Scream & Yell recomenda: Aurora

por Bruno Lisboa

Antes de traçar algumas linhas sobre o duo Aurora se faz necessária breve apresentação dos membros distintos criadores deste projeto: Bárbara Eugênia e Fernando Cappi:

Bárbara Eugênia é dona de uma das mais belas vozes dos nossos tempos. Em sua curta carreira, a cantora produziu dois álbuns excelentes (“Journal de Bad”, de 2010, e “É o que Temos”, de 2013) e vem conquistando boa parte da crítica e do público com a sua mescla de rock, pop, bossa e jovem guarda em letras autobiográficas.

Fernando Cappi é guitarrista do Hurtmold, banda experimental cuja discografia aposta em sonoridades que vão do post-rock ao math, mas sem deixar de lado certa brasilidade. Em sua carreira solo, Fernando assina com o codinome artístico de Chankas, e se mantém experimental, mas numa linguagem mais suave e palatável.

Quando em 2012, Bárbara Eugênia resolveu unir forças com Chankas, a ansiedade tomou conta dada a dúvida do que iria resultar este encontro. Passados dois anos, eis que Aurora, banda e disco, dão o ar da graça em resultando surpreendentemente agradável.

Calcado em influências sessentistas, o projeto nasceu, essencialmente, da inspiração dos dois pós-leitura de “The Beatles – A História por Trás de Todas as Canções”, livro de Steve Turner lançado no Brasil pela Editora Cosac Naiify em 2009 (R$ 40 em média).

“Aurora”, o disco, é um deleite para fãs de folk music e country, com harmonias vocais e letras madurasem bom inglês. O belo cartão de visita “Say Goodbye” já entrega de bandeja o conceito criado para esta empreitada com sua pegada calcada ao violão casada ao violino, slide guitar e teclados.

“With Love”, a segunda canção do álbum, mantém o tom adocicado em alta. “Don’t Let it Slip Away”, a melhor faixa do trabalho, questiona em versos o por quê da perda da inocência e critica a frieza dos nossos tempos. A balada “Why so mute?” conta com Thomas Rohrer na rabeca e versa sobre a solidão.

O lado experimental dá o tom em “Stand Up for Yourself” enquanto a jovialidade de “Climb the stairs” dialoga com fase inicial do quarteto de Liverpool resultando numa canção extremamente pegajosa à primeira audição.

Já “And Love You’ll Have” é uma ode a psicodelia e remete à fase madura dos ingleses. “Ants” é o aceno dado ao rock com solo estrondoso de Davi Bernardo, guitarrista membro da banda de apoio da cantora.

“Aurora”, longa faixa de encerramento, soa como um b-side de “Sgt. Peppers” pela mescla de bateira seca, trombone e suas mudanças de andamento. Quase uma co-irmã de “A Day in The Life”, salvo as devidas proporções.

As colaborações de Guizado (trompete), Régis Damasceno (baixo, guitarra, mandolim), Ricardo Ribeiro (bateria) e Gil Duarte (trombone), que surgem aleatoriamente durante as nove faixas, criam a base para que Eugênia e Chankas soltem a voz e só abrilhantam ainda mais o resultado alcançado.

Infelizmente o disco não ganhará versão física (a não ser que alguém haja como mecenas e decida investir na prensagem do disquinho: a dupla não iria se opor, nem nós) e o projeto de crowdfunding criado para a produção do álbum em vinil não vingou, mas o show de lançamento se dará em breve em terras paulistanas dia 13 de junho no Teatro Sesc Pompéia. Imperdível.

Ainda assim, “Aurora”, primeiro disco do projeto que une Bárbara Eugenia e Chankas, pode ser baixado gratuitamente no Bandcamp (basta clicar em “buy now” e colocar o valor que você desejar começando a partir de R$ 0) ou no ótimo Musicoteca. Recomendamos.

– Bruno Lisboa (@brunorplisboa) é redator e colunista do pignes.com

Leia também:
– Show: Bárbara Eugênia e Selton em São Paulo, por Bruno Capelas (aqui)
– Três perguntas: Bárbara Eugenia -> São Paulo me fez cantar (aqui)
– Bárbara Eugênia homenageia Diana em noite de franca reverência (aqui)

3 thoughts on “Scream & Yell recomenda: Aurora

  1. procurei pela internet inteira..não achei a banda pra saber mais….até porque tem varios links com o mesmo nome, etc….adorei o som da banda.
    algum site?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.