Babasónicos, Fito Paez e Jorge Drexler

Por Marcelo Costa

“Mucho”, Babasónicos (Universal)
Já faz mais de cinco anos que eles são a grande banda argentina – quiçá sul-americana, exatamente quando deixaram o experimentalismo de lado e abraçaram o pop perfeito com “Jessico” (2001), “Infame” (2003) e o excelente “Anoche” (2005). Este “Mucho” começa bem com “Yo Anuncio”, o single “Pijamas”, a ótima “Cuello Rojo” e a balada psicodélica “Como Eran Las Cosas”, mas o lado B não mantém o pique, apesar do esforço de “Estoy Rabioso” e “El Idolo”. Não ameaça a perda do posto, mas decepciona um tiquinho.
Nota: 7
Preço em média: R$ 50 (importado)

Leia mais: “Anoche” faixa a faixa por Leonardo Vinhas (aqui)

“Grandes Canciones”, Fito Paez (Sony&BMG)
Ele já vendeu mais de três milhões de discos, mas permanece desconhecido no Brasil apesar de Caetano (que regravou a bela “Um Vestido Y Um Amor” em “Fina Estampa”), Herbert Vianna (que regravou “Trac Trac” – ausente nesta coletânea – com os Paralamas), Rita Lee e Djavan terem tentado apóia-lo. Esta é mais uma tentativa de apresentar o grande músico argentino ao público brasileiro e traz duetos com Charly Garcia (“Natureza Sangre”) e Andrés Calamaro (“La Rueda Mágica”). Preste atenção nas baladas.
Nota: 8
Preço em média: R$ 24,90 (lançamento nacional)

“Cara B, Cara C – En Concierto”, Jorge Drexler (Warner)
Registrado nos arredores de Barcelona, este CD duplo mostra duas caras do músico uruguaio. No primeiro CD um show completo com sucessos como “La Vida Es Más Completa De Lo Que Parece” e “Guitarra Y Vos”. No segundo, ousadias em italiano, português e inglês e covers como “Dance Me To The End Of Love”, de Leonard Cohen e “Dom de Iludir”, de Caetano. No total, 32 canções delicadas cuja base é o violão, mas que abrem espaço para barulhinhos de sinos, trens e outros sons que pedem a atenção do ouvinte.
Nota: 9
Preço em média: R$ 42,90 (lançamento nacional)

7 thoughts on “Babasónicos, Fito Paez e Jorge Drexler

  1. É bem simples: os trabalhos do Fito e do Drexler quase sempre são importados, o que faz com que custem muito. Como eles não tocam nas rádios “da galera”, é bem fácil entender pq ainda são desconhecidos por aqui. Os CDs do Fito chegam a Porto Alegre, no máximo. Raramente são encontrados em lojas de SP ou RJ. PS. não sei onde o CD do Drexler custa essa miséria. O penúltimo DVD do Fito, Naturaleza Sangre, após muitos pedidos, foi editado pela Orbeat e ainda saiu cheinho de erros (até música faltando, ora vejam).

  2. Mari, este álbum duplo do Drexler pode ser encontrado no Submarino, neste momento por R$ 24,90. Outros dois discos dele lançados no Brasil também são encontrados ali em bons preços: Eco (R$ 16,90) e 12 Segundos de Oscuridad (R$ 22,90). Já do Fito existem cinco CDs no Submarino entre R$ 15,90 (este acima que escrevi) e R$ 24,90, uma antologia dupla.

  3. Achei fácil o dvd de Fito tocando piano em Salvador/BA, imaginem… admiro muito este artista e gostaria q fosse mais difundida a sua obra no Brasil.

  4. Olá Adriano,,,

    Que dvd é este do Fito em Salvador,,,,, se tiver eles poderiamos trocar alguns materiais,,,,, tenho muita coisa do cara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.