passion Flow é puro maracujá com presença de laranja. E as duas são ótimas. A Dádiva & Way It’s a Ship, uma Strong Berliner Weisse cuja adição de chips de Putumuju traz bastante guaraná, mas perde um pouco de seu perfil sour. Boa, ainda assim. Já a Dádiva Black Mist é uma Russian Imperial Stout com bastante café verde e percepção de cacau e baunilha. Uma delicinha. Já a Black Mist versão Mapple amacia de forma deliciosamente radical a receita anterior, escondendo o café verde e deixando a sugestão de chocolate brilhar (além de esconder de maneira mais efetiva o álcool). Uou! Sensacional.

Dádiva Sudden Life
– Produto: New England IPA
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5.6%
– Nota: 3,77/5

Dádiva Passion Flow
– Produto: New England IPA
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6.1%
– Nota: 3,77/5

Dádiva & Way It’s a Ship
– Produto: Berliner Weisse
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5.9%
– Nota: 3,05/5

Dádiva Black Mist
– Produto: Russian Imperial Stout
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 10.9%
– Nota: 3,75/5

Dádiva Black Mist Mapple
– Produto: Russian Imperial Stout
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 10.9%
– Nota: 4,04/5

Leia também
– Top 2001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.