Faixa a faixa: “Sinto Muito”, Duda Beat

faixa a faixa por Duda Beat

Elogiado disco de estreia da pernambucana Eduarda Bittencourt, que assina como Duda Beat, “Sinto Muito” acaba de ganhar o segundo clipe oficial: depois de “Bixinho”, a faixa escolhida por Duda é “Bolo de Rolo”, que ela define no faixa a faixa abaixo como um “reggae do empoderamento”. No bate papo que teve com Renan Guerra em maio, Duda contava que sentiu “frio na barriga de expor, mas ao mesmo tempo eu tinha certeza que as pessoas iam se identificar”. Confira abaixo o faixa a faixa e leia a entrevista na integra aqui.

Todas as composições de “Sinto Muito” são assinadas por Duda Beat e Tomás Tróia, exceto “Parece Pouco” por Duda Beat e Lux Ferreira. A produção musical foi de Tomás Tróia (exceto Lux Ferreira na faixa “Parece Pouco”), com co-produção de Lux Ferreira e Patrick Laplan. A mixagem foi feita por Pedro Garcia no Estúdio Garcia Mix Room, e também por Diogo Strausz nas faixas “Bixinho”, “Derretendo”, “Back to Bad” e “Egoísta”, no Estúdio Haus of Strausz. Masterização: Pedro Garcia no Estúdio Garcia Mix Room.

01. Anicca (Intro): Anicca significa “impermanência”, conceito aprendido no retiro Vipassana que me trouxe uma nova perspectiva de vida. Com ela, ganhei segurança para compor e lançar minhas canções. O som de pássaros e insetos que abre a vinheta foi gravado no próprio retiro, em Miguel Pereira.

Tomás Tróia – Programações, teclado, drum machine;
Lux Ferreira – Teclado;
Gabriel Bittencourt – Bateria.

02. Bédi Beat: A música fala de uma dinâmica infelizmente ainda comum nessas relações de “pegação”: uma mulher sempre esperando, disponível, e o cara como “o dono da bola”. Inspirada num gênero que adoro, o brega, essa é a música que as pessoas mais cantam e dançam no show.

Tomás Tróia – Programações, drum machine;
Lux Ferreira – Teclado;
Gabriel Bittencourt – Bateria;
Patrick Laplan – Baixo;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal;
Marlon Sette – Trombone;
Altair Martins – Trompete

03. Bixinho: A música do disco em que eu curto essa onda de amor descompromissado, carnal, divertido. A letra é bem sensorial, tem uma vibe mezzo axé, mezzo latina, perfeita pra ser tocada numa pista quente.

Tomás Tróia – Violão, drum machine;
Lux Ferreira – Teclado;
Patrick Laplan – Baixo;
Marlon Sette – Trombone;
Altair Martins – Trompete;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal;
Diogo Strausz – Agogô;
André Faria – Percussão

04. Pro Mundo Ouvir: Um grito de desespero, os primeiros momentos de um amor que ainda não se assumiu. Foi a primeira canção a ser composta e a última a ficar pronta. Considero a faixa sonoramente mais original do álbum, um “trapzinho”. O trecho em rap, a base tocada ao contrário e a participação das irmãs De Alexandre também ajudam a dar personalidade à canção.

Luiza de Alexandre – Vocal;
Camila de Alexandre – Vocal;
Tomás Tróia – Baixo, Sintetizadores, drum machine, programações;
Lux Ferreira – Sintetizadores

05. Parece Pouco: Um rap que dialoga com todas as faixas do disco. O título é uma brincadeira com a duração curtinha da música.

Lux Ferreira – Sintetizadores, drum machine;
Tomás Tróia – Programações

06. Back to Bad: Essa balada pop conta a história de um amor ressentido, daqueles que não conseguem emergir à superfície para respirar e seguir em frente. O verso que encerra a faixa, “my looooove”, é um choro gritado, rasgado, desarmado. Sem medo do ridículo.

Tomás Tróia – Guitarra, drum machine;
Lux Ferreira – Teclado, sintetizadores;
Patrick Laplan – Baixo, güiro;
Gabriel Bittencourt – Bateria, percussões;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal

07. Derretendo: Mais uma balada, a faixa é um relato romântico e apaixonado, mas também sensual, com aquele climão que convida para o corpo-a-corpo. Eu dedicaria a canção à musa Sade, referência atemporal de derretimento.

Tomás Tróia – Bolsa Bass, drum machine, programações, sintetizador;
Lux Ferreira – Sintetizadores;
Gabriel Bittencourt – Bateria;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal

08. Ninguém Dança: Uma homenagem à noite cool do Rio de Janeiro (que não deve ser muito diferente de SP e outras metrópoles), onde todos (incluindo eu e meus amigos) nos reunimos nos bares para exibir os carões e os modelitos falsamente despretensiosos, mas ninguém parece se divertir de verdade. Uma crônica leve e debochada em hip hop.

Tomás Tróia – Guitarra, Synth bass, drum machine, programações;
Lux Ferreira – Sintetizadores;
Patrick Laplan – Baixo;
Gabriel Bittencourt – Bateria;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal

09. Egoísta: A canção do orgulho ferido. O clima sombrio está presente na letra e no arranjo, acentuado pelo contratempo da bateria e pelo backing quase acapella. Uma vingança que merece ser saboreada.

Tomás Tróia – Guitarra, Sintetizador, drum machine, programações;
Diogo Strausz – Drum machine;
Patrick Laplan – Baixo;
Gabriel Bittencourt – Bateria;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal;
Marlon Sette – Trombone;
Altair Martins – Trompete

10. Bolo de Rolo: Reggae do empoderamento: “Minha mãe me ensinou que se é pra brincar de amor não pode ser desesperada”. Não à toa, por ser uma letra que prega a auto-suficiência, o nome remete à minha origem pernambucana, onde a mulherada é porreta demais.

Tomás Tróia – Synth bass, sintetizadores, programações;
Lux Ferreira – Sintetizadores;
Gabriel Bittencourt – Bateria;
Patrick Laplan – Baixo;
Danilo Cutrim – Guitarra;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal;
Marlon Sette – Trombone;
Altair Martins – Trompete

11. Todo Carinho: A faixa final é meu xodó, considero a pérola do disco, uma bossa-samba axé. Transborda de amor, tem muita delicadeza, mas também joga o padrão de exigência lá pra cima: “todo carinho do mundo para mim é pouco”. Aquela tristeza bela que todo mundo já cultivou por algum amor encerrado.

Felipe Pacheco Ventura – Arranjo de cordas, violinos;
Tomás Tróia – Violão;
Lux Ferreira – Teclado;
Patrick Laplan – Baixo, Bateria;
Luiza de Alexandre – Backing vocal;
Camila de Alexandre – Backing vocal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.