Boteco: da Alemanha, Kloster Brauerei Scheyern

por Marcelo Costa

De Scheyern, cidade de menos de 5 mil habitantes na Baviera alemã a cerca de 50 minutos de Munique, surge a Kloster Brauerei Scheyern, uma cervejaria que nasceu em 2006 ligada ao mosteiro beneditino erguido na cidade em 1077 e toda tradição cervejeira monástica surgida a partir de 1119. Fabricada na Tucher Bräu Fürth (integrante do Oetker Group), em Fürth, cidade a uma hora e meia do mosteiro, a Kloster Scheyern Export Dunkel é uma cerveja de coloração âmbar escura com creme bege bem claro de boa formação e permanência. No nariz, doçura maltada e láctica sugerindo caramelo e cappuccino suave. Na boca, a textura é suave. Doçura láctica marca o primeiro toque (é nítido o uso de aveia no conjunto) seguida de amargor baixo. Dai pra frente, uma cerveja simples, agradável e aconchegante, sem nenhum grande destaque e sem nenhum grande defeito. O final é caramelado. No retrogosto, caramelo e aveia. Boa.

A Kloster Scheyern Weisse Dunkel é, como o nome define, uma cerveja de trigo que utiliza malte tostado (e, claro, levedura de Weiss, evitando assim o erro bobo da Burgman Fumacê). Na taça, uma cerveja de coloração âmbar acastanhada exibe um creme bege claro de boa formação e permanência. No nariz, notas tradicionais de levedura Weiss (banana e cravo dominando as atenções) a diferenciam da Kloster Scheyern Export Dunkel (daria até pra fazer um teste cego entre as duas), ainda que seja possível perceber doçura caramelada na base. Na boca, a textura é cremosa é levemente picante. O primeiro toque reforça a tradição de Weiss com notas frutadas sugerindo banana e condimentação remetendo a cravo. O amargor é baixo e o conjunto que segue continua mantendo o padrão de Weiss, com pouco interferência do malte tostado. O final é doce e frutado (banana). No retrogosto, banana e caramelo suave.

Fechando o trio da Kloster Brauerei Scheyern com a Weisse Hell bávara tradicionalíssima da casa: uma Weiss aparentemente levemente filtrada cuja coloração sugere um amarelo mais para dourado do que para turvo com creme branco espesso de boa formação e média alta retenção. No nariz, tudo que se espera de uma Weiss alemã: notas frutadas sugerindo banana com leve condimentação remetendo a cravo na base. Há ainda um suave floral e notas que trazem algo de pão e cereais. Na boca, a textura é sedosa e levemente picante. O primeiro toque, como era de se esperar, reforça as qualidades principais do estilo: frutado marcante remetendo a banana e condimentado trazendo algo de cravo. O amargor é praticamente inexistente e, dai em diante, surge um conjunto robusto e muito agradável para aqueles que admiram o estilo. O final traz doçura frutada e cereais. No retrogosto, banana e cravo.

Balanço
O legal da escola alemã clássica é que eles não inventam, e ainda que muita gente possa achar tudo igual, é muito bom poder voltar a ela depois de arriscar umas invencionices sem pé nem cabeça que o mercado (principalmente o brasileiro) anda aprontando. Essa Kloster Scheyern Export Dunkel é simplesinha e bastante eficiente. Senti presença de aveia, e gostei. Honesta. A Kloster Scheyern Weisse Dunkel não comente o erro da brasileira Burgman Fumacê, que “esqueceu” de usar levedura Weiss na receita de uma Weiss defumada. Aqui os alemães usam e, claro, a levedura se sobressai sugerindo banana e cravo e a parte “Dunkel” acaba tornando-se uma leve sugestão de caramelo, bastante sútil. Nem tanto ao mar, nem tanta a terra… mas é uma Weiss. O mesmo pode ser repetido com todas as letras e em forma de elogio a Weisse Hell da casa, que não foge da tradição: banana, cravo, cereais suaves, floral, tá tudo aqui.

Kloster Scheyern Export Dunkel
– Estilo: Dunkel
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,04/5

Kloster Scheyern Weisse Dunkel
– Estilo: Dunkelweizen
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,2%
– Nota: 3,01/5

Kloster Scheyern Weisse Hell
– Estilo: German Hefeweizen
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,2%
– Nota: 3,04/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.