Boteco: Cinco cervejas da Krug Bier

por Marcelo Costa

Abrindo o primeiro passeio pelo cardápio de cervejas da Krug Bier, cervejaria mineira de Belo Horizonte aberta em 1997, com a Áustria Summer Ale, que a casa descreve como uma Blond Ale (belga), mas lembra mais uma Dortmunder (Lager) reforçada com o lúpulo australiano Ella, tanto no amargor quanto no dry-hopping. De coloração amarela cristalina e creme branco de formação e média alta permanência, a Áustria Summer Ale chama bastante a atenção pelas notas caprichadas derivadas da lupulagem, com floral e leve cítrico (maracujá) dominando a percepção do bebedor. Na boca, textura levemente frisante. O primeiro toque traz reforço de floral e cítrico seguido de amargor médio e interessante. Dai pra frente, uma cerveja bastante refrescante e saborosa, que consegue aliar sabor e leveza. No final, mais cítrico que floral. Já o retrogosto é marcado por leve maracujá e abacaxi. Boa!

A Áustria Altbier tem uma segunda versão de rótulo “compartilhado” com a banda mineira Skank (num trabalho que remete ao da Bamberg, que “aluga” suas cervejas para bandas no modelo condenável “nada se cria, tudo se recria, ainda que permaneça a mesma coisa”) e é uma cerveja de coloração âmbar caramelada translucida com creme levemente alaranjado de boa formação e média alta permanência. No nariz, a Áustria Skank Altbier apresenta um aroma bastante tímido de malte caramelado com leve traço de açúcar mascavo e defumação. Na boca, a textura sugere leve cremosidade com picância metálica. No primeiro toque, reforço da sugestão de caramelo seguida de amargor envolvente e persistente num conjunto simples, que não honra os grandes momentos do Skank. O final equilibra caramelo maltado e amargor. No retrogosto, persistência de amargor, caramelo e leve açúcar queimado.

A Áustria Golden Ale (que também pode ser encontrada com o rótulo da banda Tianastácia) é uma cerveja de coloração âmbar levemente turva com creme branco meio alaranjado de boa formação e permanência. No nariz, notas maltadas em primeiro plano sugerindo caramelo, biscoito e pão acompanhado de um forte off-flavor de DMS (percepção intensa de milho cozido, algo que em alguns momentos chega a se sobrepor ao maltado), que prejudica bastante a experiência (ainda mais no caso de uma Golden Ale, um estilo bastante aromático). No paladar, leve picância metálica. O primeiro toque traz doçura de caramelo, que aqui disputa a atenção do bebedor com o DMS, que novamente atrapalha a degustação, que segue prejudicada com relação ao amargor (aparentemente médio) e ao final, levemente com acético e DMS. No retrogosto, mais DMS. Fica para uma próxima.

Receita desenvolvida pela AX Beer e produzida pela Krug em Nova Lima (parceria que já havia rendido a Caip Beer, um misto de cerveja, cachaça, limão, açúcar), a AX Beer ESB é uma English Special Bitter com caprichado uso de lúpulos ingleses. Na taça, um líquido de coloração âmbar escuro com creme bege de boa formação e média alta permanência oferece um aroma bastante maltado com sugestão intensa de doçura caramelada, açúcar mascavo e toffee. Há ainda leve percepção frutada (ameixa), comum ao estilo. Na boca, textura cremosa e suave. O primeiro toque traz doçura caramelada e toffee seguido de um amargor médio e eficiente, que abre as portas para um conjunto saboroso, com doçura maltada à frente, e amargor suave tentando equilibrar a contenda. O final reforça o perfil maltado com leve acréscimo de frutas escuras. No retrogosto, mais caramelo, toffee e açúcar mascavo, sem enjoar. Boa ESB.

Fechando o quinteto da Krug com a melhor cerveja da casa nesta primeira passagem, a Áustria Imperium, uma Double IPA que recebe quatro lúpulos (Magnum, Cascade, Mandarina, Polaris) e alcança 9.5% de álcool e 54 de IBU. De coloração âmbar caramelada translucida com creme bege claro de boa formação e média permanência, a Áustria Imperium exibe um aroma que decepciona um pouquinho o bebedor, já que os lúpulos escolhidos não são representados com vigor na paleta aromática, que sugere cítrico e herbal distantes enquanto valoriza o malte. Na boca, a textura é picante (de álcool e lúpulo). O primeiro toque traz resina, álcool e herbal se estapeando pela atenção do freguês até que a porrada de amargor toma a frente e se estenda abrindo caminho à frente em meio a doçura maltada, resina intensa e herbal sútil. O final é amargo, doce e resinoso. No retrogosto, caramelo e amargor suave. Muito boa.

Balanço
Começando bem o passeio pelas cervejas da Krug Bier com a Áustria Summer Ale, que une sabor (bastante cítrico) e refrescancia chegando a soar quase como uma Lager saborosa. A Áustria Skank Altbier não honra uma das melhores bandas mineiras e muito menos a escola alemã, da qual o estilo é originário. O aroma é tímido, e ainda que o paladar conseguir entregar um pouco mais, o resultado fica aquém do estilo (e do Skank). A Áustria Golden Ale chegou vitimada pelo DMS, e não há como avalia-la, já que essa garrafa não corresponde ao produto idealizado pelo cervejeiro (vou me conter a fazer algum piada com o Tianastácia). A AX Beer não traz nada de novidade, mas é bastante equilibrada e correta no que propõe. Fechando o quinteto, a Áustria Imperium é uma Double IPA bastante alcoólica (como manda o figurino) e de amargor potente, mas os quatro lúpulos escolhidos não são a estrela da receita, cargo que fica na responsa do malte, o que decepciona um pouco. Ainda assim, uma boa Double IPA no custo benefício.

Áustria Summer Ale
– Estilo: Blond Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5,1%
– Nota: 3,03/5

Áustria Altbier Skank
– Estilo: Altbier
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 2,50/5

Áustria Golden Ale
– Estilo: Oktoberfest
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,9%
– Nota: —/5

AX Beer ESB
– Estilo: English Special Bitter
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6%
– Nota: 3,00/5

Áustria Imperium
– Estilo: Double IPA
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 9,5%
– Nota: 3,10/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

One thought on “Boteco: Cinco cervejas da Krug Bier

Deixe uma resposta para Guilherme Costa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.