Boteco: da Suécia, três cervejas da Oppigårds

por Marcelo Costa

Hedemora é uma cidade sueca de pouco mais de 7 mil habitantes surgida em 1446 que fica a cerca de duas horas da capital Estocolmo, e que foi escolhida por Björn Falkeström para abrigar um sonho, que ele relata de forma pessoal no site oficial da empresa, começando em 1984, quando ele tentou fazer sua primeira cerveja, pulando para 1991, primeiro ano do Stockholm Beer Festival, e também período em que Falkeström se encaminhava para uma carreira de finanças e TI, e depois para 1994, quando o sonho da cervejaria começou a tomar forma: “A falta de dinheiro foi compensada com persistência e uma esposa compreensiva”, diz Falkeström, afinal a primeira obra foi iniciada em 1996 enquanto a primeira cerveja foi fabricada apenas em 2003! De lá para cá, a Oppigårds Bryggeri tornou-se uma das principais micro cervejarias suecas, abastecendo Systembolagets, com vários prêmios e previsão de triplicar a produção atual, que é de 995 mil litros, para 2.5 milhões de litros. Abaixo três elogiáveis exemplares da casa, que vieram na mala de Estocolmo para São Paulo.

Para celebrar o sétimo aniversário da Oppigårds Bryggeri, em 2009, a turma da casa sueca decidiu produzir uma receita single hop utilizando apenas o lúpulo norte-americano Amarillo (para amargor e aroma). Batizada de Oppigårds 7 Anniversary Ale, a receita fez tanto sucesso que retornou em 2010 com o nome de Oppigårds Amarillo Spring, reduzido na sequencia apenas para Oppigårds Amarillo, mas mantendo os 44 de IBU da receita original. De coloração âmbar caramelada e creme sutilmente alaranjado de boa formação e media alta permanência, a Oppigårds Amarillo destaca no nariz uma deliciosa e intensa pegada cítrica, que remete a laranja lima, abacaxi, limão siciliano e damasco além de leve condimentação, acidez, notas herbais (pinho) e mel. Na boca, o adocicado melado do malte tanto quanto o amargor cítrico derivado da lupulagem brigam por atenção no primeiro toque, e o Amarillo vence facilmente na sequencia, com os 44 de IBU subindo com um foguete de amargor e, na sequencia, como um passe de mágica, desaparecendo e deixando pelo caminho traços cítricos, mel e leve acidez. Encantadora. O final une cítrico, leve toque resinoso, amargor suave e mel, e tudo isso retorna de forma majestosa no retrogosto. Belíssima cerveja.

Oppigårds Indian Tribute “é nossa homenagem para as Índias”, diz o site oficial, esquecendo-se de mencionar que, no caminho para as Índias, eles passaram pelos Estados Unidos e pegaram tudo de lúpulo (Cascade e Centennial) que conseguiram segurar. Com quatro medalhas de ouro no Stockholm Beer & Whiskey Festival (2008, 2010, 2012 e 2013), a Oppigårds Indian Tribute é uma cerveja de coloração âmbar caramelada com creme levemente alaranjado de ótima formação e permanência. No nariz, intensas notas herbais (pinho), cítricas (maracujá e abacaxi) e resinosas chamam a atenção em um conjunto altamente lupulado que permite um aceno delicado do malte de caramelo. Na boca, a doçura do malte surge no primeiro toque e é atropelada pela alta lupulagem que reforça a sugestão de notas herbais (pinho), cítricas (maracujá e abacaxi) e resinosas enquanto o amargor alcança 66 de IBU, e ao contrário da Oppigårds Amarillo, não desaparece, marcando a garganta do bebedor e o acompanhando mês após a garrafa finalizada. Ainda assim, o conjunto resinoso permite algum delírio cítrico (maracujá e laranja) enquanto o final equilibra notas cítricas, adocicadas e herbais e o amargor surge lá quando o final já está virando retrogosto, e domina o resto da percepção. Muito boa.

Fechando o trio com a estrela da casa, um rótulo que integra o Top 10 do Ratebeer de cervejas suecas, a Oppigårds Thurbo Double IPA, uma Imperial IPA de 8.5% de álcool e 74 de IBU, números turbinados por uma seleção caprichada de seis lúpulos: Chinook, Columbus, Nugget, Cascade, Citra e Pacífic Gem. De coloração âmbar caramelada e creme levemente alaranjado de ótima formação e permanência, a Oppigårds Thurbo Double IPA destaca um aroma notadamente resinoso (típico do estilo), mas que ainda permite ao bebedor perceber nuances cítricas (abacaxi, toranja e maracujá), herbais (pinho) e leve sugestão frutada adocicada que remete a calda de pêssego além de caramelo. Na boca, a entrada é rapidamente adocicada até que o paladar exploda em amargor cítrico distribuindo notas resinosas, que dominam a atenção, ainda que seja possível perceber algo de maracujá e pinho. Assim que a boca se acostuma, o bebedor percebe nuances de doçura e frutas (novamente calda de pêssego) e malte de caramelo em meio ao oceano de amargor resinoso e cítrico (que grudam no céu da boca e descem riscando a garganta). O final é deliciosamente caramelado, cítrico e resinoso enquanto o retrogosto traz amargor, resina e maracujá. Uma porrada.

Balanço
Das cervejas que vieram na mala da viagem pela Escandinávia, o passeio não podia começar de melhor forma com esse magnifico exemplar de American Pale Ale da Oppigårds Bryggeri, a Oppigårds Amarillo, uma porrada de amargor que desaparece de forma brilhante deixando que malte e notas cítricas distraiam o bebedor. Especialíssima. A Oppigårds Indian Tribute é o tributo dos suecos ao estilo India Pale Ale (com uma parada na América para abastecer o navio de lúpulos norte-americanos), com 66 de IBU marcadíssimos, mas um leve aceno cítrico e herbal. Tive uma fase de American IPA muito boa, depois achei tudo exageradamente exagerado. Essa Oppigårds Indian Tribute (que lembra a Sixpoint Resin), no entanto, parece acenar para o amargor, e trazer um algo a mais que a valoriza, mas ainda assim é indicada apenas para lupulomaniacos. O mesmo precisa ser dito da Thurbo Double IPA, única cerveja da Oppigårds no Top Ten de cervejas suecas do Ratebeer: Imperial IPA potente, a Thurbo é um belo exemplo da qualidade desta cervejaria, que consegue inserir sabor mesmo em cervejas extremas. Excelente.

Oppigårds Amarillo
– Produto: American Pale Ale
– Nacionalidade: Suécia
– Graduação alcoólica: 5,9%
– Nota: 3,96/5
– Preço (em Estocolmo): R$ 6,60 – 330 ml

Oppigårds Indian Tribute
– Produto: American IPA
– Nacionalidade: Suécia
– Graduação alcoólica: 6,6%
– Nota: 3,67/5
– Preço (em Estocolmo): R$ 7,50 – 330 ml

Oppigårds Thurbo Double IPA
– Produto: Imperial IPA
– Nacionalidade: Suécia
– Graduação alcoólica: 8.5%
– Nota: 3,89/5
– Preço (em Estocolmo): R$ 9 – 330 ml

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.