Boteco: do Canadá, Dieu du Ciel!

por Marcelo Costa

Abrindo uma série canadense com cinco cervejas da Dieu du Ciel! com a Solstice d’Eté Aux Framboises, Berliner Weisse que recebe adição de framboesas, algo que fica perceptível assim que o líquido é despejado na taça oferecendo uma belíssima coloração vermelha com creme branco de baixa formação e rápida dispersão. No nariz, sugestão incrível de geleia de frutas vermelhas (framboesa, blueberry e morango) com percepção suave de acidez e azedume. Na boca, textura frisante intensa com acidez pinicando a língua. O primeiro toque oferece doçura de frutas vermelhas seguida de uma pancada forte de acidez, azedume e leve salgado láctico. O amargor é acético e abre caminho para um conjunto caprichado e refrescante que combina as notas de frutas vermelhas com a acidez da fermentação láctica e um leve salgado. O final é arrastado e longo com traços de doçura inicial e azedume intenso. No retrogosto, frutas vermelhas, salgado suave e refrescancia. Baita!

A segunda da brasserie Dieu du Ciel é a Équinoxe du Printemps, uma Scotch Ale que recebe adição de maple syrup produzido no Quebec. De coloração âmbar acastanhada com creme bege de boa formação e media alta permanência. No nariz, bastante doçura caramelada em meio a sugestão de álcool (9.5%). Ainda é possível distinguir leve toffee, melaço de açúcar queimado e frutado (ameixa em calda). Na boca, a textura melada quase licorosa e com leve picância alcóolica. O primeiro toque reforça a força da doçura no conjunto, ainda que ela venha, no segundo seguinte, embalada em álcool, que potencializa a percepção de amargor. Dai pra frente surge um conjunto interessante que se baliza entre a doçura caramelada, toffee e álcool. O final é levemente melado. No retrogosto, álcool, caramelo e melaço. Ok.

Colaborativa entre os canadenses e os japoneses da cervejaria Shiga Kogen, e produzida em St. Jérôme, Quebec, a Dieu du Ciel! Isseki Nichõ é uma Imperial Dark Saison de 9.5% de graduação alcoólica e coloração marrom bastante escura com creme bege escuro de ótima formação e media alta permanência. No nariz, um conjunto interessante que une chocolate amargo, notas frutadas (laranja), derivação de torra (café), alcaçuz, nozes, leve conhaque, baunilha e discreta doçura caramelada. Na boca, textura é cremosa e bastante picante de álcool. No primeiro toque, doçura frutada juntando caramelo, chocolate e alcaçuz. Na sequencia, uma pancada de álcool que abre caminho para um conjunto doce e picante (caramelo, alcaçuz, laranja) que ainda traz algo que remete a própolis. O final traz melado, baunilha e delicioso calor alcoólico. No retrogosto, baunilha, alcaçuz e leve conhaque. Delicia.

Produzida apenas uma ver por ano para amaciar o rigoroso inverno canadense com seus 10.5% de álcool, a Dieu du Ciel Rigor Mortis Abt é uma Belgian Quadrupel de bonita coloração âmbar caramelada, turva no início ainda gelada na taça, translucida assim que aquece. O creme bege exibe uma média formação e retenção. No nariz, doçura de caramelo, baunilha, alcaçuz, mel, uva passa e outras frutas escuras. O álcool aparece com delicadeza assim como leve sugestão de madeira. Na boca, textura sedosa, quase licorosa. O primeiro toque confirma o predomínio de doçura no conjunto (caramelo e baunilha), que segue o trajeto acrescentando frutas escuras e entregando tudo embalado em álcool, que faz a função do amargor. Dai pra frente, uma cerveja para beber calmamente, explorando suas sugestões e tomando muito cuidado com sua deliciosa potência. O final é doce e picante de álcool. No retrogosto, caramelo, uva passa e alegria alcoólica.

Para fechar essa série da Dieu du Ciel!, a estrela da casa: Péché Mortel (Pecado Mortal), uma poderosa Russian Imperial Stout que recebe infusão de café durante a fervura para intensificar o amargor (76 IBUs) e dar a sensação real de café no paladar. De coloração marrom tão escura que parece preta e creme bege denso de boa formação e média alta permanência, a Dieu du Ciel! Péché Mortel exibe um aroma absolutamente incrível de… café gelado. Claro, não só: também é possível perceber notas que remetem a chocolate amargo, alcaçuz e carvão além de fumaça. Na boca, textura cremosa com leve picância alcoólica. O primeiro toque confirma o domínio do café no conjunto seguido de chocolate amargo e uma pancada incrível de amargor e álcool que abre as portas para um perfil apaixonante que junta café, alcaçuz, frutas escuras, chocolate amargo, álcool, fumaça e carvão. O final é… quente. No retrogosto, café, chocolate e mais calor. Palmas, palmas e palmas.

Balanço
Abrindo uma sequencia de Dieu du Ciel! com a Solstice d’Eté Aux Framboises, uma belíssima Berliner com framboesa, que equilibrar de forma mágica o conjunto. A Équinoxe du Printemps é uma Wee Heavy bastante doce e alcoólica. Não me impressionou muito. A melhor das três até agora, Diel du Ciel! Isseki Nichõ, tem um conjunto interessantemente complexo, que apesar de utilizar levedura Saison não lembra nada do estilo, mas resulta num conjunto bem bacana. A Dieu du Ciel! Rigor Mortis Abt, mesmo sem apresentar algo novo, dá um salto à frente por recriar com qualidade um belo estilo belga. Pra fechar, Dieu du Ciel! Péché Mortel, uma cerveja absolutamente incrível que honra a fama.

Dieu du Ciel! Solstice d’Eté Aux Framboises
– Produto: Berliner Weisse
– Nacionalidade: Canadá
– Graduação alcoólica: 5.9%
– Nota: 3,52/5

Dieu du Ciel! Équinoxe du Printemps
– Produto: Scoth Ale
– Nacionalidade: Canadá
– Graduação alcoólica: 9.5%
– Nota: 3,41/5

Diel du Ciel! Isseki Nichõ
– Produto: Black Saison
– Nacionalidade: Canadá
– Graduação alcoólica: 9.5%
– Nota: 3,71/5

Dieu du Ciel! Rigor Mortis Abt
– Produto: Belgian Quadrupel
– Nacionalidade: Canadá
– Graduação alcoólica: 10.5%
– Nota: 3,75/5

Dieu du Ciel! Péché Mortel
– Produto: Russian Imperial Stout
– Nacionalidade: Canadá
– Graduação alcoólica: 9.5%
– Nota: 4,20/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.