Três perguntas: Gato & Gata

por Marcelo Costa

Eles se conheceram na MTV, mas já tinham um currículo de coisas legais antes de serem VJs. Ela, a jornalista Gaía Passarelli, havia criado o site Rraurl em 1997 (deixou-o em 2010) enquanto ele, o guitarrista Chuck Hipolitho, integrou a banda Forgotten Boys de 1999 a 2008 e atualmente toca no Vespas Mandarinas, além de manter o estúdio Costella. Na MTV, Gaía passou pelo Goo MTV, Extrato MTV e MTV1 enquanto Chuck apresentou o Big Audio, o Extrato MTV (ao lado de Gaía e China) e o MTV1.

As mudanças de rumo da emissora, que retornou ao comando da Viacom no dia 01 de outubro passando a ser canal por assinatura e com novo foco editorial, fizeram com que Gaía e Chuck criassem um canal no Youtube para produzir episódios de “música doméstica”. Nascia o Gato & Gata. Segundo Chuck, “basicamente a gente tenta levar para o canal o jeito com que lidamos com música aqui em casa. Respondemos perguntas, indicamos coisas novas, velhas, comentamos, enfim… música, música e música”.

O desenho do canal foi feito por Laerte Coutinho e grande parte do material é produzido pelo casal usando celulares como câmeras e editado no próprio computador, com auxilio do #TudoBr. Entre os vídeos já postados há desde um “Ramones em 3 Minutos” até um “Conheça: Dog Party” e respostas a perguntas do público, como um “O que o Chuck gosta que a Gaía não?”. Você pode se inscrever para acompanhar as atualizações do Gato & Gata no www.youtube.com/gatogata77 e também segui-los no gatogata77.tumblr.com.

Abaixo, três perguntas:

Como surgiu a ideia de criar o Gato & Gata?
A gente se conheceu gravando televisão na MTV e, por rolar uma simbiose musical muito forte, sempre existiu a vontade de realizarmos coisas juntos. A chance apareceu com o canal pro youtube, incentivados por amigos. Muito do conteúdo do canal é caseiro, feito com celular e laptop, direto pro youtube. Mas não é sempre assim: existe uma rede por trás, que nos trouxe a ideia e o suporte para captar, editar. Chama #TuboBR e será lançado oficialmente em breve.

Como está sendo o desafio de produzir os conteúdos em vídeo? Vocês, pelo jeito, curtiram bastante isso de trabalhar com imagem, certo?
O legal de ter o #TuboBR junto é que não trabalhamos sozinhos nem no escuro – existe troca, crítica, sugestão, opinião. Existe gente junto e isso só faz com que a parada melhore. Agora, o Chuck já tinha experiência em TV, eu já escrevia sobre música. Estamos juntando essas experiências todas. É uma curtição, sim.

O que ficou da MTv pra vocês que de alguma maneira aparece e/ou está representado no Gato & Gata?
A vontade de fazer na internet tudo que não dava pra fazer na TV, a começar pelo nome do canal, que é como nos chamamos pessoalmente mas que a TV não deixava a gente usar no ar!

– Marcelo Costa (@screamyell) é editor do Scream & Yell e assina a Calmantes com Champagne

Três perguntas para:
– Russell Slater, editor do site britânico Sounds and Colours (aqui)
– Pedro Veríssimo: “A Tom Bloch nunca acabou, como muita gente pensa” (aqui)
– Explosions In The Sky: “Acho que você disse a palavra principal: emoção” (aqui)
– Oy: “Senti que a música deveria crescer, tornar-se mais abrangente” (aqui)
– John Ulhoa: “Agora vamos pensar um bocado em Pato Fu, e virá algo novo” (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.