Random header image... Refresh for more!

Search Results for "APCA"

Top 25 APCA 1º Semestre 2019

Não foi um semestre dos mais fáceis para mim esse meu primeiro semestre como pai em horário comercial (risos), mas fico feliz de ter amigos tão bacanas (Alexandre Matias, José Norberto Flesch e Lucas Breda) na APCA para discutirmos e indicarmos um ao outro os discos que mais nos balançaram no primeiro semestre. Tai a lista final (enquanto já começamos a pré-lista do segundo semestre!)

Alessandra Leão – Macumbas e Catimbós
Ave Sangria – Vendavais
BaianaSystem – O futuro não demora
Black Alien – Abaixo de Zero: Hello Hell
Boogarins – Sombrou dúvida
China – Manual de Sobrevivência Para Dias Mortos
Clima – La Commedia é Finita
Djonga – Ladrão
Dona Onete – Rebujo
Douglas Germano – Esculhamba
Fafá de Belém – Humana
Hamilton de Holanda – Harmonize
Jair Naves – Rente
Jards Macalé – Besta Fera
Jorge Mautner – Não Há Abismo Em Que o Brasil Caiba
Larissa Luz – Trovão
Nômade Orquestra – Vox Populi
O Terno – Atrás / Além
Odair José – Hibernar na Casa das Moças Ouvindo Rádio
Pitty – Matriz
Rakta – Falha Comum
Tássia Reis – Próspera
Thiago Pethit – Mal dos Trópicos
Tiago Iorc – Reconstrução
YMA – Par de Olhos

agosto 16, 2019   No Comments

25 discos 2018 da APCA e 10 meus

O jornalista Pedro Antunes divulgou em sua coluna no Estadão, hoje, a lista dos 25 discos do primeiro semestre de 2018 para os votantes da cadeira de música popular da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). Assim como no ano passado, a votação da APCA em Música será dividida em duas fases: na primeira, os votantes Alexandre MatiasJosé Norberto FleschLucas BrêdaMarcelo Costa e Roberta Martinelli debatem e apontam os 25 discos do primeiro semestre. Em novembro, o juri aponta os 25 discos do segundo semestre, e estes 50 vão para a reunião final que apontará o disco do ano na opinião dos críticos de música da associação – além de outras categorias como artista do ano, revelação, show e projeto especial, entre outros (confira os vencedores do ano passado).

Para a lista deste primeiro semestre foram selecionados pelos cinco votantes 109 álbuns relevantes na opinião dos jurados. Cada um dos cinco votou em 25 discos, e o primeiro corte da lista caiu para 40 álbuns. Dai em diante, através de muito debate, o juri chegou ao consenso dos 25 discos escolhidos pelo grupo no primeiro semestre (apresentados abaixo em ordem alfabética!). No total são 8 discos independentes (bancados pelos próprios artistas, e ai se inclui Cordel e Rashid, que são selos deles mesmos), dois de majors (um da Universal, outro da Warner), três de selos médios (Deck, SLAP e Som Livre) e vários selos independentes, com destaque para dois discos do Selo Risco, dois da EAEO e dois da YB. Confira!

TOP 25 – PRIMEIRO SEMESTRE 2018
01. Almir Sater & Renato Teixeira – + AR (Universal Music)
02. André Abujamra – Omindá (Independente)
03. Anelis Assumpção – Taurina (Pomm_elo / Scubidu)
04. Autoramas – Libido (Hearts Bleed Blue)
05. Ava Rocha – Trança (Circus)
06. Cólera – Acorde! Acorde! Acorde! (EAEO Records)
07. Cordel do Fogo Encantado – Viagem ao Coração do Sol (Fogo Encantado)
08. Craca e Dani Nega – O Desmanche (Independente)
09. Dingo Bells – Todo Mundo Vai Mudar (Dingo Bells / Natura Musical)
10. Djonga – O Menino Que Queria Ser Deus (CEIA Ent.)
11. Elza Soares – Deus É Mulher (DeckDisc)
12. Erasmo Carlos – Amor É Isso (Som Livre)
13. Gui Amabis – Miopia (Independente)
14. Iza – Dona de Mim (Warner)
15. Jonas Sá – Puber (Selo Risco)
16. Juliano Gauche – Afastamento (EAEO Records)
17. Kassin – Relax (LAB 344)
18. Malu Maria – Diamantes na Pista (Independente)
19. Marcelo Cabral – Motor (YB Music)
20. Maria Beraldo – Cavala (Selo Risco)
21. Maurício Pereira – Outono No Sudeste (Independente)
22. Rashid – Crise (Foco na Missão)
23. Romulo Fróes – O Disco das Horas (YB Music)
24. Silva – Brasileiro (SLAP)
25. Wado – Precariado (Independente)

E como a produção musical do primeiro semestre foi excelente, deixo abaixo 10 discos favoritos pessoais meus que merecem atenção (mesmo não estando na lista acima):

MAIS 10 DO PRIMEIRO SEMESTRE (MAC)
01. Arnaldo Antunes – RSTUVXZ (Rosa Celeste)
02. Duda Beat – Sinto Muito (Independente)
03. Lestics – Breu (Independente)
04. Manoel Magalhães – Consertos em Geral (Independente)
05. Marcelo Perdido – Brasa (Independente)
06. Maria Bacana – A vida boa… (Independente)
07. Moons – Thinking Out Loud (Balaclava Records)
08. Poty – Percepção (Independente)
09. Ronei Jorge – Entrevista (Independente)
10. Titãs – Doze Flores Amarelas (Universal)

agosto 10, 2018   2 Comments

Os 20 discos de 2016 para a APCA

Nesta segunda-feira, os jurados de música da APCA (Alexandre Matias, José Norberto Flesch e este que vos escreve) anunciaram os 20 melhores discos de 2016. Quarta à noite rola reunião da APCA e anuncio dos vencedores em sete categorias na sequencia. Além dos 20 discos abaixo (8 deles liberados gratuitamente para download gratuito), confira os pré-indicados nas categorias Revelação, Artista do Ano e Melhor Show de 2016 aqui.

BaianaSystem – Duas Cidades (ouça no site oficial)
Céu – Tropix (ouça no Youtube)
DeFalla – Monstro (ouça no Youtube)
Douglas Germano – Golpe de Vista (Download Gratuito)
Ed Motta – Perpetual Gateways (ouça no Youtube)
Hurtmold e Paulo Santos – Curado (ouça no Youtube)
Iara Rennó – Arco e Flecha (Download Gratuito)
João Donato – Donato Elétrico (ouça no Youtube)
Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz – A Saga da Travessia (ouça no Youtube)
Macaco Bong – Macaco Bong (Download Gratuito)
Mahmundi – Mahmundi (ouça no Youtube)
Metá Metá – MM3 (Download Gratuito)
O Terno – Melhor Que Parece (Download Gratuito)
Rael – Coisas do Meu Imaginário (ouça no Youtube)
Sabotage – Sabotage (ouça no Youtube)
Serena Assumpção – Ascensão (ouça no Youtube)
Tatá Aeroplano – Step Psicodélico (Download Gratuito)
The Baggios – Brutown (download Gratuito)
Vitor Araújo – Levaguiã Terê (ouça online)
Wado – Ivete (Download Gratuito)

novembro 28, 2016   No Comments

A entrega de prêmios APCA 2013

apca.jpg

Uma das melhores cenas musicais do mundo
“Premiar os destaques de um ano inteiro não é uma tarefa das mais fáceis, mas o cenário brasileiro, cada vez mais prolífico em criar boa música – ainda que grande parte dela esteja distante dos veículos de mídia – ajuda. O trabalho de pesquisa e acompanhamento musical necessita, então, encontrar os focos de boa música em um país cada vez mais plural, e acreditamos ter conseguido pinçar um delicado painel em 2013 ao valorizar gerações que fazem da música brasileira uma das melhores do mundo – senão a melhor. Basta abrir os ouvidos”.

Marcelo Costa

******

A APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) entregou os prêmios para os melhores de 2013 em 11 categorias, em cerimonia realizada no Sesc Pinheiros nesta terça-feira, 11 de março (conhecido com um dos raros dias em que uso paletó e gravata no ano). Com apresentação de Marcelo Tas e sua esposa, a atriz Bel Kowarick, a premiação, dirigida por Mika Lins, se mostrou uma das melhores dos últimos anos, com belas imagens no fundo do palco e alguns discursos emocionantes.

Marcelo Tas entrou em cena e logo pediu uma salva de palmas para o ator Paulo Autran, cujo nome batiza o teatro do Sesc Pinheiros. A noite estava apenas começando e muitos presentes se ajeitaram nas cadeiras para o início da premiação, que teria, no palco, nomes como Tomie Ohtake, Ewa Vilma, Mateus Solano (o Félix da novela “Amor à Vida”), Fernanda Lima, Alice Braga, Felipe Hirsch e Antunes Filho.

Na categoria Música Popular, da qual integro como votante, a ausência inexplicável da homenageada do ano pelo júri, Angela Maria, foi sentida – mas Tas se saiu bem com uma piada. Na sequencia, o grupo Essência subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Grupo Vocal MPB, e avisou: “Somos de Goiás e lá não tem só sertanejo não. Tem muita banda de rock boa. Prestem atenção no trabalho da Monstro Discos”.

Alexandre Kumpinski, da Apanhador Só, subiu ao palco logo depois acompanhado de Gustavo Lenza, produtor do álbum “Antes Que Tu Conte Outra” (que Marcelo Tas pareceu achar que fosse o nome da banda) para receber o Prêmio APCA de Disco do Ano, e disse: “É bom saber que a APCA está com os ouvidos abertos para o novo”.

O pessoal da Selton, eleito o Melhor Grupo de Rock por seu trabalho no disco “Saudade”, não pode comparecer (já que eles vivem em Milão, na Itália), mas mandou um representante, que brincou: “Pessoal da 89FM, o disco do Selton está ai. Vamos tocar! (a Rádio Rock ganhou o Grande Prêmio da Crítica na categoria Rádio)”.

Outro ausente foi Arnaldo Antunes, que enviou seu assessor, que observou na plateia alguns parceiros de Arnaldo em “Disco”, lançado em 2013: “A Luê e o Felipe Cordeiro estão ai. Esse prêmio é de vocês também”.

Premiados como Melhor Projeto Especial de 2013, o pessoal do Terruá Pará tomou o palco e, sob o comando do ex-secretário da comunicação do Pará, Ney Messias Jr., ressaltou a dificuldade de tornar realidade um grande projeto como o Terruá Pará, envolvendo tantos artistas, e elogiou o trabalho de Carlos Eduardo Miranda e Cyz Zamorano, responsáveis pela produção musical do projeto.

Anitta, eleita Revelação de 2013 e um dos nomes aguardados da noite, não pode ir, mas enviou a empresária, que leu um SMS enviado minutos antes: “Leia do jeito que estou escrevendo para eles saberem que sou eu mesma!”.

O grande momento ficou para Dona Jacira, que subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Interprete para o filho Emicida, que está no Texas participando do South by Southwest. Bastante aplaudida assim que foi anunciada, Dona Jacira dividiu o prêmio com o pessoal do selo Laboratório Fantasma e, com a taça da APCA em mãos, entoou o bordão: “A rua é nóis”, aplaudidíssima.

Dois anos integrando o júri na categoria Música Popular da APCA, posso dizer que me sinto bastante feliz em fazer parte desse prêmio que reconhece e valoriza artistas tão especiais, e grandes trabalhos.

Sinto que é pouco, e que mesmo o Scream & Yell, entrincheirado em seu gueto independente, não dá conta de uma cena tão produtiva e de alta qualidade, mas acredito que é de imensa importância reconhecer e valorizar o trabalho de pessoas que não estão de braços cruzados observando o tempo passar, mas criando, recriando, propondo o novo, instigando.

É fácil reclamar. É fácil criticar sem fundamento. Difícil é criar. A arte precisa ser debatida. A música brasileira, em seus mais diversos nichos, precisa ser ouvida e discutida, porque eles estão fazendo a parte deles, que é criar. E muito bem. O resto depende de nós…

março 12, 2014   No Comments

Top 10 Abril de 2020 no Scream & Yell

TOP 10 TEXTOS MAIS LIDOS – ABRIL DE 2020
01) Especial Melhores de 2019 Scream & Yell (aqui)
02) Download: “¡Estamos! – Canções da Quarentena” (aqui)
03) Entrevista: Beastie Boys, por Rodrigo Salem (aqui)
04) Entrevista: Sepultura, por Paulo Pontes (aqui)
05) Entrevista: Mike Watt, por Leonardo Tissot (aqui)
06) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
07) Entrevista: Tony Belloto (Titãs), por Bruno Lisboa (aqui)
08) Soundtracks da Quarentena: Fountays of Wayne, André Takeda (aqui)
09) Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
10) Entrevista: Larissa Conforto (Aiyé), por Renan Guerra (aqui)

DOWNLOAD
02) Selo Scream & Yell: “¡Estamos!” -> 2º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 59º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 78º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Três filmes de Domingos de Oliveira, por Renan Guerra (aqui)
02) Três docs: “Not Alone”, “Residente” e “One of Us”, por Renan (aqui)
03) Três filmes: “My Cousin Rachel”, “Barreiras” e “O Zoológico de Varsóvia”, por Mac (aqui)

O EDITOR RECOMENDA
01) Entrevista: Shane Embury (Napalm Death), por Homero (aqui)
02) Entrevista: Rodrigo EBA!, por Leonardo Vinhas (aqui)
03) Entrevista: Dani Black, por Ananda Zambi (aqui)

TOP 10 2020 – (4 meses)
01) Especial: Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
02) Especial: Os Melhores de 2019 Scream & Yell (aqui)
03) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
04) Entrevista: Iggor Cavalera, por Homero Pivotto (aqui)
05) Entrevista: Andreas Kisser, por Paulo Pontes (aqui)
06) Anos 10: Os melhores shows da década (aqui)
07) Download: “¡Estamos! – Canções da Quarentena” (aqui)
08) Entrevista: Armada, por Guilherme Lage (aqui)
09) Matérias Antológicas: The Clash por Lester Bangs (aqui)
10) Os 50 discos nacionais de 2019 para a APCA (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

maio 4, 2020   No Comments

Top 10 Fev / Mar de 2020 no Scream & Yell

TOP 10 TEXTOS MAIS LIDOS – FEVEREIRO DE 2020
01) Três filmes: “Joias Brutas”, “O Farol” e “Adoráveis Mulheres”, por Renan Guerra (aqui)
02) Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
03) Entrevista: Plebe Rude, por Guilherme Lage (aqui)
04) Entrevista: O Campo, por Leonardo Vinhas (aqui)
05) Três séries: “Inacreditável”, “Carnival Row” e “The Mandalorian”, por Adriano Costa (aqui)
06) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
07) Entrevista: Bruno Capelas, por Renan Guerra (aqui)
08) Entrevista: Coletivo Parquet, por Leo Vinhas (aqui)
09) Para entender: B-52s, por Leo Vinhas (aqui)
10) Matérias Antológicas: The Clash por Lester Bangs (aqui)

TOP 10 TEXTOS MAIS LIDOS – MARÇO DE 2020
01) Entrevista: Andreas Kisser (Sepultura), por Paulo Pontes (aqui)
02) Ao vivo: Fellini no Sesc Pompeia, por Mac (aqui)
03) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
04) Entrevista: Nada Surf, por Leonardo Tissot (aqui)
05) Soundtracks da Quarentena 1, por André Takeda (aqui)
06) “Ordinary Man”, de Ozzy Osbourne, por Paulo Pontes (aqui)
07) Entrevista: Pupillo, por Bruno Lisboa (aqui)
08) Quadrinhos: “American Jesus: O Eleito”, “Cesariana”, “Tabu” e “Malvados”, por Adriano Costa (aqui)
09) Soundtracks da Quarentena 2, por André Takeda (aqui)
10) Três livros: Stephen King, Chico Buarque, Fernanda Montenegro, por Adriano Costa (aqui)

DOWNLOAD
01) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 14º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: Tributo a Milton Nascimento -> 31º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 50º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Discografia: Bob Dylan, por Gabriel I. (aqui)
02) Discos perdidos: Cilibrinas do Eden, por André Fiori (aqui)
03) Discografia: Bruce Springsteen, por Mac (aqui)

O EDITOR RECOMENDA
01) Entrevista: Karola Nunes, por Rafael Donadio (aqui)
02) Entrevista: Amaro Freitas, por Nelson Oliveira (aqui)
03) Entrevista: Filipe Sambado, por Pedro Salgado (aqui)

TOP 10 2020 – Três meses
01) Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
02) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
03) Entrevista: Iggor Cavalera, por Homero Pivotto (aqui)
04) Anos 10: Os melhores shows da década (aqui)
05) Entrevista: Armada, por Guilherme Lage (aqui)
06) Matérias Antológicas: The Clash por Lester Bangs (aqui)
07) Os 50 discos nacionais de 2019 para a APCA (aqui)
08) Três filmes: “Joias Brutas”, “O Farol” e “Adoráveis Mulheres”, por Renan Guerra (aqui)
09) Entrevista: Andreas Kisser (Sepultura), por Paulo Pontes (aqui)
10) Discografia: Bob Dylan, por Gabriel I. (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

abril 2, 2020   No Comments

Top 10 Janeiro de 2020 no Scream & Yell

TOP 10 TEXTOS MAIS LIDOS – JANEIRO DE 2020
01) Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
02) Entrevista: Iggor Cavalera, por Homero (aqui)
03) Anos 10: Os melhores filmes da década (aqui)
04) Anos 10: Os melhores shows da década (aqui)
05) Entrevista: Armada, por Guilherme Lage (aqui)
06) Matérias Antológicas: The Clash por Lester Bangs (aqui)
07) Os 50 discos nacionais de 2019 para a APCA (aqui)
08) Três filmes: Dois Papas, A Lavanderia, História de um Casamento, por Mac (aqui)
09) Entrevista: Melvin Ribeiro, por Leonardo Panço (aqui)
10) Em Salvador: Luiza Brina, Julia Branco, Aíla e Livia Nery mostram a força das mulheres, por Nelson Oliveira (aqui)

DOWNLOAD
02) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 32º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: Tributo a Milton Nascimento -> 44º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 73º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Os melhores discos dos anos 00 (aqui)
02) 100 cenas de nudez no cinema (aqui)
03) Telefonemas: Jeff Nascimento (aqui)

VOTOS MAIS ABERTOS – MELHORES dos ANOS 10
01) Marcelo Costa (Scream & Yell)
02) Regis Tadeu
03) Alexandre Matias (Trabalho Sujo)
04) Renato Vieira (O Estado de São Paulo)
05) Tony Aiex (Tenho Mais Discos Que Amigos)
06) Bruno Capelas (O Estado de São Paulo)
07) Terence Machado (Alto Falante)
08) Marcos Bragatto (Rock em Geral)
09) Alexandre Inagaki (Pensar Enlouquece)
10) Ricardo Seelig (Collectors Room)

O EDITOR RECOMENDA
01) Entrevista: Yannick Hara, por Bruno Lisboa (aqui)
02) Entrevista: Maria Reis, por Pedro Salgado (aqui)
03) Entrevista: Noal, por Renan Guerra (aqui)

TOP 10 2014/2020
01) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank (aqui)
02) Foda-se o Fascismo, diz Jello Biafra (aqui)
03) Melhores de 2017 no Scream & Yell (aqui)
04) Os 100 melhores discos dos anos 10 (aqui)
05) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
06) Melhores de 2018 no Scream & Yell (aqui)
07) 11 points de cerveja artesanal em Buenos Aires, por Mac (aqui)
08) Pastor Adélio: “Nick Cave é servo de Satanás” (aqui)
09) Três filmes: “Extraordinário”, “Assassinato no Expresso do Oriente” e “Os Meyerowitz”, por Mac (aqui)
10) Rock nacional no mercado de raridades, por Mac (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

fevereiro 4, 2020   No Comments

Top 10 Dezembro de 2019 no Scream & Yell

TOP 10 TEXTOS MAIS LIDOS – DEZEMBRO DE 2019
01) Os 50 discos nacionais de 2019 para a APCA (aqui)
02) Matérias Antológicas: The Clash por Lester Bangs (aqui)
03) Entrevista: Érika Martins, por Leonardo Vinhas (aqui)
04) APCA elege os melhores de 2019 em 10 categorias (aqui)
05) Cinema: “O Irlandês”, por Mac (aqui)
06) Três discos: Tantão e os Fita, Saskia e Ana Frango Elétrico, por Renan Guerra (aqui)
07) Entrevista: Céu, por Bruno Lisboa (aqui)
08) Entrevista: Carlinhos Carneiro, por Janaina Azevedo (aqui)
09) Cinema: “Parasita”, por Mac (aqui)
10) Assista ao documentário “Tributo ao Inédito.doc” (aqui)

DOWNLOAD
02) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank -> 22º link (aqui)
02) Selo Scream & Yell: Tributo a Milton Nascimento -> 23º link (aqui)
03) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior -> 34º link (aqui)

VIA GOOGLE
01) Entrevista: Guilherme Arantes, por Daniel Tavares (aqui)
02) Três filmes: “My Cousin Rachel”, “Barreiras” e “O Zoológico de Varsóvia”, por Mac (aqui)
03) 100 cenas de nudez no cinema (aqui)

O EDITOR RECOMENDA
01) Projeto Tanto Mar: Troá entrevista Linda Martini, de Rafael Monteiro (aqui)
02) Entrevista: José Camilo (Portugal), por Pedro Salgado (aqui)
03) Entrevista: Dom La Nena, por Ananda Zambi (aqui)

TOP 10 2019 – (12 meses)
01) Foda-se o Fascismo, diz Jello Biafra (aqui)
02) Melhores de 2018: Top 7 Scream & Yell (aqui)
03) Como foi o Psicodália 2019, por Rafael Donadio (aqui)
04) Lollapalooza Brasil 2019, por Renan Guerra (aqui)
05) O cinquentenário de Flávio Bassio, por Leo Vinhas (aqui)
05) Pitty ao vivo em SP, por Bruno Capelas (aqui)
06) Entrevista: Vladimir Safatle e Fabiana Lian, por Renan Guerra (aqui)
08) Selo Scream & Yell: “Sem Palavras II”, por Leo Vinhas (aqui)
09) Entrevista: Ricardo Alexandre, por Leo Vinhas (aqui)
10) Entrevista: Teto Preto, por Renan Guerra (aqui)

TOP 10 2019 – (GERAL)
01) Foda-se o Fascismo, diz Jello Biafra  (aqui)
02) Melhores de 2018: Top 7 Scream & Yell  (aqui)
03) Selo Scream & Yell: “Dois Lados”, tributo ao Skank (aqui)
04) Entrevista: Duda Beat, por Renan Guerra (aqui)
05) 11 points de cerveja artesanal em Buenos Aires, por Mac (aqui)
06) Discografia comentada: Paul McCartney, por Wilsera (aqui)
07) Discografia comentada: Bob Dylan, por Gabriel I. (aqui)
08) Três filmes: “Extraordinário”, “Assassinato no Expresso do Oriente” e “Os Meyerowitz”, por Mac (aqui)
09) Selo Scream & Yell: Tributo a Belchior (aqui)
10) Selo Scream & Yell: Tributo a Milton Nascimento (aqui)

Confira os textos mais lidos no Scream & Yell nos meses anteriores

janeiro 9, 2020   No Comments

Wäls MadLab Jambu Treme e Terruá Pará

Na taça, Wäls MadLab Jambu Treme, uma Belgian Strong Golden Ale com Jambu, erva típica da região Norte e bastante utilizada na culinária do Pará como condimento amazônico. Ela foi lançada no clube da Wals em junho de 2018, e não impressionou tanto porque o Jambu não está tão marcante como nos pratos paraenses (quem comeu, sabe). Um amo de guarda fez o caramelo dos maltes subir a dosagem e o que tinha de Jambu, desaparecer. Ficou uma Belgian Strong okzinha, mas menos do que a junção prometia.

Essa harmonização era fácil, né. Premiado como projeto do ano da APCA em 2013 (com voto meu), o “Terruá Pará” é um show festival que buscava apresentar o amplo espectro da música paraense. Esse box é da terceira edição, em 2013, mas acompanhei o primeiro em 2006 (foi um dos primeiros dates que tive com a Lili: levei-a ao Auditório Ibirapuera para nos surpreendemos com Dona Onete, La Pupunã e Gaby Amarantos. Outro detalhe sentimental: o inesquecível Carlos Eduardo Miranda foi um dos produtores e incentivadores do Terruá Pará: “Velhinho, tu tem que ver isso em Belém”, ele me disse uma vez. E lá fui eu para o Portal da Amazônia me apaixonar pela música, pela cidade, pelas pessoas. Esse box é dos itens carinhosos da minha coleção e coloco vez em quando para matar saudade do Pará, de Belém e do Miranda.

setembro 16, 2019   No Comments

Curso: Como divulgar sua música

A imprensa cultural tradicional mal dá conta de cobrir lançamentos, relançamento e notícias, de fato, relevantes da música. Uma das saídas é o investimento em marketing digital. Um músico com uma boa rede, bem gerenciada, que conte suas novidades e apresente seu trabalho de forma direta, se torna o seu principal veículo. Neste curso, organizado pelo jornalista Marcos Lauro, que atua na área de comunicação desde 2001, e que conta com a participação de Titita Dornelas, responsável pela News Assessoria & Comunicação, que tem no seu portfólio clientes como Chico César, Bixiga 70, The Baggios, Festival Sons da Rua, Sampa Jazz Fest, Nômade Festival, Arena carnaval SP, Xuxa Levy e Lucas Santtana, e Marcelo Costa, curador, jornalista e editor do Scream & Yell, serão discutidos problemas e algumas soluções na hora de divulgar sua música tanto na mídia tradicional quanto no online. Inscrições aqui.

Aula 1 – Mídia tradicional/offline; como lidar? (09/05)

Vamos conversar com Patricia Dornelas, profissional de assessoria de imprensa com vasta experiência na mídia tradicional, para entender como está o momento atual. Os avanços, gargalos, problemas e soluções, qual a melhor forma para apresentar o seu trabalho para profissionais que ainda trabalham em redações etc

Aula 2 – As possibilidades (quase infinitas) da mídia online (16/05)

Vamos conversar com Marcelo Costa, profissional que mantém o site Scream & Yell desde 2000 e tem vasta experiência na mídia digital/online, para entender como está o momento atual. Quais são as possibilidades, como driblar algoritmos e alcançar o seu público, o trabalho com públicos de nicho, se páginas e influencers podem cobrar para divulgar o seu trabalho etc.

Aula 3 – Estudos de cases de marketing digital na divulgação musical (23/05)

Vamos focar nas possibilidades que o ambiente digital oferece com o próprio artista sendo um personagem e um contador da sua própria história. Para isso, vamos estudar cases da Orfeu Digital, agência de conteúdo do responsável por esse curso, Marcos Lauro, e ver as possibilidades e a liberdade que as redes sociais oferecem para divulgar o seu trabalho, seja de forma orgânica ou impulsionada.

Aula 4 – Mão na massa! Vamos pensar juntos em soluções na hora de fazer sua divulgação (30/05)

Para encerrar, vamos à prática. Artistas, jornalistas e interessados que fizeram o curso vão botar a mão na massa e, em exercícios na sala, vão bolar estratégias de comunicação para o seu negócio (seja sua música, sua página no Facebook, seu perfil no Instagram etc). Vamos propor exercícios que facilmente poderão ser feitos na “vida real”, ou seja, o aluno vai sair do curso com ideias e material para publicação.

.:: Sobre os docentes:
Marcos Lauro
Jornalista, atua na área de comunicação desde 2001. Já passou por redações como Viagem & Turismo, VIP e Rádio Eldorado. Atuou como editor da Billboard Brasil, colaborador da revista Rolling Stone Brasil e fundador/estrategista da Orfeu Digital, agência de marketing digital com foco em música.

Convidados:

_ Primeira noite
Patrícia Dornelas
Titita, nasceu em 1º de dezembro de 1970, em Recife, PE. Graduada em Engenharia pela UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco), pós graduada em Ciências da Engenharia Ambiental (USP). Abandonou a engenharia para fazer Relações Públicas. Formada pela Universidade Cásper Libero (SP), sua carreira como assessora de imprensa começou em julho de 2007. Responsável pela News Assessoria & Comunicação, que tem no seu portfólio clientes como Chico César, Bixiga 70, The Baggios, Festival Sons da Rua, Sampa Jazz Fest, Nômade Festival, Arena carnaval SP, Xuxa Levy e Lucas Santtana. Com foco na comunicação de atividades nas áreas de cultura e entretenimento, Patrícia assume de modo integrado toda a gestão de comunicação, englobando as diversas etapas desse processo: plano estratégico, coordenação de atividades, construção de conteúdos e assessoria de imprensa.

_ Segunda noite
Marcelo Costa
Editor do site de cultura pop Scream & Yell, um dos principais veículos independentes de cultura pop do país, no ar desde 2000. Já passou pelas redações do jornal Noticias Populares, e dos portais Zip.Net, UOL, Terra e iG, além de já ter colaborado com as revistas Billboard Brasil, Rolling Stone e GQ Brasil, e com a MTv Brasil, da qual foi colunista. Foi curador do projeto Prata da Casa, do Sesc Pompeia, do projeto Natura Musical, do Oi Pocket Show Rock in Rio, do The Art of Heineken e integra a APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) na categoria Música Popular desde 2012.

.:: Data: 09 a 30/05 – quintas-feiras, das 19h às 22h

.:: Investimento
Curso Completo:
R$ 300 _ até 20/04
R$ 340 _ após 20/04

Aula Avulsa:
R$ 90

.:: Inscrições: https://bit.ly/2WGsErI
.:: Faça sua inscrição pessoalmente sem taxas de conveniência: Rua Treze de Maio, 733 – Bela Vista – São Paulo – SP, das 14h às 22h >> aceitamos apenas débito e crédito à vista

> Pela Eventbrite é possível parcelar em até 24x (parcelas mínimas de R$5,00)


Lab Mundo Pensante
Rua Treze de Maio, 733 – Bela Vista – São Paulo – SP
Tel:. 5082-2657

abril 15, 2019   No Comments