Boteco: cinco cervejas alemãs da Ayinger

aynger1.jpg

por Marcelo Costa

A cervejaria bávara Ayinger surgiu em 1877 em Aying, uma cidade de pouco menos que 5 mil habitantes a cerca de 25 quilômetros de Munique. Ainda que a distância seja pequena, a Brauerei Aying não tem autorização para participar da Oktoberfest de Munique (exclusiva para cervejarias da cidade), por isso organiza seus próprios mini festivais de cerveja nas cidades ao redor da capital. Moral eles tem: suas cervejas são bastante premiadas e, mesmo sem ter uma produção tão grande para concorrer com as maiores cervejarias alemãs, são valorizadas pela excelente qualidade. Os destaques da casa são a Celebrator Doppelbock e Jahrhundert-Bier, campeãs no World Beer Championships 2007 – a Altbairisch Dunkel ficou em segundo lugar em sua categoria. Abaixo, cinco cervejas da Ayinger que estão chegando ao Brasil para se juntar a Celebrator. Vale a pena conhece-las.

ayinger2.jpg

Até a Segunda Guerra Mundial, a cerveja escura era o tipo predominante na área de Munique, e essa Altbairisch Dunkel da Ayinger, produzida com cinco maltes (dois deles torrados) e passando por fermentação dupla, já fazia sucesso. De coloração âmbar caramelada translucida com creme bege de ótima formação e permanência, a Ayinger Altbairisch Dunkel apresenta um aroma caramelado com sugestão de toffee, cevada (remetendo a pão escuro) e suave frutado (ameixa, mas bem distante). Há ainda percepção de chocolate e leve toque de café num perfil aromático apaixonante. Na boca, textura sedosa e doçura caramelada no primeiro toque. O malte torrado cumpre com elegância a função de amargor limpando o palato para um conjunto vibrante que traz frutado (ameixa suave), toffee, doçura (caramelada) e biscoito. O final é maltado (pão) e suavemente doce. No retrogosto, cevada tostada, doçura e paixão. <3

ayinger3.jpg

Mantendo a qualidade em alta, a Ayinger Bräuweisse é a German Weizen da casa, e a turma de Aying não decepciona com uma cerveja que exibe uma coloração amarelo palha e creme branco de boa formação e permanência. No nariz, brilham as notas frutadas amadas pelos fãs do estilo (banana) acompanhadas de condimentação (semente de cravo), bubblegum e leve sugestão acética, borbulhante. Há algo de herbal, de trigo (biscoito) e uma leve percepção de pepino (não presente no paladar). Na boca, textura suave e cremosa com frutado (felizmente óbvio) no primeiro toque sugerindo banana, com leve acidez seguindo junto. O amargor é pontual e com toque condimentado e acético num conjunto que sugere frutado (banana), trigo (biscoito), bubblegum, semente de cravo e suave floral e herbal. O final é frutado e condimentado. No retrogosto, banana, biscoito e leve picante. Muito boa!

aynger4.jpg

A Ayinger Urweisse é uma German Dunkelweizen caprichadíssima que é o meio termo entre a Bräuweisse e Altbairisch Dunkel, acrescentando intensidade. De coloração âmbar amarronzada com turbidez aparente e creme bege de ótima formação e permanência, a Ayinger Urweisse apresenta ao nariz doçura caramelada derivada do malte tostado e um aroma intensamente frutado, com muita sugestão de banana, mas também forte presença de condimentação derivada de levedura além de derivados de trigo (biscoito, pão, feno). Na boca, textura picante e uma belíssima junção de frutado (banana) com condimentação (semente de cravo e pimenta do reino). O conjunto é personal trazendo ainda algo de trigo (biscoito) e leve caramelo. O final é picante e frutado. No retrogosto, reforço de caramelo, banana e leve acidez. Uma delícia.

ayinger4.jpg

A Ayinger Bairisch Pils (antigamente Ayinger Premium Pils) é a bela Bohemian Pilsener da casa. Com coloração dourada cristalina e creme branco de ótima formação e média alta duração (mas com direito a rendas belgas ao redor da taça), a Ayinger Bairisch Pils apresenta um aroma cativante que une sugestão de cereais, malte, trigo, herbal, floral com um leve toque cítrico (mais pra capim limão do que para limão). Há, ainda, suave presença de mel e sugestão de fazenda. Na boca, muito sabor. A textura é picante, mas a entrada é levemente suave, com rápida doçura de mel logo atropelada por um caminhão de lúpulos Hallarteau, que trazem um amargor vigoroso e apaixonante, limpando o caminho para que a sugestão de malte (pão, biscoito, trigo), herbal, floral e cítrica encante o bebedor. O final é amargo, cítrico e herbal no começo, e docinho no último trecho. No retrogosto, feno, trigo, amargor e capim-limão. Baita cerveja!

ayinger5.jpg

Para fechar o passeio, Ayinger Jahrhundert Bier, a Dortmunder dessa turma bávara (estilo pale lager produzido na cidade de Dortmund, e bastante influenciado pelas Bohemian Pilseners tchecas), produzida pela primeira vez em 1978 visando comemorar os 100 anos da casa. De coloração dourada cristalina com creme branco de excelente formação e longa permanência, a Ayinger Jahrhundert apresenta um aroma bastante maltado, com destaque para as notas que sugerem cereais, pão, biscoito e leve doçura de mel. Há ainda um suave toque floral e herbal. Na boca, a textura é suave com leve picância. No primeiro toque, doçura caramelada bastante suave e marcante amargor com sugestão herbal na sequencia (com leve percepção cítrica que remete a limão). No conjunto há biscoito, pão, feno, mel, cítrico e amargor caprichado, mas não exagerado. O final é maltado e amarguinho. No retrogosto, cereais, cítrico leve e pão. Ótima.

ayinger6.jpg

Balanço
A Ayinger era responsável pela melhor Dopplebock que eu já provei, a Celebrator, e agora também assume o posto de melhor Dunkel com esta Altbairisch cativante. Muito, mas muito boa. A Ayinger Bräuweisse mantém a qualidade da casa em alta numa belíssima German Weisse, com tudo que o estilo pede, de forma caprichada. A Ayinger Urweisse é outro grande acerto da cervejaria, o meio do caminho exato entre a Dunkel e a Weisse da casa. A Ayinger Bairisch Pils é a Bohemian Pilsener de casa, e enfrenta de igual para igual as melhores tchecas do estilo. Fechando o quinteto com a Dortmunder da casa, uma ótima session beer que amacia em comparação com as Bohemian Pilseners sem perder o talento. Boa demais.

aynger5.jpg

Ayinger Altbairisch Dunkel
– Produto: German Dunkel
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,70/5
– Preço pago em São Paulo: R$ 7,45 – 500 ml

Ayinger Bräuweisse
– Produto: German Weizen
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,1%
– Nota: 3,64/5
– Preço pago em São Paulo: R$ 7,45 – 500 ml

Ayinger Urweisse
– Produto: India Pale Ale
– Nacionalidade: German Dunkelweizen
– Graduação alcoólica: 5,8%
– Nota: 3,69/5
– Preço pago em São Paulo: R$ 7,45 – 500 ml

Ayinger Bairisch Pils
– Produto: Bohemian Pilsener
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,39/5
– Preço pago em São Paulo: R$ 12 – 330 ml

Ayinger Jahrhundert Bier
– Produto: Dortmunder Export
– Nacionalidade: Alemanha
– Graduação alcoólica: 5,5%
– Nota: 3,40/5
– Preço pago em São Paulo: R$ 16 – 500 ml

aynger6.jpg

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *