Boteco: De Blumenau, Eisenbahn (Parte 1)

eisen1.jpg

por Marcelo Costa

Surgida em 2002, em Blumenau, a Cervejaria Sudbrack logo se tornou sinônimo de boa cerveja devido primeiro a boa repercussão dos chopps Eisenbahn da casa. No ano seguinte começava a trajetória da cervejaria prateleiras a fora com as versões engarrafadas da cerveja, que conquistaram respeito no meio e atraíram os olhares de investidores. Em 2008, a Sudbrack (e, consequentemente, a Eisenbahn) foi comprada pela cervejaria Schincariol, de São Paulo, com o intuito de triplicar a produção mantendo a mesma qualidade das cervejas. Lá se vão cinco anos e, atualmente, a Eisenbahn estampa 14 rótulos de cervejas (incluindo as sazonais) mais uma versão em licor. Abaixo, seis delas.

eisen2.jpg

O passeio pelo cardápio da cervejaria catarinense começa por um dos primeiros rótulos produzidos pela casa, ainda em 2002, quando apenas se fabricava três estilos de chopp. Em garrafa, a Eisenbahn Pilsen surgiu em 2003 com a tarefa de agradar o máximo de paladares possíveis, “pois a cerveja tipo Pilsen é a mais conhecida no Brasil e também a mais consumida no mundo”, explica o site oficial. Espere então uma cerveja propicia para refrescar em dias de calor. O aroma traz leve percepção de malte, que se destaca no paladar ao lado do lúpulo, presença obrigatória em uma cerveja de estilo tcheco. Equilibrada e suave, a Eisenbahn Pilsen está perfeitamente inserida em seu estilo, mas a relação custo/beneficio não é tão propicia.

eisen3.jpg

Já a Eisenbahn Dunkel traz cinco diferentes tipos de malte na fórmula. A torrefação do malte deixa a cerveja com uma cor negra, translucida, e a espuma sobe bonita, e permanece com um anel curto e razoável. No nariz, o malte torrado remete ao café em primeiro plano, com uma leve e interessante sensação de trigo e feno na sequencia – além de caramelo. O corpo é leve e a textura bastante suave. No paladar, as notas de café se destacam ainda mais, mas de uma forma bastante suave sem remeter a amargor, que aparece levemente no retrogosto. Há ainda no paladar lembranças de trigo e, talvez, aveia. Porém, sem dúvida nenhum, a estrela desta cerveja é o malte torrado, que permanece na lembrança do bebedor por um bom tempo. É a cerveja mais premiada da casa.

eisen4.jpg

O estilo Kölsch é originário da região de Colonia, na Alemanha, tratando-se de uma cerveja com bastante malte – destacando o trigo – e presença suave de lúpulos, que geralmente dão ao conjunto aromas frutados e herbais. No caso da Eisenbahn Kölsch, que surgiu em 2005, a cor é um dourado brilhante com uma espuma de baixa pra média e de pouca persistência. No aroma, os quatro maltes colocados no conjunto predominam remetendo diretamente a trigo e suas variações (pão, biscoito, feno). Na boca, o corpo demostra muita suavidade e leveza, com o malte fazendo boa parte do serviço num ataque que equilibra o adocicado do trigo com uma leve acidez. O retrogosto é seco com o malte insistindo em sua força.

eisen5.jpg

Continuando no território alemão, a Eisenbahn Weizenbier é uma das minhas preferidas da cervejaria catarinense. São dois tipos de malte (um deles de trigo, claro) que brilham em uma cerveja não filtrada, e, por isso, de cor amarelo palha e uma levíssima turbidez. A espuma tem boa formação e pouca durabilidade. Os aromas são os clássicos do estilo: banana, cravo e derivados de trigo, bastante evidentes no conjunto (pão, cereais e biscoito). No paladar, há uma leve acidez no início, mas a doçura do malte chega logo em seguida acompanhada do lúpulo, que não tem intenção de amargar, mas sim de equilibrar o conjunto. O final persistente reforça a característica principal: o malte de trigo. Uma cerveja refrescante e deliciosa.

eisen6.jpg

“Antenada” com os novos tempos, a Eisenbahn foi atrás de uma receita que valorizasse ingredientes sem agrotóxicos e fertilizantes sintéticos. Nascia, em maio de 2004, a Eisenbahn Orgânica, também conhecida no meio como Natural. A cor é um dourado claro e cristalino. A espuma sobe bonita, e tem média permanência. No aroma, notas de trigo que remetem a fazenda, feno, essas coisas do campo (além de pão e cereais). No paladar, muita suavidade em um conjunto que valoriza a refrescância, mas ainda assim destaca o adocicado do malte com uma pontadinha de lúpulo balanceando o conjunto. Uma bela cerveja que merece o teste: compare-a com a própria Pilsen da cervejaria; pra mim, ela se sai muito melhor.

eisen7.jpg

Para festejar os cinco anos da Eisenbahn, o pessoal de Blumenal decidiu investir numa Amber Lager, e nascia assim a Eisenbahn 5 Anos. O capricho na receita rendeu uma cerveja bastante aromática, devido ao processo de dry-hopping, que inclui uma segunda leva de lúpulos na fase de maturação. O liquido é de um âmbar translucido com uma boa formação de espuma e média durabilidade. No nariz, a alta quantidade de lúpulos salta descarregando deliciosas notas florais e herbais, que não escondem o adocicado do malte de caramelo, que ainda traz lembrança de trigo. No paladar, o amargor é pronunciado e aconchegante com o caramelo amaciando o contato logo na sequencia e partindo para um final equilibradíssimo. Uma bela maneira de festejar aniversário.

Não há muito segredo sobre onde encontrar a linha Eisenbahn: quase toda as cervejas da casa são facilmente encontradas em grandes redes de supermercados, enquanto alguns rótulos sazonais e/ou especiais, como a Eisenbahn Original, podem ser encontrados em bons empórios. Os preços (das seis cervejas acima) variam entre R$ 4 e R$ 8 (todas em garrafas de 330 ml). Junto à cervejaria em Blumenau está a Estação Eisenbahn, o bar da casa. Como nas tradicionais microcervejarias americanas e europeias, uma parede de vidro divide o ambiente e permite que os visitantes observem de perto a cervejaria em pleno funcionamento. Há cervejas e petiscos da culinária germânica. Mais infos aqui.

Eisenbahn Pilsen
– Produto: Premium American Lager
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 2,41/5

Eisenbahn Dunkel
– Produto: Schwarzbier
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 2,86/5

Eisenbahn Kölsch
– Produto: Kölsch
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 2,49/5

Eisenbahn Weizenbier
– Produto: German Weizen
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 3,18/5

Eisenbahn Orgânica
– Produto: Standard American Lager
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 4,8%
– Nota: 3,01/5

Eisenbahn 5 Anos
– Produto: Amber Lager
– Nacionalidade: Brasil
– Graduação alcoólica: 5,4%
– Nota: 3,16/5

Leia também
– Top 1001 Cervejas, por Marcelo Costa (aqui)
– Leia sobre outras cervejas (aqui)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.