Boteco: Três cervejas da Arcobrau

por Marcelo Costa

A Arcobräu é uma grande cervejaria localizada na Baixa Baviera (mais próxima da fronteira com a Suíça e com Liechtenstein do que com Munique), na pequena vila de Moos, que conta com pouco mais de 2 mil habitantes. A antiga cervejaria do castelo da cidade foi mencionada pela primeira vez em 1567, mas o nome Arcobräu só foi registrado oficialmente em 1960, após a fusão de várias cervejarias. Apesar de fundada apenas em 1960, a cervejaria participa desde 1922 do segundo maior festival bávaro de cerveja (depois de Munique), o Gäubodenvolksfest, em Straubing, e desde 1974 realiza sua própria festa folclórica de cerveja no Pentecostes. Abaixo, três cervejas da Arcobräu que podem ser encontradas no Brasil.

A Arcobräu Urfass é uma Dortmunder Export, estilo alemão originário da cidade de Dortmund, que nasceu como resposta ao estilo German Pilsener tcheco. Nessa versão da turma de Moos, a cerveja apresenta uma bela cor dourada com creme branco de boa formação e retenção. No nariz, percepção agradável de cereais, leve toque herbal (ervas) e caramelo suave. Na boca, a textura é suave. O primeiro toque traz doçura de caramelo e cereais bastante suave com leve amargor, pontual e eficiente. Dai pra frente, uma cerveja levíssima e bastante refrescante, com equilíbrio exemplar entre malte e lúpulo num conjunto que valoriza bastante o cereal, mas ainda traz leve aceno herbal. O final é suavemente amargo e seco. No retrogosto, cereais, caramelo, leve herbal e refrescancia. Bastante agradável.

A Arcobräu Winterbier é da linha sazonal dos alemães e, com adianta o nome, é uma cerveja para ser apreciada no inverno. O estilo é algo entre Dortmunder Export e Munich Helles, ainda que um tiquinho mais adocicado que as duas – no fundo, está mais para uma Malt Liquor… De coloração dourada com creme branco de boa formação e permanência, a Arcobräu Winterbier apresenta um aroma com doçura caramelada mais evidente, trazendo consigo algo de álcool (ainda que sejam apenas 5.7%). Na base, cereais e herbal discretos. A textura é levemente melada enquanto o primeiro toque reforça a sugestão de doçura caramelada trazendo consigo o álcool, que auxilia no amargor e aquece o peito do freguês. Dai pra frente, pouco destaque numa cerveja que termina adocicada. No retrogosto, caramelo e álcool.

A Arcobräu Festbier é uma Marzen/Oktoberfest: em 1539, uma lei definia que só se podia produzir cerveja entre 29/09 e 23/04, visando evitar incêndios nas cervejarias. Para ter cerveja no verão (e, claro, em outubro), os cervejeiros passaram a ser produzir em março (Märzen) uma nova cerveja com mais lúpulo (para conserva-la mais tempo) e, consequente, mais álcool (no caso desta Festbier, 5,7%). Nascia um estilo. De coloração dourada com creme branco de boa formação e retenção, a Arcobräu Festbier exibe um aroma maltado, adocicado, mas com leve presença de lúpulo herbal. Na boca, textura suave. O primeiro toque reforça a doçura do malte, com amargor suave e leve percepção de álcool, herbal e caramelo na sequencia. O trecho final traz caramelo e amargor suave. No retrogosto, caramelo e herbal.

Balanço
A Arcobräu Urfass é daquelas cervejas bastante agradáveis para um dia comum, mas que se tornam a sétima maravilha em um dia quente. Refrescante, saborosa e bem equilibrada. Se tem um estilo que não vejo muito graça é o Malt Liquor, um balde açúcar pra distrai o bebedor da porrada de álcool que aquece o peito. E a Arcobräu Winterbier é uma nítida representante do estilo, sem graça como as outras. Passo. A Arcobräu Festbier fica devendo no quesito Marzen, mas se sai um tiquinho melhor que a anterior – ainda que tenha mais álcool.

Arcobräu Urfass
– Estilo: Dortmunder Export
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,2%
– Nota: 2,93/5
– Preço pago: R$ 15 (500 ml)

Arcobräu Winterbier
– Estilo: Malt Liquor
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,5%
– Nota: 2,60/5
– Preço pago: R$ 15 (500 ml)

Arcobräu Festbier
– Estilo: Marzen/Oktoberfest
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,7%
– Nota: 2,72/5
– Preço pago: R$ 15 (500 ml)

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.