Podcast: Oito edições do Boteco Birrinhas


Eis o Boteco Birrinhas #1, primeiro podcast do escrete do site Birrinhas (Bruno Dias, Cirilo Dias, Leonardo Dias e Marcelo Costa), bate papo bom regado a boas cervejas e boa música.

No segundo Boteco Birrinhas, abrimos o bloco falando das cervejas de bandas de rock que pipocaram no mercado brasileiro e uma avaliação do lançamento da cerveja do Ultraje a Rigor. Depois, seguimos para um dica de bar, o excelente brewpub paulistano Cervejaria Nacional, e uma avaliação de sua cerveja Mula IPA, agora engarrafada. Depois seguimos para uma raridade francesa, a Cuvèe des Jonquilles, que você só encontra lá fora por 6 euros. Para finalizar, temos a elegância alcoolica da Gouden Carolus Classic. Tudo devidamente explicado e avaliado pela equipe do Birrinhas, que contou com a participação do amigo jornalista Tiago Agostini, responsável pela trilha sonora do programa, que contou com Superchunk, The Replacementes e Bob Mould.

O terceiro programa Boteco Birrinhas reúne os irmãos Bruno, Leonardo e Cirilo Dias mais Marcelo Costa e Marcio Kovacs (The Walking Cat Brew Co.) bebendo e conversando sobre música e cerveja ao som de Bruce Springsteen e uma playlist selecionada por Marcio. No roteiro, Young’s Double Chocolate Stout, Uerige Doppelsticke, Uerige Sticke, Lupulus Blonde e a Wee Heavy caseira da The Walking Cat Brew Co. Além, Cirilo Dias caprichou na receita de um lanche de carne de panela com molho de Wäls Petroleum acompanhado de queijo brie.

Nesta quarta edição do Boteco Birrinhas convidamos o jornalista e crítico de cinema Rodrigo Salem para participar da nossa degustação, acompanhada de um bom bate-papo e da já tradicional receita com cerveja. Avaliamos e comentamos 6 tipos de cervejas do estilo Radler que estão chegando no mercado brasileiro. Também bebemos uma bela Founders Dry Hopped Pale Ale, a amarguíssima Invicta de 1000 IBUs e um exemplar da cervejaria Nøgne, trazida por Rodrigo Salem diretamente da Noruega. Salem ficou responsável pela playlist, que traz Afghan Whigs, Arctic Monkeys e Eddie, enquanto Cirilo Dias preparou um sanduíche de costelinha assada nas cervejas Invicta Black IPA e Erdinger Pikantus, acompanhada de molho de redução de Founders Dirty Bastard com favas de baunilha, cravo, mel e canela. Tudo isso montado caprichosamente num pão de milho com molho de gorgonzola. O Boteco Birrinhas reúne os irmãos Bruno, Leonardo e Cirilo Dias mais Marcelo Costa.

Desta vez não tivemos uma receita, mas o motivo foi que passamos o tempo todo aprimorando as receitas para nossa estreia na Feirinha Gastronômica da Vila Madalena, em São Paulo. Durante o mês de fevereiro, estaremos lá com uma barraca do Birrinhas servindo duas de nossas criações, o Toscanha e o Black Hole Sun. Apareçam! É todo domingo! Além disso, fundamos a Cervejaria 3 Dias e já lançamos dois rótulos que estão em produção: nossa hard apple cider CIDA e nossa versão da Charlipa, uma IPA caprichada. Também estreamos a coluna Manguaçan Connection, com Rodrigo Salem (que já foi convidado do podcast) direto de Los Angeles, dando dicas de filmes e de algumas cervejarias de lá. E como de habitual, avaliamos uma bela seleção de cervejas (Opa Bier 5 Old Ale, Liefmans Cuvée Brut, Corsendonk Agnus Dei) e também o rótulo inaugural da Cervejaria 3 Dias, a CIDA, nossa hard apple cider, que você pode ouvir e ver a receita logo abaixo. Agora é só abrir uma cerveja e apertar o play! Feliz ano novo (atrasado)!

Nesta edição do Boteco Birrinhas convidamos o não bebedor de cervejas Paulo Terron para experimentar as cervejas especiais. Nosso correspondente californiano Rodrigo Salem aproveitou uma passagem pelo Brasil para trazer as lendárias cervejas Pliny The Elder e Firestone Parabola. Teve também Fantôme de Tous les D’iâpes, Caracole Saxo e a cerveja Dê um Rolê, produzida pelos irmãos Dias. Na foto deste podcast, o incrível cachorro quente de salsicha viena com requeijão de corte e a geleia de bacon com cerveja Porter.

A ideia para o Boteco Birrinhas #8 era reunir um grupo de amigos e falar sobre o momento cervejeiro no país. De gente que escreve, consome e produz cerveja em casa, como o convidado Gleison Palma, que trouxe para a noitada uma Session IPA e uma Stout além de uma torta de chocolate com massa de malte, até viajantes cervejeiros como o grande Guilherme Tosi, que mostrou conhecimento e opiniões interessantes sobre a nova lei de impostos sobre a cerveja no país, e trouxe um vasto leque de rótulos de suas viagens pelo mundo. Completando o time, Bruno Dias, Leonardo Dias e Marcelo Costa entram na discussão sobre as melhores cervejas nacionais e o futuro das micro cervejarias no país. Papo bom. No fim, o mestre cozinheiro do Birrinhas, Cirilo Dias, aplicou mais uma receita caprichada. Ouve nóis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.