Boteco: As cervejas galesas da Brains

por Marcelo Costa

Maior sucesso da cervejaria galesa Brains, segundo o site oficial da casa são vendidos 12 pints a cada minuto da versão em cask desta Brains Original Bitter, que na lata de 440 ml apresenta ainda menos álcool do que nos barris: 3.5% contra 3.7%. De coloração âmbar caramelada com creme bege de boa formação e permanência, a Brains Original Bitter apresenta um agradável aroma de malte tostado trazendo caramelo, cevada e, também, herbal e leve cítrico, num conjunto que antecipa suavidade. Na boca, a textura é suave. O primeiro toque traz doçura maltada seguida de cevada, herbal e cítrico, que enfrentam um amargor baixo, mas eficiente. Dai pra frente, a Brains Original Bitter mantém a característica maltada em primeiro plano com leve cítrico e herbal na retaguarda. O final é suavemente amargo. No retrogosto, caramelo, herbal e refrescancia numa cerveja simples e eficiente.

Originalmente fabricada pela Crown Buckley, cervejaria da cidade de Llanelli, como Reverand James Original Ale, a marca foi mantida pela Brains quando esta adquiriu a Crown Buckley em 1998. De coloração âmbar acobreada com creme levemente bege de boa formação e media alta permanência, a The Rev. James é uma Old Ale com um aroma notadamente britânico em notas maltadas distribuindo doçura (caramelo), toffee, mais leve sugestão frutada (ameixa) e amadeirada. Na boca, textura suave com leve efervescência. O primeiro toque traz leve doçura maltada seguida de amargor baixo, mas eficiente, que abre o caminho para um conjunto que reforça as sugestões adiantadas pelo aroma com capricho: caramelo, toffee, ameixa e herbal suaves além de leve amadeirado marcam o paladar de uma boa cerveja que finaliza maltada e traz, no retrogosto, leve caramelo e toffee. Agradável.

Lançada no meio dos anos 50, a Brains SA é uma Extra Special Bitter cuja receita une os maltes Pale Ale e Crystal com três variedades de lúpulos europeus: Challenger, Goldings e Fuggles. De coloração âmbar acobreada com creme levemente bege de boa formação e permanência, a Brains AS apresenta um aroma suavemente maltado remetendo a biscoito, caramelo, toffee e uísque (bem de leve). Há ainda rápida sugestão floral. Na boca, a textura é bastante suave. O primeiro toque reforça o domínio do malte com doçura caramelada suave seguida de amargor baixo, mas eficiente, abrindo as portas para um conjunto autenticamente britânico, com muito malte (biscoito, caramelo, toffee), leve percepção de lúpulo floral e amargor bastante suave, mas presente. O final é caramelado sem soar tão doce. No retrogosto, caramelo e toffee sem complexidade, mas agradável.

Lançada em 2006, a Brains SA Gold é fruto da influência norte-americana, que fez com que a cervejaria buscasse criar uma cerveja um pouco mais lupulada, opção escancarada na escolha do lúpulo norte-americano Cascade para dividir as atenções com o lúpulo esloveno Styrian Goldings. De coloração dourada com creme branco de boa formação e permanência, a Brains SA Gold apresenta um aroma suave que traz tanto notas cítricas (leve limão) derivadas da lupulagem quanto biscoito, que remete ao malte, ambos de forma discreta. Na boca, textura mais pra suave que frisante. O primeiro toque traz doçura maltada seguida de cítrico suave, ambas encobertas por um amargor baixo, mas eficiente, que limpa o palato abrindo caminho para um conjunto suave e refrescante, sem muita profundidade, mas perfeito para um dia quente. O final é maltadinho enquanto o retrogosto reforça a sugestão de biscoito e limão.

Balanço
Sucesso em pubs britânicos, a Brains Original Bitter é a cerveja que explica muito bem o modo britânico de beber: leve maltado, herbal e cítrico e pouco álcool (3.5%) pra permanecer o maior tempo possível no bar. Simplezinha, mas eficiente. Mais eficiente, porém, é a The Rev. James, uma ESB (Old Ale só se for em Gales mesmo) agradável, que entrega um conjunto bem agradável. O mesmo pode ser dito da Brains AS, a ESB da casa, simples e eficiente, mas que fica atrás da versão Gold, mais “lupulada”, ainda que seguindo uma antiga escola europeia, mesmo com lúpulo norte-americano na receita. Ou seja, não espere amargor acentuado, mas sim uma cerveja equilibrada, mais pra Bitter do que para American Pale Ale. Num dia quente desce muito bem.

Brains Original Bitter
– Estilo: Bitter
– Nacionalidade: País de Gales
– Graduação alcoólica: 3,5%
– Nota: 2,70/5
Preço pago em São Paulo: R$ 17 – 440 ml

Brains The Rev. James
– Estilo: ESB
– Nacionalidade: País de Gales
– Graduação alcoólica: 4,5%
– Nota: 3,02/5
Preço pago em São Paulo: R$ 17 – 440 ml

Brains SA
– Estilo: ESB
– Nacionalidade: País de Gales
– Graduação alcoólica: 4,2%
– Nota: 2,97/5
Preço pago em São Paulo: R$ 17 – 440 ml

Brains SA Gold
– Estilo: ESB
– Nacionalidade: País de Gales
– Graduação alcoólica: 4,7%
– Nota: 3,01/5
Preço pago em São Paulo: R$ 17 – 440 ml

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.