Boteco: Quatro cervejas da Morada Cia Etílica

por Marcelo Costa

Surgida em 2010 em Curitiba através dos esforços de André Junqueira, a Morada Companhia Etílica se destaca por não produzir apenas cervejas, mas também gim (temperado com lúpulo e cascas de laranja-mimosa), vodca de cereais, uísque, vinho de jabuticaba e absinto, todos preparados em um destilador próprio, criado por Junqueira. No quesito cervejas, o resultado de um apaixonado pelo ofício são quatro rótulos bastante elogiados no mercado nacional: Morada Double Vienna (uma Vienna Lager turbinada com lúpulo norte-americano até se transformar numa American Amber Lager), a Morada Kölsh (tradicional estilo alemão), Morada Hop Arábica (uma espetacular American Pale Ale que recebe adição de café na receita) e Morada Gasoline Soul, (uma English Brown Ale com inspiração no motociclismo). Abaixo, falo sobre as quatro, e as recomendo com veemência.

Originário da região de Colônia, na Alemanha, o estilo Kölsch é característico de uma cerveja com bastante malte – destacando trigo – e presença suave de lúpulos, que geralmente dão ao conjunto aromas frutados e herbais. Esta releitura da Morada Cia Etílica rende uma cerveja de coloração dourada caramelada com creme branco de baixa formação e permanência. No nariz, notas maltadas (caramelo) lutam pela atenção do bebedor com a levedura e um toque herbal que remete a grama, formando um conjunto bastante agradável e diferenciado. Na boca, a entrada adocicada remetendo a mel e caramelo domina o primeiro toque até receber na sequencia uma sútil pancada de amargor, que desaparece rapidamente abrindo caminho para para trigo (pão) e notas herbais (ervas). O final é meio cítrico, maltado e amargo enquanto o retrogosto reforça a sugestão de pão e ainda traz levedura e leve mamão. Muito boa!

Já a Hop Arabica é uma parceria sensacional da Morada Cia Etílica com a Lucca Cafés Especiais numa receita que une água, malte, lúpulo, levedura e café especial cultivado na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. De coloração dourada quase caramelada, a Hop Arabica exibe um creme branco de excelente formação e média permanência. No nariz, a lupulagem distribui notas cítricas (casca de laranja e tangerina) que disputam cada centímetro de espaço do aroma com a deliciosa percepção de café, e, impressionante, o resultado da combinação é sensacional. Na boca, o que é antecipado pelo aroma é elevado a 10ª potencia no paladar com o café ainda mais presente (e viciante) enquanto o lúpulo se escondendo um tiquinho, mas é possível seguir seu rastro cítrico – há, ainda, leve caramelo de malte. O final traz amargor suave, café mais café e leve lúpulo cítrico. No retrogosto, café e casca de laranja. Deliciosa.

A Morada Gasoline Soul é uma English Brown Ale de coloração âmbar escura translucida e creme levemente bege de boa formação e curta permanência. No nariz, um aroma caprichado que valoriza as características do malte tostado e se desprende em notas que remetem a caramelo, bala toffee, baunilha, chocolate e nozes além de álcool (6.7%) e um interessante toque amadeirado, que confere charme ao conjunto. Na boca, o primeiro toque traz rápida doçura, logo embriagada pelo álcool, que também traz amargor. O conjunto, no entanto, remete a Scotch Ales, como a Founders Dirty Bastard (embora perca no corpo, muito leve) e exibe notas de frutas escuras (ameixa e uva passa), amadeirado, doçura de baunilha e açúcar queimado. O final é adocicado (açúcar queimado), amadeirado e levemente alcóolico enquanto o retrogosto reforça a sugestão de álcool (aproximando de conhaque) e madeira.

Fechando o quarteto com a Double Vienna, a cerveja que deu fama à Morada, ainda quando a receita era caseira e seguia o mandamento de turbinar uma Vienna Lager com lúpulos norte-americanos transformando-a em American Amber Lager. De coloração âmbar caramelada e creme bege de boa formação e média permanência, a Morada Double Vienna destaca um aroma apaixonante que se divide entre caramelo derivado do malte e notas cítricas (bastante maracujá) advindas da lupulagem, ambos facilmente perceptíveis no nariz sem que um atrapalhe o outro, muito pelo contrário: a combinação rende um delicioso painel olfativo maltado e cítrico. Na boca, a entrada é tanto adocicada (caramelo) quanto cítrica (maracujá), e o amargor subsequente é moderado (36 de IBU), deixando que malte e lúpulo continuem brilhando – sem nenhuma percepção dos 7.6 de álcool. O final reforça a ideia da receita com amargor cítrico e dulçor caramelado enquanto o retrogosto traz caramelo, maracujá e sede.

Balanço
Não existem tantas Kölsch no Brasil – além da Morada, a Eisenbahn é outra a investir no estilo – e isso já serve para valorizar este belo exemplar do estilo: maltado caprichado, levedura e lúpulos batendo ponto num conjunto agradabilíssimo, que merece elogios (e se sai melhor que a versão da concorrente), que se estendem também para a incrível parceria da Morada com a Lucca Cafés Especiais, a Hop Arabica, uma American Pale Ale que recebe café especial mineiro e é surpreendente. O aroma exibe bastante equilíbrio entre lupulagem e a inserção de café, mas o segundo se sobressai no paladar sem apagar lúpulo e malte. O resultado é uma cerveja absolutamente encantadora, principalmente para quem gosta de café (e cerveja, claro). A terceira cerveja do pacote, Morada Gasoline Soul, tem jeitão de Scotch Ale, embora o álcool não seja assim tão alto (6.7%) e o corpo muito leve, mas o resultado é saborosíssimo, lembrando levemente conhaque. Para fechar com chave do ouro, uma das melhores cervejas brasileiras da atualidade, Morada Double Vienna, uma American Amber Lager personalíssima que valoriza em pé de igualdade malte de caramelo e lúpulos cítricos alcançando um resultado agradabilíssimo.

Morada Kölsch
– Produto: Kölsch
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,35/5
– Preço pago: R$ 12 (355 ml)

Morada Hop Arábica
– Produto: American Pale Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5%
– Nota: 3,94/5
– Preço pago: R$ 16 (355 ml)

Morada Gasoline Soul
– Produto: Old Ale
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 6,7%
– Nota: 3,46/5
– Preço pago: R$ 16 (355 ml)

Morada Double Vienna Lager
– Produto: American Amber Lager
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 7,6%
– Nota: 4,02/5
– Preço pago: R$ 16 (355 ml)

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.