Carla Bruni, Dean and Britta e Kristin Hersh

“No Promisses”, Carla Bruni (Downtown)
Ela já foi uma das vinte modelos mais bem pagas do mundo, namorou Mick Jagger e Eric Clapton, e sua família tem grana suficiente para que ela vivesse de brisa, mas a música a resgatou. Em seu segundo álbum, a compositora franco-italiana compõe melodias folk para poemas de Yeats, Auden e Dickinson, entre outros. O resultado não é um Leonard Cohen de saias e belas pernas, mas merece atenção. A ironia dos textos fica em segundo plano, e uma voz rouca e pequena pede para cantar em sua orelha. Deixe.
Nota: 7,5
Preço em média: $45 (importado)

“Back Numbers”, Dean and Britta (Zoe Records)
Em 2003, o casal Luna estreou com o romântico “L’Avventura”, ainda com a banda em atividade. Anunciado o fim do grupo, o projeto ganha ares de definitivo (até que a morte ou o desamor os separe). “Back Numbers” é o Luna (e o Galaxie 500) encontrando o pop espacial. Dean e Britta – com o apoio do “Spacemen 3” Sonic Boom – mantém o alto nível da estréia juntando material original com covers de Troggs, Donovan e Lee Hazlewood (a versão de “You Turned My Head Around” é algo). Que esse amor perdure.
Nota: 8
Preço em média: $50 (importado)

“Learn to Sing Like a Star”, Kristin Hersh (Yep Rock)
Após um silêncio de quatro anos, Kristin Hersh chega ao sétimo álbum assumindo a produção e tocando tudo, menos bateria (por David Narcizo, ex-parceiro no Throwing Muses), violino e violoncelo. Ela desconstrói o pop com arranjos simples, melodias inspiradas e letras sóbrias amparadas por seu vocal grave. “Se você vivesse aqui teria se matado”, canta em “Wild Vanilla”, “Vocês fizeram uma promessa que não podiam manter”, crava “The Thin Man”, que fala sobre a camada de ozônio. Para ouvir e pensar.
Nota: 8,5
Preço em média: $50 (importado)

5 thoughts on “Carla Bruni, Dean and Britta e Kristin Hersh

  1. marcelo, gostei das dicas , vou procurar.
    Não sei se tu curte um som mais instrumental, mas dá uma olhda neste site http://www.olindaarteemtodaparte.com.br
    a música de fundo é da orquestra contemporânea de Olinda, ainda não há nada disponível na rede e nem em disco, mas sei que eles estão gravando e em breve deve sair. É uma reunião de alguns instrumentistas de uma escola de música, ou melhor de frevo, um pessoal do rock e pop de pe e maciel salú, filho de mestre salustiano. Dá uma olhada e se puder repasse pra galera aí do sul a informação.ok. abraço

  2. Conheci Carla Bruni em uma aula de Francês, com a canção “qualquer um me disse”, prefiro não escrever na língua, porque eu ainda não sei escrever decentemente. hehehe… Vou ouvir o disco com mais atenção, agora que sei um pouco mais sobre. 😉

    Abraço.

  3. Esse disco da Carla Bruni é muito bacaninha…ouvi um bocado ha alguns meses, principalmente quando chegava do trampo…e a capa é a melhor de 2007 ate agora…
    O Dean sem comentarios, desde o Galaxie sempre bom…mas nao gostei desse da Kristin Hersh nao, vou ate escutar de novo..
    Abs,

Deixe uma resposta para Adriano Mello Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.